Festival Viva Dominguinhos

Festival Viva Dominguinhos
A valorização da música regional

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

ARTISTAS DE GARANHUNS TENTAM RECEBER DA PREFEITURA

DO BLOG CENSURA LIVRE:

Um grupo de artistas de Garanhuns esteve reunido ontem pela manhã em frente à prefeitura. O objetivo do encontro foi tentar sensibilizar o prefeito Luiz Carlos quanto à necessidade dos mesmos receberem os cachês dos shows realizados na cidade, ainda durante o último Festival de Inverno. De lá prá cá, já se vão cinco longos meses, sem que a prefeitura cumpra os compromissos assumidos com os artistas, que se sentem prejudicados com o atraso, a falta de consideração e de respeito aos profissionais. 

É bom lembrar que muitos dos artistas que estão cobrando os cachês atrasados tiveram que pagar,  mesmo sem receber, os músicos que com eles tocaram na oportunidade. Apesar da movimentação dos artistas, o grupo não foi recebido por ninguém da prefeitura. Entre os presentes estavam: Zezinho de Garanhuns (foto), Mourinha do forró, Roberto Lima, Fábio Aladim, Léo e Djair. O que se comenta no meio artístico é que apenas alguns "privilegiados" receberam da prefeitura os cachês pelos shows realizados. Um novo encontro dos artistas prejudicados está programado para acontecer semana que vem, novamente em frente ao Palácio Celso Galvão.

NIVALDO TENÓRIO LANÇA LIVRO DE CONTOS

O escritor garanhuense Nivaldo Tenório lança no próximo dia seis de dezembro, às 19h30, no Salão de Eventos do Sesc, o livro de contos “Dias de Febre na Cabeça”. Ele é autor de “A Grande Torre”, de 2002, que reúne histórias num texto francamente influenciado por Guimarães Rosa.

Numa entrevista ao site da Fundarpe, durante o último Festival de Inverno, o escritor dá a entender que busca um estilo próprio, sem “arranhar nos forçados neologismos”.

Nivaldo Tenório sobrevive com o emprego no Corpo de Bombeiros de Pernambuco, trabalhando na unidade de Garanhuns. Mas o que gosta mesmo é de Literatura. É um leitor compulsivo e seletivo, confessando ter uma admiração especial pelo texto sofisticado de três escritores: Jorge Luís Borges, Julio Cortázar e Osman Lins.

“Dias de Febre na Cabeça” está sendo publicado pelo selo u-Carbureto, fundado pelo poeta Helder Herik, o romancista Mário Rodrigues e o próprio Nivaldo.

LULA E O PT NA HORA DA VERDADE

DO JORNALISTA RICARDO KOTSCHO:

"Por que o bloguista inexplicavelmente não conta nada sobre Rosemary e o possível envolvimento do ex-presidente Lula em algumas operações ilícitas? Aonde está a sua imparcialidade de jornalista?", pergunta o leitor Fernando Aleador, em comentário enviado às 04h57 desta sexta-feira.
Tem toda razão o leitor.
Demorei para escrever e dar esta resposta porque, para mim, estes últimos foram os dias mais difíceis da minha já longa carreira, posto que os fatos envolvem não só velhos amigos meus, como é do conhecimento público, mas um projeto político ao qual dediquei boa parte da minha vida.
Simplesmente, não sabia mais o que dizer. Ao mesmo tempo, não podia brigar com os fatos nem aderir à guerra de extermínio de reputações e de desmonte da imagem do ex-presidente Lula e do PT que está em curso nos últimos meses.
A propósito, escrevi no começo de novembro um texto que se mostrou premonitório sob o título "O alvo agora é Lula na guerra sem fim", quando o STF consumou a condenação dos ex-dirigentes do PT José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares.
De uma hora para outra, a começar pelo julgamento do mensalão, até chegar às revelações da Operação Porto Seguro, o que era um projeto vitorioso de resgate da cidadania reconhecido em todo o mundo levou um tiro na testa e foi jogado na sarjeta das iniquidades.
"O que me intriga é saber por que agora, por que assim e por que tamanha insistência. É claro que o esforço para acabar com a corrupção é legítimo e louvável, mas não terminaram recentemente de sangrar o PT até a entrada do necrotério? Quem estaria sedento por mais?", pergunta-se a colunista Barbara Gancia, na edição de hoje da "Folha", e são exatamente estas as respostas que venho procurando para entender o que está acontecendo.
Talvez elas estejam na página A13 do mesmo jornal, em que se lê: "FHC acusa Lula de confundir interesses públicos e privados". Em discurso num evento promovido pelo PSDB no Jóquei Clube de São Paulo, na quinta-feira, o ex-presidente pontificou, mesmo correndo o risco de falar de corda em casa de enforcado:
"Uma coisa é o governo, a coisa pública, outra coisa é a família. A confusão entre seu interesse de família ou seu interesse pessoal com o interesse público leva à corrupção e é o cupim da democracia".
Sem ter o que propor ao eleitorado, após sofrer três derrotas consecutivas nas eleições presidenciais, e perder até mesmo em São Paulo na última disputa municipal, o PSDB e seus alíados na mídia e em outras instituições nacionais agora partem para o vale-tudo na tentativa desesperada de eliminar por outros meios o adversário que não conseguem vencer nas urnas.
Nada disso, porém, exime o ex-presidente Lula e o PT de virem a público para dar explicações à sociedade porque não dá mais para fazer de conta que nada está acontecendo e tudo se resume a uma luta política, que é só dar tempo ao tempo.
A bonita história do partido, que foi fundamental na redemocratização do país, e a dos milhões de militantes que ajudaram a levar o PT ao poder merecem que seus líderes venham a público, não só para responder a FHC e às denúncias sobre a Operação Porto Seguro publicadas diariamente na imprensa, mas para reconhecer os erros cometidos e devolver a esperança a quem acreditou em seu projeto político original, baseado na ética e na igualdade de oportunidades para todos.
Chegou a hora da verdade para Lula e o PT.
É preciso ter a grandeza de vir a público para tratar francamente tanto do caso do mensalão como do esquema de corrupção denunciado pela Operação Porto Seguro, a partir do escritório da Presidência da República em São Paulo, pois não podemos eternamente apenas culpar os adversários pelos males que nos afligem. Isso não resolve.
Mais do que tudo, é urgente apontar novos caminhos para o futuro, algo que a oposição não consegue, até porque não há alternativas ao PT no horizonte partidário, para uma juventude que começa a desacreditar da política e precisa de referências, como eu e minha geração tivemos, na época da luta contra a ditadura.
Conquistamos a democracia e agora precisamos todos zelar por ela.

ANA PAULA - A BANDEIRINHA QUE ENCANTOU O BRASIL

O Campeonato Brasileiro está chegando ao fim. Logo teremos as férias dos jogadores e só no próximo ano a alegria volta aos estádios, com as disputas estaduais.

E já que estamos escrevendo sobre futebol, vamos dar uma canja a ex-bandeirinha Ana Paula Oliveira, uma pioneira como auxiliar dos árbitros e que ajudou a abrir as portas para que outras mulheres pudessem trabalhar na profissão.
Hoje Ana Paula é comentarista esportiva numa emissora de TV em Belo Horizonte e procura estudar, buscando aprender cada vez mais em sua área.
A ex-bandeirinha merece a nossa admiração porque tem procurado evoluir, sem precisar vender a perereca, como a virgem de Santa Catarina. Verdade que pousou nua para a Playboy e participou do reality show A Fazenda, mas também ninguém é de ferro para jogar dinheiro fora, não é mesmo? 
Quem sabe a Paulinha não vai longe como comentarista e um dias nos livra das bobagens do Galvão Bueno...?!

A LONGA AGONIA DO HOSPITAL DOM MOURA

O governador Eduardo Campos sabia há muito tempo que havia algo errado no Hospital Dom Moura. É possível, porém, que o socialista desconfiasse que parte das denúncias contra a unidade de saúde tivessem motivação política. O ex-presidente do PSB de Garanhuns, Ivan Rodrigues, uma vez lamentou que a imprensa da cidade estava sendo pautada por Altamir Pinheiro (Blog Chumbo Grosso), como se as acusações feitas regularmente pelo guerrilheiro contra diretores do HRDM não merecessem crédito. O advogado chegou a dizer a este repórter que a investida contra Emília tinha o objetivo de lhe atingir, dada a amizade dos dois.

Outro grupo, vinculado aos gestores do Hospital, atribuía as críticas e denúncias ao Capital Hudson ou defensores dele, considerado até hoje o melhor diretor que passou pelo Dom Moura, apesar de inúmeras tentativas de acabar com sua imagem.

Na verdade o Altamir tinha e tem razão em muitas coisas, os funcionários que fizeram denúncias anônimas merecem credibilidade e nunca percebi a menor movimentação do Capitão no sentido de desestabilizar os diretores do Hospital.

Eduardo Campos não deu o devido peso às informações da imprensa do interior (os jornalistas da capital se omitiram dessa questão esses anos todos, à exceção de uma ou outra nota do Magno), talvez preferindo dar um crédito de confiança às pessoas que sempre foram fieis politicamente a Miguel Arraes e ele próprio. Assim, sem fatos concretos, com denúncias feitas por funcionários anônimos e com as campanhas políticas no meio das crises (2010 e 2012), o governador protelou o quanto pôde a questão do Dom Moura.

Apenas um dos seus fieis seguidores na cidade, filiado ao PSB de Garanhuns, aconselhou ao governante mudanças na direção da unidade de saúde, diante da gravidade dos fatos que por lá aconteciam. Foi no entanto uma voz isolada na base do Governo e nenhuma decisão foi tomada.

Foi preciso então que  uma empresa prestadora de serviços  do Hospital levasse uma denúncia à Secretaria de Saúde do Estado, para enfim se começar um processo de investigação sério sobre possíveis irregularidades no Dom Moura.

A essa altura muita coisa já se sabe, reveladas pelo próprio delegado encarregado do caso, e outras ainda podem vir à tona, pois por todos os lados pipocam histórias escabrosas envolvendo gente que trabalha na unidade de saúde regional.

O titular deste blog conversou ontem à tarde com uma moça que atuou no Dom Moura durante um tempo. Saiu por não aguentar conviver com "tanta coisa errada". Segundo ela, Emília Pessoa está pagando um preço alto por ter confiado em seus assessores. Na opinião dessa servidora pública a ex-diretora nunca apresentou nem apresenta nenhum sinal de riqueza nessa sua passagem pelo complicado cargo.

Outros, revela a ex-funcionária do Hospital, ostentavam mesmo o enriquecimento rápido e fácil. Iam trabalhar com roupas e sapatos caríssimos, faziam viagens até o exterior, construíram mansões e compraram carros de luxo e nunca procuraram esconder sua rápida ascensão social.

"Muitas dessas pessoas davam ordens e perseguiam humildes funcionários usando o nome da diretora. Chegaram a fazer comunicados antipáticos e falsificar a assinatura", revelou. Ela não isenta Dra. Emília, acredita que ela atraiu a ira dos servidores por sua postura autoritária e arrogante, mas está convencida de que a mesma não se beneficiou de esquemas fraudulentos dentro do hospital na mesma proporção que seus subordinados.

"Tinha casos gritantes. Um dos seus auxiliares tinha esposa fora e quatro amantes trabalhando no hospital. Como ele bancava tudo isso se não fosse com muito dinheiro, já que não é nenhum galã"?, questiona.

Minha fonte reconhece que é difícil para qualquer pessoa administrar o Dom Moura. São quase 600 funcionários e segundo ela poucos deles realmente têm compromisso com o serviço público. A safadeza vai da faxina às enfermarias, começa nos vigilantes e chega nos médicos. Um exemplo: são escalados dois plantonistas por dia. Cada um deve trabalhar 24 horas seguida para então ter um dia todo (ou dois) de descanso. Eles combinam, cada um dá 12 horas de serviços, o que pega a parte da noite aproveita mais para dormir, e recebem como se tivessem trabalhado o dia todo. Existem profissionais que chegam a usar o Hospital Público para descansar da trabalheira que têm em suas clínicas particulares.

Diante de um comportamento desses de médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, dentistas, auxiliares administrativos, maqueiros, vigilantes, copeiras, serventes,  atendentes em geral... Só mesmo um tenente ou capitão da Polícia Militar pra dá jeito, não é mesmo? É o que muita gente pensa.

Particularmente, imagino que o Dom Moura precisa mesmo é de um bom gestor. Alguém que seja da área médica, com capacidade administrativa e sem vínculos políticos. Nesse sentido, me parece que o governador Eduardo Campos e o seu secretário de Saúde, Antônio Carlos Figueira, escolheram a dedo a pessoa que vem substituir Emília. Karla Freitas, a diretora nomeada hoje, tem curso superior de enfermagem, especialização em trabalhos com o SUS e experiência em dirigir um Hospital com o porte desse de Garanhuns. Vem como técnica competente com aval do Governo, não de um deputado que queria solucionar a crise dando um "presente de grego" a Sandoval Cadengue.

