Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

quarta-feira, 7 de junho de 2017

LENILDO RAMOS REVELA A FACE DE POETA

Lenildo Ramos é conhecido em Garanhuns e no Agreste como radialista especializado em programas esportivos.

Natural do interior de São Paulo, veio com os pais morar no Nordeste ainda criança, primeiro residindo no interior de Sergipe, depois na capital, Aracaju, cidade que viu despertar sua paixão pelo rádio.

O destino do profissional de comunicação, porém, era mesmo a garoa e o clima gostoso de Garanhuns.

Aqui está morando há muitos anos, casou, foi pai e avô, passando como repórter e apresentador esportivo por praticamente todas as rádios da cidade: Jornal, Marano, Sete Colinas, 87 FM, onde está atualmente apresentando um programa diário das 13 às 13h30.

O POETA – O que pouca gente sabe é que Lenildo não tem no futebol a sua única paixão. Ele também se preocupou em estudar e sempre gostou de ler. De suas leituras surgiu o amor pela poesia e ao longo do tempo foi recolhendo “causos”, que optou por divulgar em forma de em versos.

Estimulado por alguns amigos, dentre eles o professor Carlos Janduy, homem também ligado ao teatro e à literatura, Lenildo Ramos juntou seus escritos e decidiu lançar seu primeiro livro, intitulado “Poemas & Porquês”.

O lançamento da obra será nesta quinta-feira, dia 8, no Salão de Eventos Jaime Pincho do Sesc Garanhuns e deve ser prestigiado por seus muitos amigos e admiradores.

Sem maiores preocupações estéticas, o radialista faz poesia com jeito de repórter,  registrando suas impressões sobre Ariano Suassuna – a quem homenageia no poema de abertura do livro – a liberdade, a natureza, a vida, as amizades, as lembranças da casa dos avós ou mesmo uma profissão singela como a de palhaço.

Lenildo escreve a “poesia do bem”, combate os vícios, busca a felicidade, canta o homem do Nordeste, repudia as várias formas de guerra e em cada página revela ser um homem otimista e de muita fé no Criador.

A poesia de Lenildo Ramos é leve, simples e boa.

Um bom exemplo do seu trabalho está no poema “O que é um Sorriso”, onde ele define:

Um sorriso é simplesmente um remédio para quem chora
Quem sorri transmite ao outro algo que em poucas horas
Vinha massacrando a alma
Porque o sorriso acalma, recupera a esperança
Torna a gente mais bonito

Quem não ri é esquisito, um ser sem brilho e pequeno...

*A foto de Lenildo e seu livro nos foi gentilmente enviada pelo jornalista Carlos Eugênio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário