Prefeitura de Garanhuns

Prefeitura de Garanhuns
Prefeitura de Garanhuns

segunda-feira, 11 de junho de 2018

PSICÓLOGOS APROVADOS EM CONCURSO SE MANIFESTAM


Uma comissão formada pelos psicólogos aprovados no concurso da Secretaria Estadual de Saúde em 2014, com apoio do Conselho Regional de Psicologia - CRP 02 - e do Sindicato dos Psicólogos de Pernambuco se manifestou diante da não nomeação dos aprovados no certame. Diz a nota à imprensa: 

Se faz justa e necessária a nomeação dos aprovados ao cargo de Analista em Saúde- Psicólogo /Plantonista para a V GERES, do concurso público realizado no ano de 2014 (Portaria Conjunta SAD/SES nº 87 de 25/08/2014) que visava o preenchimento imediato para vários cargos da área de Saúde. O concurso foi homologado em 30 de dezembro de 2014 e em 2016 teve sua validade prorrogada até dezembro de 2018. Para a categoria de Analista em Saúde-Psicólogo (Plantonista), apresentou 53 vagas para todo o Estado de Pernambuco, conforme o edital. Estas vagas estariam divididas em 10 Gerências Regionais de Saúde (GERES).

No que se refere a Gerência para o qual logramos aprovação, esta contempla 21 (vinte e um) Municípios, a saber: Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Caetés, Calçados, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iatí, Itaíba, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmeirina, Paranatama, Saloá, São João e Teresinha. A população a ser atendida por esta área é de aproximadamente 534.793 pessoas.

De acordo com as vagas ofertadas pelo Edital, seria apenas 01 vaga (de ampla concorrência) para atender toda esta demanda. Ocorre que até o presente momento não houve convocação para o cargo de Psicólogo para Geres V, assim como para outras Gerências Regionais do Estado. Esta é a situação atual. A Secretaria de Saúde não se pronuncia sobre a questão e o Estado de Pernambuco permanece inerte.

Diante disso, questiona-se: como o Estado de Pernambuco está atendendo toda essa demanda?
O referido cargo de Analista em Saúde- Psicólogo (Plantonista) tem o sistema de plantão com o regime de 12 horas de trabalho por 60 horas de descanso, desta forma, para a prestação do serviço em apenas um hospital durante a semana, seriam necessários pelo menos 6 (seis) psicólogos.

O Hospital Regional Dom Moura (Garanhuns) possui apenas quatro profissionais desta Gerência Regional que são estatutários. Destes profissionais, alguns em curto prazo, se aposentarão por tempo de serviço. Estes poucos profissionais efetivos fazem parte de uma leva que foi nomeada em concurso há mais de vinte anos. Ao longo desses anos, houve uma exoneração e um outro profissional encontra-se à disposição do estado, defasando ainda mais a equipe que é insuficiente para dar conta das demandas hospitalares e ambulatoriais.

A Secretaria Estadual de Saúde se omite em convocar até mesmo os aprovados nas primeiras colocações previstas originariamente após mais de 3 (três) anos de validade do certame. Em razão desse quadro há o receio real de que a Administração Pública Estadual continue postergando injustificadamente as convocações, e deixe para fazê-lo apenas próximo ao final do prazo de validade, sem divulgar o real número de vagas.

Não é razoável não ter sido realizada qualquer convocação para o cargo de Psicólogo durante mais de três anos, mantendo-se a defasagem de pessoal.
Há vaga, como é inegável a necessidade de pessoas habilitadas para o exercício de funções públicas, e cuja habilitação precisa ser reconhecida em concurso público, para o eficaz e correto desempenho de atividades e uma fila de candidatos habilitados à espera. Somos 28 Profissionais (da V Geres) - aprovados que tiveram seus nomes publicados no Diário Oficial do Estado e aguardam com expectativa de direito à nomeação.

Enquanto o Estado de Pernambuco se omite em realizar as convocações, a sociedade sofre e a demanda aumenta. A ampliação de profissionais da Psicologia, compondo as equipes interdisciplinares nas instituições contribuirá na integralidade da assistência, na humanização do cuidado, no diagnóstico e intervenção precoce das crianças atendidas, no trabalho de prevenção de riscos, no acompanhamento psicológico das crianças com microcefalia e de suas famílias e no fortalecimento dos leitos integrais implantados no HRDM. A ampliação do quantitativo de Profissionais através da nomeação de TODOS os aprovados visa o fortalecimento do SUS, dos vínculos de trabalho do Psicólogo (a) e sobretudo a oferta de uma assistência de melhor qualidade para usuários e sociedade de uma forma geral.

Na região de Garanhuns, foram realizadas ações em conjunto com a categoria de Serviço Social juntamente com o Ministério Público, onde tramita processo judicial e atualmente os aprovados desta GERES vem reunindo força com os aprovados de outras GERES no intuito de fortalecer a luta da categoria de psicólogos, buscando a nomeação imediata de todos os psicólogos aprovados do certame.

Isoladamente, protocolamos denúncia no Ministério Público tratando especificamente da questão da demora na nomeação de psicólogos, bem como solicitando que sejam convocados bem mais profissionais do que preconiza o edital (1), visto que um único psicólogo, em regime de plantão, não conseguiria abarcar a complexidade das demandas ambulatoriais e hospitalares. Conforme informado acima, são necessários no mínimo 6.

Nenhum comentário:

Postar um comentário