Esse argumento de que Eduardo Campos afrontou Garanhuns porque está trazendo alguém de fora é de uma pobreza total. Coisa de mente pequena mesmo. Nosso município tem mais de 130 mil habitantes, é uma cidade cosmopolita, com universidades que atraem professores e estudantes de todas as regiões do país. Pelo nosso comércio mesmo passam diariamente consumidores de centenas de cidades da região e do Nordeste. Chega de provincianismo. De que adianta indicar um gestor de Garanhuns para ficar enrolado em problemas políticos e administrativos? É melhor alguém neutro, com capacidade de gestão e que tenha condições de pôr ordem na casa.

Quem sabe após essa longa e lenta agonia o Hospital Dom Moura entra num novo ritmo. Vai depender muito da nova diretora, mas não só dela. Todos deviam se conscientizar da importância dessa unidade de saúde para a cidade, o Agreste e Pernambuco e esquecer pelo menos por um segundo seus interesses pessoais.

Médicos, enfermeiros, auxiliares, dentistas, serventes, funcionários do HRDM em Geral, por que não se unirem todos por uma causa maior? Por Garanhuns, para tirar o Dom Moura das páginas policiais e transformá-lo numa referência em Pernambuco na área de saúde. Sabemos que existem problemas estruturais, que os salários são baixos, o ambiente é pesado... Sim, tudo isso é verdade. Mas qualquer um escolhido para gestor vai trabalhar com isso. E o líder, o bom administrador, é exatamente aquele em condições de superar condições difíceis. 

Assim, é precipitado julgar quem ainda não assumiu. Formar opinião sobre quem não se conhece. Se Karla Freitas se preparou para trabalhar como gestora de saúde, se tem currículo, se o governador e o secretário confiam nela, vamos também dar-lhe um crédito. Se ela errar será mais uma a sofrer nas mãos do Dom Moura, caso acerte será bom para o Hospital e para a cidade.

Começa uma nova história a partir de hoje. O que passou, é página virada, embora a polícia continue trabalhando e um dos promotores públicos já tenha até admitido pedir a prisão de algum dos indiciados pela irregularidades cometidas.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

EDUARDO MUDA DIREÇÃO DO HOSPITAL DOM MOURA

O Hospital Regional Dom Moura de Garanhuns terá nova direção a partir de amanhã. A odontóloga Emília Pessoa será exonerada, a pedido, em ato publicado no Diário Oficial do Estado. No seu lugar assume Karla Freitas Nogueira, enfermeira com especialização no SUS pela Fiocruz, que há 14 meses dirigia o Hospital Emília Câmara, em Afogados da Ingazeira, no Sertão.

A Secretaria de Saúde e o Governo do Estado resolveram não esperar mais a conclusão do inquérito policial, como pregavam numa nota curta divulgada ontem com a imprensa, optando por agir rápido para estancar a crise e a repercussão negativa dos fatos em todo o interior e na capital. No texto divulgado hoje, os representantes do Governo elogiam o trabalho da polícia e lembram que a iniciativa das investigações partiu da própria Secretaria de Defesa Social do Estado.

Embora o governador Eduardo Campos (PSB) nunca tenha se pronunciado nessa história do Dom Moura - que não começou ontem - é lógico que a decisão final de agir rápido e mudar a direção geral da unidade de saúde foi do socialista. (Na foto o governador quando inaugurou a UTI do Hospital Regional de Garanhuns).

Confira na íntegra a Nota do Governo de Pernambuco:

A Secretaria Estadual de Saúde enaltece o trabalho de investigação realizado no Hospital Regional Dom Moura, em Garanhuns, pela Polícia Civil de Pernambuco. O inquérito foi iniciado a partir de denúncia feita pelo secretário de saúde, Antonio Carlos Figueira, ao secretário de Defesa Social, Wilson Damásio, por meio do ofício 591/2012, protocolado na SDS em 4 de julho de 2012.

A suspeita de possíveis irregularidades surgiu a partir do envio à SES, por parte de uma empresa prestadora de serviços ao Dom Moura, de um ofício cobrando o pagamento de R$ 10 mil reais, distribuídos em duas notas fiscais.  A SES, no entanto, constatou que esse pagamento já havia sido efetivado. E que os cheques apresentados pela prestação de contas do hospital divergiam dos cheques sacados no banco. Todo o volume de documentos foi entregue à SDS, assim como eventuais esclarecimentos foram feitos ao delegado responsável pelo inquérito, que correu em segredo para que as investigações não fossem atrapalhadas.
Sobre os envolvidos no caso, a SES esclarece que adotou todas as providências dentro da legalidade: A diretora da unidade, Maria Emília Pessoa, será exonerada do cargo, a pedido, com publicação do ato na edição de amanhã do Diario oficial do Estado; Lucio Ferreira Duarte Neto, que atuava como assistente administrativo, já havia sido exonerado desde 26 de outubro de 2012; Maria Lúcia Cordeiro de Lima, que era uma funcionária terceirizada, atuando no apoio administrativo, já foi desligada do hospital; e Maria Veridiana Albuquerque da Silva Araújo, que é servidora concursada do hospital, foi dispensada da função gratificada de apoio administrativo no dia 30/10/2012. Por se tratar de uma servidora, a SES já solicitou a abertura de processo administrativo disciplinar contra Maria Veridiana. Já Marcone Souto de Araújo, também indiciado no inquérito, não possui qualquer vínculo com o hospital.
A partir de amanhã, com publicação da nomeação no Diário Oficial, o Dom Moura terá nova direção. Responderá pela direção-geral Karla Freitas Nogueira, enfermeira com especialização em gestão do SUS pela Fiocruz, e que há 14 meses vinha comandando o Hospital Regional Emília Câmara, em Afogados da Ingazeira, depois de ter atuado na Gerência-Geral de Assistência à Saúde da SES, no Recife.
Por fim, a SES vem a público esclarecer que o caso não prejudicou a assistência prestada pelo hospital à população e que os serviços oferecidos pela unidade, referência para 21 municípios do Agreste, com mais de 13 mil pessoas atendidas por mês, permanecem em pleno funcionamento. E ainda que as irregularidades não representam o corpo de 580 funcionários do Hospital, tampouco a gestão estadual, pautados pela responsabilidade, legalidade, transparência na administração dos recursos públicos e compromisso com os usuários do SUS.

A SAÚDE NO GOVERNO ZÉ TEIXEIRA


Muitos prefeitos do Agreste Meridional não conseguiram se reeleger. O povo preferiu a mudança em Garanhuns, Lajedo, Caetés, Brejão e muitas outras cidades.

Em Paranatama, porém, o prefeito José Teixeira conseguiu uma reeleição tranquila, batendo por larga diferença sua adversária. Isso aconteceu porque o gestor soube trabalhar, atuando junto ao homem do campo, na educação e sobretudo na saúde.

