Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

DEMISSÃO DE LUCIANO VASQUEZ AGRAVA CRISE NO PSB

A crise no PSB de Pernambuco, detonada a partir das revelações do advogado Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos, se agrava esta semana após a demissão do diretor de relações institucionais de Suape, Luciano Vasquez.

Paulo Câmara demitiu o rapaz de sua equipe por este ter apoiado a candidatura de Raquel Lyra (PSDB), em Caruaru, quando a cúpula do Partido Socialista ficou ao lado de Tony Gel (PMDB).

Se Luciano foi Secretário da Casa Civil, quando João Lyra estava à frente do Governo, também é verdade que é um arraesista histórico, tendo trabalhado com Eduardo Campos, quando os dois eram bem jovens, no segundo governo Arraes, na década de 80.

A ligação de Vasquez com Eduardo, portanto, é do começo da carreira do ex-governador e ele fazia parte, com o hoje deputado Aluísio Lessa e outros jovens imberbes à época, de um grupo de idealistas que eram chamados em tom de brincadeira de “Duduzetes”.

Eduardo Campos cresceu na política e quase todos do grupo ocuparam posições importantes na vida pública, sempre juntos do líder maior.

Agora, com a cisão da família Campos, que já perdeu a vereadora Marília Arraes para o PT e está sendo confrontada por Antônio, vem o ato de retaliação a uma pessoa que milita no PSB há 30 anos, exercendo atualmente o cargo de vice-presidente estadual do Partido Socialista.

Luciano Vasquez saiu do governo “atirando”, conforme registra hoje o jornalista Magno Martins.


 Com a eleição de Eduardo, em 2006, pensávamos que havíamos vencido a velha política e as suas práticas mais nefastas, como a perseguição, a retaliação e o expurgo, mas estão vivas e ativas em Pernambuco. A inexperiência, o amadorismo, a inércia e a falta de diálogo são as marcas efervescentes desse tempo. Recordo o que falou o ex-governador Miguel Arraes: "estão desmanchando com os pés, aquilo que o povo construiu com as mãos". Estão jogando fora, de forma inconsequente, toda a história e legado de Arraes e Eduardo. Na eleição do segundo turno de Caruaru, fiz o que minha consciência determinava, para ter lado! Porém antes, procurei o governador, a deputada Laura Gomes e o companheiro Jorge Gomes que tinham anunciado a neutralidade”, reagiu Luciano.

3 comentários:

  1. TONCA, MEU HERÓI!!! BOTE UM CHAPÉU DE PALHA NA CABEÇA, PEGUE NO SERVIÇO E BOTE O ENGENHO PRA MOER!!! LENHA NESSES FALSOS SOCIALISTAS QUE TÊM O MESMO "PANTIM" DOS PETRALHAS, APESAR DE NÃO ROUBAREM COMO ROUBA A PETEZADA, MAS SÃO TRAÍRAS. LENHA NELES, TONCA!!!

    P.S.: - O PSB do governador da insegurança pública perdeu a noção do rídiculo. Pode isso, Arnaldo. Digo melhor, TONCA?!?!?!

    ResponderExcluir
  2. Falsos Socialistas?

    O Socialismo caracteriza-se justamente por essas brigas internas. Na história ninguém matou tantos Socialistas quantos os próprios Socialistas... Bolcheviques mataram Mencheviques, Stalinistas mataram trotsquistas, Maoístas matavam Marxistas, Castristas perseguem guevaristas, Petistas mataram Celso Daniel....

    ResponderExcluir
  3. Retaliação é a palavra pra tudo isso.

    ResponderExcluir