Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

sábado, 10 de junho de 2017

PROMOTOR DIZ QUE PROJETO DOS PROFESSORES É LEGAL

O Ministério Público de Pernambuco reconheceu a legalidade do projeto de lei 012/2017, da Prefeitura de Garanhuns, que reajustou o piso salarial dos professores, tendo sido aprovado na Câmara Municipal por 11 votos a 2, sob protesto dos professores.
Em reunião na sede do Ministério Público em Garanhuns, da qual participaram representantes da Procuradoria Geral do Município, assessores jurídicos da Câmara de Vereadores e um representante do Sindicato dos Professores, o promotor Domingos Sávio informou que a proposta do Poder Executivo está correta, por tratar do reajuste de 7,64% no piso dos profissionais de ensino com carga horária de 40 horas.
Assim, o argumento de que o projeto era ilegal, defendido pelos professores não foi aceito pelo representante do Ministério Público na cidade.
Domingos Sávio recomendou apenas a revogação do decreto municipal, por entender que a discussão nesse caso só poderia ser regulamentada por lei. Ele solicitou que os professores fossem ressarcidos dos prejuízos causados pela medida no período em que o referido decreto esteve em vigor.
A Procuradoria do Município, por entender que a Lei 4400/2017, ao retroagir seus efeitos a janeiro de 2017, estabeleceu o critério de valores e respectiva carga horária e já estava em elaboração de decreto revogando as disposições anteriores.
Segundo os assessores do prefeito Izaías Régis (PTB), o Governo Municipal sempre esteve consciente da legalidade do projeto de lei 012/2017 e por isso mesmo enviou para análise e votação do Poder Legislativo.

“Com isso reforçamos mais uma vez o compromisso do Governo local com uma gestão baseada no respeito às leis e defesa do município”, comentou a assessoria jurídica da Prefeitura.

Um comentário:

  1. Tudo o que se fizer de bom ou de ruim em Garanhuns tem repercussão em todo o Agreste Meridional.

    Em 1982 eu disputei a eleição para vereador pela primeira vez ao lado do primeiro prefeito eleito de Lagoa do Ouro Aristides Nery Monteiro.A disputa foi entre os ex-prefeitos Aristides Monteiro e Joaquim Ferreira do Nascimento.

    Ao passar as eleições o ex-prefeito orientado por pessoas incompetentes ao seu lado transferiu mais de 18 Professoras do sítio pra rua e vice-versa somente porque votaram contra o candidato do Prefeito.

    E foi em Garanhuns onde busquei o conhecimento do jornalista Humberto de Morais e fiz consultas a vários Advogados para saber se aquilo tinha sido legal ou não.

    A Lei eleitoral é muito clara.3 meses antes e depois das eleições nenhum servidor público pode ou deve ser afastado ou transferido e muito menos demitido por nenhum governante.

    Garanhuns por ser o maior centro acadêmico por excelência é uma grande referência para todo o Agreste Meridional e para todo o Estado também.

    ResponderExcluir