O município é um modelo nesta área, onde os servidores se desdobram até 24 horas para atender à população. Programas como o Mãe Coruja e projetos no setor de Odontologia funcionam em Paranatama de um modo exemplar.

A partir do próximo ano, José Teixeira irá continuar investindo na saúde e outras área, oferecendo melhor qualidade de vida ao seu povo.

IZAÍAS GARANTE R$ 18 MILHÕES PARA SANEAMENTO

O deputado e prefeito eleito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), esteve ontem com o presidente da Compesa, Roberto Tavares. O petebista saiu da audiência feliz da vida, porque garantiu recursos da ordem de R$ 18.400.000,00 para realizar obras de saneamento em diversos bairros de Garanhuns. Até as áreas que serão contempladas já estão definidas, caso de Heliópolis, Novo Heliópolis, Massaranduba, Parque Fênix e Mãe Rainha.

Izaías disse que o processo de licitação para as obras será feito em janeiro e a ordem de serviço pode ser dada pelo governador já no mês de fevereiro ou em março, se o carnaval atrapalhar.

O novo prefeito não quer parar por aí. Ele revelou disposição de ir atrás de recursos da Funasa, Bird e outras instituições para conseguir dinheiro suficiente para deixar Garanhuns 100% saneada. "Vamos lutar para concretizar esse sonho ainda nos quatro anos do meu governo", anunciou.

Junto ao presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento,  Izaías conseguiu ainda a garantia de que será recuperada a Estação de Tratamento da Cohab I, que hoje apresenta problemas e a construção de uma adutora que leve água da Compesa a Bom Gosto/Nestlé. "Temos de dar esse apoio a uma das nossas mais importantes indústrias, que assim poderá se desenvolver mais dentro do município", justificou o deputado.

SAMPAINHO ACUSA ARMANDO DE COMPRA DE VOTOS

A “arenga eleitoral” em Caetés, depois da campanha, foi parar na Folha de Pernambuco. Reportagem publicada no jornal da capital informa que o candidato que venceu a eleição, Armando Duarte (PTB), está sendo alvo de investigação judicial por suposta compra de votos.

“A coligação Frente Popular de Caetés, do adversário Sampainho (PSB), juntamente com o diretório do PSB local, entrou com representação na 130º Zona Eleitoral do município pedindo a cassação do mandato do petebista, além de sua inelegibilidade por oito anos. A ação ainda pede a aplicação de multa ao prefeito eleito e ao vice, Severino Gordo (PSDB). Outras três pessoas são alvos da apuração”, relata a Folha. 

O jornal informa que coligação Frente Popular apurou a suposta compra de votos em diversas localidades do município. Um interlocutor gravou várias conversas com eleitores que narraram episódios do esquema. A troca de sufrágio teria sido feita por favores, como a distribuição de materiais de construção, promessas de emprego e pagamento de dinheiro em espécie. Foram ouvidos moradores de Macambira, Sítio da Malhada do Arara e Várzea das Vacas. Segundo o advogado da coligação, Flávio Leal, o prefeito eleito já foi notificado e apresentou defesa. A próxima eta­pa é realizar uma audiência para ouvir as testemunhas.  

”Os candidatos a vereador Marozan Oliveira (PSL), José Arnaldo (PSDB) e Josilene Bezerra (PSDB) também foram citados pelas testemunhas. Uma das testemunhas afirma que recebeu R$ 200 para votar no prefeito eleito. “(Ele) deu R$ 200 a eu, Armando deu a eu “(sic), diz uma  moradora de Macambira. Outra eleitora, da comunidade do Sítio da Malhada, narra que sua cunhada votou na candidata Josilene, conhecida como Lena. Em troca, ela teria pedido tijolos para ajudar na construção de uma casa”, informa ainda a reportagem. 

O senador Armando Monteiro, presidente estadual do PTB, evitou analisar a situação antes de se inteirar completamente sobre as denúncias. “Vamos ver se tem respaldo ou se isso é um mero reflexo do processo eleitoral. Porque depois da eleição, surgem muitos casos como este”, explicou.

GOVERNO LANÇA PRÊMIO PERNAMBUCO DE LITERATURA

O Governo acaba de tomar uma iniciativa que vai estimular os que escrevem romances, contos e poesias no Estado. Está sendo criado o Prêmio Pernambuco de Literatura, numa parceria da Secretaria de Cultura, CEPE e Fundarpe. Os organizadores explicam que o concurso vai atender uma demanda da classe por um prêmio no âmbito estadual”.

Os prêmios serão entregues por gênero e por regiões de Pernambuco. Serão escolhidas as melhores obras de poesia, conto e romance, de escritores da Região Metropolitana, Zona da Mata, Sertão e Agreste do Estado. Haverá ainda um prêmio extra para “Melhor Livro Inédito”.

Segundo Wellington de Melo, coordenador de Literatura da Secretaria de Cultura, a ideia é garantir que cada região deixe transparecer sua vocação. “Há diversas dicções vibrando em cada canto do estado, algumas regiões têm uma poesia mais consolidada, outras uma prosa marcante, por exemplo. Esse prêmio é, sem dúvida, uma conquista para os escritores”, afirma.

As inscrições podem ser feitas a partir de amanhã,  30 de novembro, até  30 de janeiro de 2013. Os candidatos podem se dirigir pessoalmente a Cepe (rua Coelho Leite, 530, Santo Amaro – Recife) ou optar pelos Correios (via Sedex), entregando quatro cópias de sua obra, formatadas de acordo com as regras presentes no edital. A seleção será feita entre 31 de janeiro e 14 de abril, quando devem ser anunciados os cinco vencedores, entre os quais, um deles receberá o prêmio de R$ 20 mil (livro inédito) e os outros quatro receberão R$ 5 mil (por região). Além do prêmio em dinheiro, todas as obras serão publicadas pela Cepe, ampliando a política editorial do Estado.

Outras informações pelo telefone (81) 3184.3166 ou 3183.2700 ou no sitewww.cepe.com.br.
O edital e seus anexos estão disponíveis no site www.fundarpe.pe.gov.br ou diretamente no link http://www.fundarpe.pe.gov.br/governo-do-estado-lanca-o-1-premio-pernambuco-de-literatura.

