ALEPE

ALEPE
ALEPE

sexta-feira, 5 de julho de 2019

MARÍLIA ARRAES TEM SIDO DESTAQUE EM BRASÍLIA


Sete emendas de autoria da deputada federal Marília Arraes (PT-PE) à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020, foram aprovadas, na Câmara dos Deputados. As emendas foram discutidas e autorizadas nas comissões de Desenvolvimento Urbano (3), Educação (2),  Seguridade Social e Família (1) e Defesa dos Direitos da Mulher (1). O relatório final da LDO será apresentado, ainda hoje, e segue para discussão e votação no Plenário da Câmara.   

A LDO estabelece diretrizes e metas para orientar a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) que será utilizada pelos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, de acordo com a Constituição Federal. Uma das emendas apresentadas pela parlamentar petista, na Comissão de Desenvolvimento Urbano, visa a formulação e implementação de ações de abastecimento de água, esgotamento sanitário e drenagem urbana em diversas localidades do País. 

A petista também sugeriu o desenvolvimento de projetos de provisão de moradia para a população de menor renda, como o Minha Casa, Minha Vida, e também projetos habitacionais que visem a construção de moradias, com prioridade para o atendimento às famílias de baixa renda, através do Fundo de Arrendamentos Social (FAR).

Na Comissão de Educação, a deputada propôs ações de apoio à Infraestrutura para a Educação Básica, com implantação de bibliotecas escolares e a construção de quadras de esporte. A vice-líder do PT na Câmara, Marília Arraes, também sugeriu uma emenda que reestrutura as Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica. 

Já na Comissão da Mulher, da qual é suplente, a deputada apresentou uma emenda que garante a prevenção e combate à violência contra a mulher, assim como assistência às mulheres em situação de violência.

Uma outra emenda também foi aprovada na Comissão de Seguridade Social e Família, com o objetivo de fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS) e gerar manutenção nas unidades de saúde.
Atuando no campo progressista, Marília Arraes, que foi eleita por quase 200 mil votos vem desempenhando bem o seu mandato em Brasília, com posições firmes no campo política e apresentação de propostas que favorecem o povo pernambucano e brasileiro.

João Campos (PSB), seu primo, que foi eleito com mais votos, até o momento tem tido uma atuação mais discreta, talvez por conta do seu projeto de disputar a prefeitura do Recife.

*Foto: Folha de Pernambuco

Um comentário:

  1. Mais irrelevante do que TODA a bancada de Pernambuco impossível! Cambada de Zero à esquerda!

    ResponderExcluir