ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

A POSSE DOS SECRETÁRIOS

O prefeito Luiz Carlos empossou nesta segunda-feira, pela manhã, os novos secretários da Fazenda (Finanças), Serviços Públicos e Controladoria Geral do município. Fernando Campos, Toni Oliveira e Itamar Ramos, que já faziam parte de administração, assumiram os cargos por conta do chamado "escândalo da ponte". O episódio, amplamente divulgada na cidade, provocou a queda dos secretários Eusébio Barbosa e Acácio Calado, responsáveis pelo pagamento de R$ 18 mil a uma empresa de fachada por uma obra que nunca foi feita. Bartolomeu Souto, o Bastinho, também foi empossado, no cargo de Secretário Adjunto da Fazenda e vai trabalhar junto com Fernando. O evento, no palácio Celso Galvão, foi prestigiado por amigos dos novos secretários, auxiliares do prefeito, vereadores e por quase toda a imprensa local.

DISCURSOS

Fernando Campos discursou representando todos os empossados. Seu pronunciamento foi emocionado e sincero. Evitou as questões polêmicas e se comprometeu com a lisura e a transparência. Elogiou Luiz Carlos e disse que no final das contas o que interessa é o bem comum, os interesses maiores da população de Garanhuns.

O prefeito fez questão de colocar ao seu lado os ex-secretários Eusébio e Acácio, elogiou o trabalho dos dois e agradeceu pela colaboração. Disse que o primeiro iria continuar colaborando, pois é servidor do município. Quanto ao segundo, frisou que já tinha pedido para sair anteriormente, pois precisa cuidar de problemas de saúde. Luiz Carlos ressaltou os atributos de Bastinho, Fernando Campos, Toni Oliveira e Itamar, convocando todos para o trabalho em prol de Garanhuns. Por fim, o governante reconheceu o direito da oposição em fiscalizar as ações do Poder Executivo, ressaltando que isso só o força a trabalhar cada vez mais pelo povo carente da cidade e distritos.

Chamou a atenção dos presentes, na posse dos novos secretários, o jeito constrangido e triste de Eusébio Peixoto. Ele ficou até o fim da solenidade, mas estava nitidamente pouco à vontade, possivelmente pelo que sofreu nos últimos dias.

Um comentário:

  1. Pois bem, sou leitora de seu blog e gostaria de deixar aqui minha opinião.
    Fernando Campos, Toni Oliveira e Itamar Ramos, já faziam parte da equipe da administração do atual governo.É triste saber que no discurso de Fernando Campos, pessoa que sempre admirei elogiar Luiz Carlos e disser que "no final das contas o que interessa é o bem comum, os interesses maiores da população de Garanhuns".A ponte de Miracica será construida ou não?
    Quem autoriza pagar as contas da Prefeitura? Inclusive o Prefeito tem até sua filha pra ver isso também que diz trabalhar voluntariamente (risos).
    Ela não viu? Estranho não?

    Que voto errado eu dei...como podemos nos enganar tanto. Em quem acreditar? Disso tudo tirei minha conclusão, caiu os secretários no lugar do Prefeito. Eusêbio não precisava passar por isso, cara humilde e bacana ...mais sabemos que ele continuará cuidando dos trabalhos da sec de obras, pois desde a época de Dr. Silvino ele que atendia as necessidades da população. Pois conhece a realidade de cada bairro e sabia como dribar os problemas de uma administração centralizadora como esta.
    Grande abraço Roberto!

    ResponderExcluir