Boa proposta do Governo, que já podia ter sido apresentada há muito tempo. Apesar da internet e tantas coisas que surgiram nos últimos tempos, o livro e a literatura são indispensáveis na formação dos jovens e de pessoas de todas as idades. A poesia, o conto e o romance podem oferecer prazer estético, trazer informação em diversas áreas e contribuir com a formação de valores humanos, criando verdadeiros cidadãos. É possível que com a criação desse Prêmio sejam revelados novos talentos literários, pessoas que às vezes estão "escondidas" no Sertão ou Agreste por falta de oportunidades.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

GOVERNO SE POSICIONA SOBRE O CASO DOM MOURA

A entrevista do delegado Altemar Mamedes Leite, na Rádio Jornal, e a divulgação dos fatos que estão ocorrendo no Hospital Regional Dom Moura em vários blogs da cidade e região, levaram a Secretaria Estadual de Saúde a enviar uma nota às redações se pronunciando sobre o caso.  

Em nome do Governo do Estado, a Secretaria informa que aguarda a conclusão do inquérito policial para adotar as providências necessárias. E avisa que não compactua com qualquer irregularidade.

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA:

A Secretaria Estadual de Saúde informa que aguarda a conclusão do inquérito sobre possíveis irregularidades cometidas por alguns funcionários do Hospital Dom Moura para só então adotar as providências cabíveis. A SES se coloca, ainda, à disposição da Polícia Civil, assim como das demais autoridades competentes, para colaborar com a investigação. De antemão, a Secretaria ressalta que não compactua com qualquer irregularidade administrativa e se pauta pela responsabilidade, legalidade e transparência na gestão dos recursos públicos.  

Secretaria de Saúde - Governo do Estado de Pernambuco

HOSPITAL DOM MOURA VIRA CASO DE POLÍCIA

Há tempos sendo alvos de denúncias anônimas, insinuações e suspeitas, o Hospital Regional Dom Moura agora virou definitivamente um caso de polícia. Hoje o delegado Altemar Mamedes Leite, designado pelo Secretário de Segurança do Estado, Wilson Damásio, para investigar irregularidades na unidade de saúde, foi entrevistado pelo Radialista Eduardo Peixoto, da Rádio Jornal e fez graves revelações.

O policial informou que o inquérito instalado para investigar uma denúncia feita por uma empresa prestadora de serviço já está em fase de conclusão. Ele antecipou que cinco pessoas ligadas ao Hospital estão envolvidas em vários tipos de crime, como formação de quadrilha, falsidade ideológica, peculato, fraude em licitações e ameaças.

O delegado Altemar Leite citou inclusive  os nomes das pessoas indiciadas e que terão de prestar depoimentos: Maria Emília, Maria Veridiana, Lúcio Duarte, Maria Lúcia e Marcone. Os trabalhos de Altemar Mamedes vêm sendo feito há três meses e ele tem inclusive gravações comprometendo os suspeitos.

Diante das evidências reveladas pelo policial, Eduardo Peixoto perguntou se os funcionários seriam demitidos. "A exoneração é uma questão administrativa", ponderou, deixando claro que cabe a si apurar os crimes, cabendo ao Poder Executivo tomar as medidas complementares.

A entrevista teve grande repercussão na cidade, com intensa participação dos ouvintes, que procuravam se inteirar das coisas com relação ao Dom Moura.

DIRETORA NELMA DECIDE VOTAR EM AUDÁLIO

Eleita vereadora de Garanhuns pelo PR com 2.160 votos, a Diretora Nelma, participa ativamente das articulações da escolha da Mesa Diretora da Câmara Municipal e já decidiu o seu voto. Ela optou por votar em Audálio Ramos (PSDC), tendo levado em conta sua experiência e o fato dele ter apoiado o prefeito Izaías Régis desde o primeiro momento. “Os outros são bons candidatos também, mas acredito que Audálio está mais afinado com esse momento de mudanças no município”, afirmou a representante do Partido da República. 

Além de ter sido uma das revelações da eleição de outubro, Nelma vem se destacando pela sua movimentação depois da vitória. Já esteve com o deputado federal Inocêncio Oliveira e o Secretário de Turismo do Estado, Alberto Feitosa, correndo atrás de recursos e ações que beneficiem Garanhuns e o prefeito eleito, Izaias Régis.

EDMILSON ANUNCIA SECRETÁRIOS NO DIA DA POSSE

O prefeito eleito de Correntes, Edmilson da Bahia (PSB), tranquiliza seus eleitores informando que já foi comunicado pela Justiça Eleitoral sobre sua diplomação, no dia 19, às 10h da manhã. O socialista já escolheu sua equipe de governo e os nomes serão anunciados no dia da posse, em 1º de janeiro de 2013.

Após três tentativas de chegar à prefeitura, sempre sendo bem votado, Edmilson venceu a eleição de 7 de outubro por apenas um voto de diferença, enfrentando o prefeito Nivaldo Lúcio Júnior, que tentava a reeleição.

No dia da festa de sua vitória, em Correntes, aconteceu uma briga no palco em que se apresentava uma banda de forró. A confusão foi generalizada e pegou mal na região. O prefeito eleito, no entanto, minimizou os fatos e acredita que os perdedores tentaram tirar proveito da situação.

Recentemente, o prefeito Lúcio Júnior denunciou irregularidades na eleição de Edmilson, fato prontamente contestado pelo socialista.

Na verdade quem perde uma eleição, ainda mais por uma quantidade mínima de votos, demora a absorver a derrota.

Quem venceu tomará posse e nos resta torcer que procure se assessorar bem e faça um bom trabalho. O eleitorado que apostou na mudança certamente será exigente.

A CAMPANHA EM CAETÉS AINDA NÃO ACABOU

Em Caetés a eleição foi muito apertada e talvez por isso os palanques ainda não foram desarmados. Sampainho (PSB), que foi derrotado por Armando Duarte (PTB) está acusando o petebista de ter abusado de poder econômico durante a campanha. O prefeito eleito garante que fez política com poucos recursos, até porque quem estava no poder era o socialista. O vice Severino Gordo bate na mesma tecla, assegura que a vitória foi limpa, conquistada por conta do desejo de mudança da população. "Eles agora andam pelos sítios intimidando as pessoas e gravando conversas, quando deviam acatar a vontade dos eleitores", recomenda.


MOMENTO CULTURAL EMOCIONA GARANHUENSES



O Centro Cultural Alfredo Cavalcanti ficou pequeno, no último domingo, para abrigar o público numeroso que foi prestigiar o XII Momento Cultural, promovido pelo Colégio Santa Joana Darc. Estavam presentes os estudantes, os pais dos alunos, autoridades, radialistas, blogueiros e a comunidade em geral.

O evento emocionou o público a cada apresentação e muitos não conseguiram conter as lágrimas, ao mesmo tempo em que aplaudiam com entusiasmo. Os estudantes do Santa Joana mostraram nas apresentações o quanto é bela Garanhuns, que foi cantada e homenageada a cada instante.

