PEDRO VELOSO É VICE DE SIVALDO E DEFENDE MUDANÇAS EM GARANHUNS

Mesmo tendo adotado uma postura crítica com relação a Sivaldo Albino, logo quando o PT se coligou com o PSB, o médico cardiologista Pedro Veloso aceitou ser o vice do socialista, justificando sua posição pela necessidade de mudança em Garanhuns. 

Dr. Pedro falou da responsabilidade das lideranças, lembrou da pandemia, que tem impedido o maior contato com o povo, reconheceu a falta de estrutura do seu partido no município e a limitação dos recursos financeiros, defendendo com ênfase um governo que  invista na educação e ofereça um serviço de saúde qualidade à população.

Ele pontuou ainda a necessidade de se combater o fascismo e os preconceitos contra os negros, as mulheres e os homossexuais.

Indicando o vice do socialista, o PT de Garanhuns tende a se unir e todos os candidatos do partido à Câmara vão defender a dobradinha Sivaldo/Pedro Veloso.

Antes de falar na Convenção, o petista adiantou os principais pontos a serem abordados:

Os passos que nos trouxeram a esse palco, pareceriam muito estranhos se há 2 anos tivéssemos imaginado.

Ao menos nos meus pensamentos daquele momento. Mas a grave crise sanitária que se abateu sobre nós, a limitação dos movimentos, das caminhadas, das visitas aos bairros e às comunidades, programadas e de improviso precisaram ser revistas, muito mais importante é a preservação das vidas a proteção das pessoas. Mas daí também muitos aprendizados, muitas Lives e muito conhecimento acumulado.

Naqueles breves e já saudosos momentos tivemos a oportunidade de conhecer muitas pessoas, muitas visões de mundo, muita necessidade o que só nos fez crescer na vontade pela mudança e na coragem para construção desse sonho que sabemos ser possível.

O que nos faltava de estrutura partidária, de recursos financeiros e tempo, uma vez que todos nós temos famílias, trabalhos que consomem grande parte de nossas vidas, sobra em disposição para a luta pela mudança que queremos ver implantadas. A melhor distribuição das riquezas, o ensino público exemplar, a dignidade na prestação de serviços de saúde, o combate sem trégua a toda forma de opressão, ao fascismo renascente, ao sexismo, a homofobia... Nessas visitas queríamos ouvir das pessoas as suas necessidades pra daí construir nosso projeto de governo e elas querem trabalho, segurança mas sobretudo atenção e respeito.

De modo que aqui agora estamos, por esses estranhos caminhos que nos trouxeram a responsabilidade com as pessoas que ouvimos nas ruas, a responsabilidade com as pré-candidaturas, agora candidaturas, que construímos, a responsabilidade com a reconstrução do nosso partido na cidade, engrossando esse cordão da Frente Popular de Garanhuns  misturando nossas cores às cores do Deputado Sivaldo Albino e demais partidos e pessoas caras a nossa cidade com a força aguerrida da nossa militância como nos é muito natural...

3 comentários:

  1. Para os amigos Sivaldo e Pedro Veloso: Mesmo sem o anuncio formal, quero transmitir minha opinião mesmo sabendo não ter maior importância. Exultei com o anúncio dessa dupla que corresponde exatamente a tudo que penso acerca da sucessão municipal. Chega de mesmice; de 24 anos de um grupo marcado pela falta de imaginação; de promessas descumpridas; de ausência de ideias criadoras e de visão estratégica; da prevalência de um ufanismo tosco que só pensa em destruir tudo que se fez até hoje sem suas iniciativas. Indecorosa distribuição de próprios municipais, simulando ridícula criação de emprego e renda. Destruíram o Festival de Jazz e a Garanheta substituídos, desnecessariamente, pelo Natal de Luz e Dominguinhos, uma vez que não eram excludentes e sim complementares. Uma egolatria desmesurada a ponto de estimular a candidatura do seu vice-prefeito durante dois anos (!) e depois substituí-lo pela ressuscitação de um ex prefeito de 16 atrás, como se - nesse ínterim - os homens capazes de Garanhuns estivessem todos mortos. Parabéns, Sivaldo, parabéns Pedro Veloso, não tenho votos, nem prestígio. mas assino em baixo e vou explicar a todos meus amigos o sentido de suas candidaturas. Grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Quem será esse unknown (desconhecido) que se esconde numa capoeira virtual para defender uma das tantas candidaturas, que, em seu conjunto, representam a pluralidade das opiniões políticas de Garanhuns. Defender algumas e atacar tantas outras é o desserviço à democracia. Cuidado, onknown, isso não é bom!

    ResponderExcluir