Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

domingo, 6 de novembro de 2016

LÁZARO RAMOS RECUSA HOMENAGEM DO SENADO

Ator com prestígio no Brasil e no exterior, Lázaro Ramos recusou a Comenda Abdias Nascimento, conferida todo ano pelo Senado Federal a personalidades que se destacam na promoção da cultura afro-brasileira.
Lázaro reconhece a importância de Abdias Nascimento e respeita sua memória, mas disse que não podia aceitar a homenagem por conta do momento nebuloso que o Brasil vive.
 “Abdias do Nascimento foi um homem que estava na trincheira da luta pelos direitos da população negra e menos assistida do país.
Tem uma história de luta que é referência para todos nós que queremos um país mais igualitário.
Neste momento não me sinto confortável e nem desejoso de nenhuma homenagem pois acho que o momento do país é de conscientização, de organização para compreender em que momento histórico estamos e quais passos precisamos dar para fazer com que a tão sonhada igualdade aconteça um dia de verdade.
Então, por esse motivo, recuso essa homenagem na esperança de que tenhamos consciência de que o importante não é o aplauso pelo que foi feito e sim o próximo passo a ser dado”, escreveu o ator em texto enviado aos representantes do senado.
Abdias Nascimento foi professor, ator, escritor, deputado federal e senador da República, tendo se destacado na defesa das pessoas de cor, num tempo em que no Brasil poucos abraçavam esta causa.

Ele nasceu em Franca, interior de São Paulo, mas fez sua carreira no Rio de Janeiro, onde morreu, em 2011.

*Fotos Google: 1) Ator Lázaro Ramos; 2) Professor e ex-deputado federal Abdias Nascimento.

2 comentários:

  1. José Fernandes Costa6 de novembro de 2016 12:06

    Se essa RESPOSTA de LÁZARO RAMOS fosse ouvida pelos 600 picaretas do Congresso Nacional, já seria um passo para que muitos criassem vergonha... - Tudo isso é extensivo a todos os que acham que o Brasil deve continuar fazendo homenagens nos parlamentos das sacanagens e sem-vergonhices. /.

    ResponderExcluir
  2. tinha que ser o que é.

    ResponderExcluir