A diretora do educandário, professora Maria Almeida, explicou porque o tema do Momento Cultural deste ano foi voltada para a terra das Sete Colinas. “É preciso observar Garanhuns com um olhar futurista e promissor. É preciso que façamos a nossa parte e não esperemos apenas pelos governantes”, observou agradecendo a todos que participaram do evento.

RAQUEL É TETRACAMPEÃ EM JUDÔ

A judoca garanhuense Raquel Ingrid escreve o seu nome mais uma vez no esporte nacional. A atleta  da cidade sagrou-se Tetracampeã Brasileira das Ligas de Judô. A conquista foi obtida na 12ª edição do Campeonato das Ligas de Judô, realizado na cidade de São José-SC. Pela primeira vez na história, o estado de Pernambuco conquistou o título de Campeão Brasileiro das Ligas de Judô. 

Além de Raquel, a equipe da Associação Carlos Tevano (ACT), foi fundamental na conquista do título por Pernambuco. Contando com a participação de 10 atletas, que juntos obtiveram 11 medalhas, sendo 8 ouros, 2 pratas e 1 bronze. Destaque para a revelação, Carlos Magno Dourado, jovem judoca que integra o Programa Prefeitura Presente. 

Confira os resultados dos Judocas locais em Santa Catarina: 

Miguel Arcanjo - Campeão Campeonato Brasileirinho Rafael D'Lucca - Campeão Campeonato Brasileirinho Carlos Tevano Filho - Campeão Campeonato Brasileirinho Carlos Magno Donato - 5º Colocado Categoria Pré-Juvenil - 40Kg Milena Brasil - 3º Colocada Categoria Pré-Juvenil - 58Kg Raquel Ingrid - Campeã categoria Juvenil - 57kg Gyslanio Santos - Campeão Categoria Juvenil - 73kg Mylla Cristian - Campeã Categoria Junior - 57Kg Silas Souza Silva - Campeão Categoria Junior - 90Kg Gyslanio Santos - Vice Campeão Categoria Junior - 73Kg Raquel Ingrid - Vice campeã Categoria Sênior - 57Kg Carlos Tevano - Campeão Categoria Master -81Kg

GOVERNADOR ENTREGA OBRAS CONTRA A SECA

Prefeitos de mais de 40 municípios de Pernambuco estão sendo convidados para um encontro com  o governador Eduardo Campos (PSB), nesta quarta-feira, às 15h, na cidade de Sanharó. Na oportunidade o socialista vai fazer a entrega da primeira Cisterna Calçadão, construída dentro do Programa Pernambuco Mais Produtivo, numa parceria dos governos estadual e federal.

O Pernambuco Mais Produtivo contempla a construção de 15,5 mil cisternas calçadão com investimento da ordem de R$ 165 milhões do Governo Federal com a contrapartida do Estado de R$ 24 milhões. A iniciativa vai beneficiar 85 mil pessoas de 87 municípios pernambucanos - 40 do Sertão e 47 do Agreste. O município de Sanharó será contemplado com a implementação de 150 cisternas calçadão, além de 1.061 cisternas de 16 mil litros, por meio do novo convênio firmado entre MDS e ProRural.

Durante a programação, o governador entregará certificado de instrutora para a agricultora que capacitou 20 pedreiros (as) na localidade. Outra agricultora e um jovem, capacitados no mesmo curso receberão certificado. Eduardo Campos também anunciará o depósito da terceira e última parcela de contrapartida do Estado para o programa.

O assessor político de Eduardo Campos no Agreste Meridional, Paulo Lins, está mantendo os contatos com os prefeitos da região. Garanhuns, Bom Conselho, São Bento do Una, Lajedo, Capoeiras, Caetés, Águas Belas, Canhotinho, Jucati, Paranatama e Jupi estão entre os municípios que estarão presentes através dos seus prefeitos ou representantes.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

CARUARU AMPLIA O SHOPPING DIFUSORA

Caruaru tem o Shopping Norte e o Difusora. Este último está inaugurando uma ampliação, neste final de novembro, com mais 30 lojas, nova praça de alimentação e quatro cinemas. Foram investidos no Centro Comercial R$ 15 milhões. Quanto ao Shopping Garanhuns continua sendo tocado a passos de tartaruga. Tem gente na cidade que acredita mais em Papai Noel do que na concretização dessa obra. Como diria o Marcos Cardoso: "Por aqui só lembranças..." (Na foto do Blog do Jornal Vanguarda o Shopping Difusora de Caruaru).

SOCIALISTA ACHA DIFÍCIL SANDOVAL NO DOM MOURA

Um socialista de Garanhuns acha difícil que o prefeito de Brejão, Sandoval Cadengue (PSB), que está deixando o cargo no final do ano, assuma a direção do Hospital Regional Dom Moura. Segundo essa fonte é mais provável que no caso de mudanças, na unidade de saúde, assuma uma pessoa de perfil técnico, pois a nomeação de um político poderia não ser bem aceita pela classe médica e a população em geral. Na opinião do integrante local do PSB o deputado que está tentando esta indicação não conseguirá emplacar a nomeação. "Sandoval só iria se queimar nessa função", acredita.

DUDU CONSEGUE ESCOLA PARA MANIÇOBA

O prefeito Dudu (PR) não foi reeleito, mas deixa o município numa situação boa de administrar. Não vão ficar dívidas maiores para sua sucessora e diversos projetos estão prontos e aprovados, alguns já com recursos em caixa. Neide Reino (PSB) poderá dar continuidade a essas ações. Além do dinheiro para compra de ônibus e equipamentos para as escolas, a Secretaria de Educação deixa aprovado junto ao MEC o projeto de construção de uma nova escola no povoado Maniçoba. Esse educandário foi um dos compromissos do atual prefeito, na campanha de 2008, que não foi possível concretizar dentro dos quatro anos, porém fica tudo certo para a nova gestão.

NEIDE REINO ESCOLHE SECRETÁRIA DE FINANÇAS

A prefeita eleita de Capoeiras, Neide Reino (PSB), está livre de qualquer problema jurídico para assumir o cargo, no dia 1º de janeiro e por isso já começou a escolher o seu secretariado. Um nome já definido pela socialista é o da área de Finanças. O cargo será exercido pela contadora Flávia Reino, sua sobrinha, filha de Maria, que trabalha como professora no município há muitos anos.

Flávia trabalha na Universidade Federal Rural de Pernambuco e será solicitada por Neide para ficar à disposição da prefeitura de Capoeiras. A futura governante disse que o Ministério Público não recorreu da decisão monocrática do ministro Marco Aurélio e a questão não vai a plenário. Por isso ela não tem mais impedimento e será diplomada pela Justiça Eleitoral e tomará posse.

Outros secretários já estão definidos, mas por enquanto a prefeita eleita prefere não adiantar. (Na foto a futura secretária Flávia e a filha).

A SÓLIDA ALIANÇA ENTRE ARMANDO E IZAÍAS

O deputado e prefeito eleito Izaías Régis (PTB) costuma ser fiel aos seus amigos. Aqui na cidade, um grupo de pessoas que o acompanha há muitos anos costuma ser hostilizado por setores elitistas. Gente que só queria ver, talvez, o parlamentar andando com “gente bem nascida”. O petebista não dá bola para quem critica seus assessores e costuma justificar: “Esse pessoal estava comigo quando eu era um simples comerciante, por que vou abandoná-los agora?”

E Izaías obteve uma vitória estrondosa na eleição de prefeito, tendo ao seu lado os “velhos” companheiros como Cacau, Ary,  Marcone,  Vando, Carlinhos, Macambira, Paulinho, Méviton,  Roberto Ivo e outros.

Se o deputado é correto com essa turma, imagine você, amigo leitor, a fidelidade do futuro prefeito de Garanhuns ao senador Armando Monteiro. Foi graças ao presidente estadual do PTB, que começou a apoiá-lo lá atrás, que o empresário de porte médio entrou na política e cresceu. Foi o único do município a ter três mandatos consecutivos de deputado e obteve em 2012 a maior vitória eleitoral de um candidato em Garanhuns.

Armando e Izaías não são simples aliados políticos. São como irmãos. O senador, outro dia, disse que mesmo sem ter idade para ser pai do deputado garanhuense o tem na conta de um filho.

O senador tem planos de ser governador de Pernambuco. Por conta deste projeto, jogou tudo na campanha política de Garanhuns, cidade que considera estratégica para 2014.

Na campanha eleitoral Armando Monteiro veio várias vezes à cidade, plantou assessores junto do candidato e foi o principal articulador da aliança com o ex-prefeito Silvino Andrade. O líder petebista foi, literalmente, o principal “pai” da vitória de Izaías.

O prefeito eleito aceitou a colaboração do senador na campanha e quando foi eleito o procurou já no primeiro momento para discutir com o seu “guru” a formação da nova equipe de governo. A maioria dos secretários é uma escolha pessoal de Izaías, mas pelo menos em duas pastas – Finanças e Planejamento – a nomeação pode ser feita atendendo indicações de Armando.

O pré-candidato a governador vai ajudar Garanhuns de todas as formas possíveis. Estará unido ao prefeito para fazer da Suíça Pernambucana uma “vitrine” no Estado, e quem sabe da terra de Simoa Gomes sairá o grito capaz de impulsionar a candidatura de Armando Monteiro, um político sério, com todas as condições de suceder Eduardo Campos no Palácio das Princesas.

A influência do líder petebista na política de Garanhuns, a sua amizade e a estreita aliança com Izaías Régis, só podem trazer benefícios para  o município.

Assim como o petebista deve muito do sucesso da campanha ao senador da República, pode fazer um governo inovador, com muitas realizações, graças ao empenho e ao poder de articulação de Armando.

Izaías e Armando, juntos, podem levar Garanhuns bem mais longe. O município poderá crescer e começar a ser uma referência no interior de Pernambuco e do Nordeste.
É nisso que estamos acreditamos. Devemos torcer por esse projeto. Por Garanhuns e pelo seu povo.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

A MATEMÁTICA E O MELHOR JOGADOR DO BRASIL

De Gustavo Krause no Blog do Torcedor:

Amigo torcedor, amigo secador (crédito para autoria de Xico Sá), aos quais acrescento por conta e risco, corneteiros, ondeiros profissionais, fofoqueiros, cafajestes digitais, aconteceu o indesejável para vocês: o Náutico permanece na série A do campeonato brasileiro de 2013. Uma sentença imutável da matemática; um prêmio ao mérito respaldado na contratação do melhor jogador do Brasil que, mais adiante, revelo o nome.

Noves fora a babaquice de comemorar o “fico” antes da certeza matemática (e não é a primeira vez, ano passado foi assim, e eu espero que a lição não passe em branco), os números da probabilidade estatística sempre estiveram a nosso favor.

Porém, o futebol tem várias lógicas: a lógica do mérito que deveria ser soberana e não é. Tem a lógica do imponderável (o montinho artilheiro); tem a lógica da onipotência, da oniciência, monopólio da cambada de árbitros a serviço dos times poderosos e cada vez mais impunes; tem a lógica transcendental, metafísica, operada por satanás nos detalhes e pela ação inexplicável dos personagens de Nelson Rodrigues, Sobrenatural de Almeida e Gravatinha.

Esta confluência de “lógicas”, contaminada pela emoção devastadora do espetáculo do futebol que faz rir, chorar, agredir, abraçar, gritar, submergir em profundo silêncio e, no limite, morrer por explosão cardíaca, é o que me leva a afirmar com inabalável convicção: a mais complexa, a mais imprevisível, a mais arriscada empreitada que me foi dada a conhecer e viver, foi a gestão de um Clube de Futebol. 

Não entrarei em detalhes para não fugir do tema central do texto. No entanto, merece destaque uma peculiaridade na gestão clubística: todos, cartolas e jogadores, são julgados severamente, em média, duas vezes por semana. Não conheço atividade tão exposta e vulnerável. As glórias transformam-se, logo, logo, em relíquias de museu; as derrotas permanecem vivas, falantes com a voz lúgubre de uma consciência impiedosa.

Agora, vamos à permanência do Náutico na série A. Dez em dez analistas, não tinham dúvidas: era um time marcado para morrer. Previsão nada genial. Aliás, nesta competição entre desiguais e, sob a batuta de espertos personagens, o ano começou com uma certeza Náutico, Ponte Preta, Portuguesa, Figueirense, Atlético de Goiás, e mais, remotamente, Coritiba e Sport, fariam o campeonato da morte. Uma surpresa: o Palmeiras (a imprensa nacional pariu um rolo de arame farpado). Uma certeza: o Flamengo seria protegido como foi e ficaria salvo. Portanto, nenhuma novidade.

Senhores torcedores, secadores etc..., foi um ano inteiro de tensão. Noites mal dormidas. Taquicardia. Apreensão. Para a imensa torcida, o jogo termina quando o juiz aponta para o meio do gramado. Para os que têm a responsabilidade de dirigir, recomeça outro jogo. É um nunca acabar. E desta vez, permanecer na primeira divisão tem vários significados, entre eles, o mais concreto que é manter, em dia, todos os acertos com passivos históricos e chegar, se Deus quiser, para jogar na Arena Pernambuco de cabeça erguida e com um time competitivo. 

Acreditem, vi e vivi de perto a entrega dos dirigentes. A ansiedade, a angústia, o drama da incerteza, tudo, felizmente recompensado no dia 25 de novembro de 2012 na batalha de Pituaçu. Um time mutilado. Contra a respeitável tradição baiana e o eco de 40 mil vozes. E aí vale um comentário: o menor orçamento e um dos mais reduzidos elencos do campeonato foi superado por um time organizado em campo que privilegiou o futebol coletivo e, à exceção de três ou quatro jogos, suou e honrou a camisa, foi valente, brioso, raça, muita raça, o que supriu deficiências individuais. É preciso valorizar a permanência o que não é uma conquista simples. Não apenas neste quadro de adversidades, mas sendo vergonhosamente garfado contra o Inter, contra o Atlético Mineiro, contra o Vasco, contra o Fluminense e o Flamengo (escândalos).

Agora, a contratação do melhor do jogador do Brasil e o mais importante para nossa conquista: SALÁRIOS EM DIA. Esta renovação de contrato e reafirmação de compromisso são peças-chave para qualquer planejamento. E se define esta “contratação” a partir do tamanho da receita. Presidente, mão de ferro! Não abra como não abriu este ano. Nada de pressa. Nem ansiedade. O sucesso traz o paradoxo de valorização e do aumento de gastos. Todos foram e são importantes, menos para comprometer o equilíbrio orçamentário. Espero que esta semana os “donos do dinheiro” não mais adie a conversa sobre a renovação do nosso contrato. 

Abrindo parêntesis: a Caixa Econômica patrocinará o Corinthians no valor 31 milhões com surpreendente comentário favorável do meu respeitável amigo Juca Kfouri; o Flamengo sugou anos a fio a Petrobras que, depois das estripulias lulistas, está valendo menos do que empresa de cerveja; o Vasco mamou por muito tempo nas tetas da Eletrobras, tudo como o meu, o seu, o nosso dinheirinho porque são empresas públicas ou sociedades de economia mista. Pergunta se estes Clubes apresentaram o SICAF ao burocratas. Uma vergonha!!! Fechando parêntesis. 

A verdade é que 2010 por caminhos dolorosos, 2011 e 2012 por caminhos mais seguros ensinaram bastante.

Para finalizar, uma súplica do fã: cala boca Kiezinha!


(Gustavo Krause é ex-prefeito de Recife, ex-governador de Pernambuco e conselheiro do Clube Náutico Capibaribe).

ESCOLA SÃO JOSÉ ESTÁ ENTRE AS MELHORES DE PE


A Escola São José como é hoje

Quem entra hoje na Escola São José de Garanhuns nem imagina que há cerca de dez anos, ela ameaçava fechar devido a graves problemas estruturais no prédio onde funciona. Os problemas eram muitos, salas com o teto desabado, telhado ameaçado pelos cupins, paredes sem o reboco, pátio sem pavimento. A maior dificuldade era que por ser um prédio alugado, o governo não poderia reformar. Então o que fazer?  A palavra é simples – mobilização – mas deu muito trabalho. O recomeço veio a partir do ano de 2002 quando a Professora Maria Jisleide Gomes assumiu a gestão tendo a professora Maria José Melo como gestora adjunta e que em 2006 assumiu a gestão permanecendo até hoje.  Governo, gestores, professores, servidores, pais e alunos se movimentaram para mudar essa realidade. O Governo do Estado fez todo o retelhamento do prédio, mudou a rede elétrica e a reconstrução da cozinha, sala os professores e sala de gestão. O jardim, os bancos,  o piso do pátio vieram por meio das parcerias firmadas pela gestora com a comunidade escolar. E aos poucos, surgia uma nova escola.   

Antes da reforma, a Escola sofria com a perda de alunos, ninguém queria viver em um ambiente como aquele, os menos de 400 alunos da época transformaram-se em 900 nos dias atuais.  Mas a maior mudança não foi estrutural e sim na aprendizagem, junto com o novo ambiente surgiram funcionários, professores e alunos mais motivados e consequentemente mais aplicados. Hoje a Escola São José estampa com orgulho a nota 4,9 alcançada no último IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (2011), esta seria a meta que a Escola deveria alcançar apenas em 2015. Essa nota deixa a Escola em primeiro lugar em Garanhuns e região entre as escolas regulares e nono lugar em Pernambuco, perdendo apenas para escolas de aplicação ou de referência. Vale salientar que há cinco anos a escola se mantém nos primeiros lugares.

De acordo com a gestora escolar professora Maria José Melo, esses resultados não foram apenas reflexo da melhora da estrutura física, ela elenca fatores essenciais para essa revolução escolar como, o comprometimento de toda a equipe e a participação ativa da família na escola.

Porém para que todos esses fatores somados trouxessem resultado, a liderança da gestora Maria José Melo foi fundamental. Desde que assumiu a direção ela colocou como meta pessoal ver a escola totalmente transformada tanto na estrutura física, quanto na pedagógica. “Para mim foi um grande desafio, mas hoje ao olhar os resultados alcançados, as fotos antigas, conversar com alunos, ex-alunos e com os pais, vemos que valeu à pena.”

A Escola São José também se destaca no índice que mede a qualidade de ensino no Estado, o SAEPE (Sistema de Avaliação Educacional de Pernambuco). Desde 2008, quando o sistema foi implantado, a escola sempre supera as metas em mais de100%. De acordo com o gestor da GRE-AM (Gerência Regional de Ensino do Agreste Meridional), Paulo Lins, a Escola São José é um exemplo para a região. “A intenção do Governo do Estado é que todas as escolas estaduais possam atingir bons índices nos sistemas de avaliação de aprendizagem. Para isso a cada ano Pernambuco vem aumentando o investimento nas unidades escolares. Exemplos como o da São José demonstram que isso é possível com a união de todos”, ressaltou Paulo Lins.  (Texto da jornalista Jacqueline Menezes. As imagens são do Arquivo da Escola).

A Escola São José como era antes

IZAÍAS VAI ANUNCIAR EQUIPE DEPOIS DE DIPLOMADO

O prefeito eleito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), poderá deixar o anúncio de sua equipe de governo para quando voltar dos Estados Unidos. O petebista será diplomado pela Justiça Eleitoral no dia 19 de dezembro, uma quarta-feira, podendo no dia seguinte, respaldado pela urnas e pelo TRE, informar os nomes de todos os secretários e diretores da futura administração. 

Os mais cotados para assumir as principais secretarias e diretorias são: Geane Melo (Turismo e Cultura), Geandré Nogueira (Desenvolvimento Econômico), Janecelia Marins (Educação), Silvino Duarte (Saúde), Eliane Simões (Secretaria da Mulher),  Alfredo Goes (Administração),  Hélio Faustino (Serviços Públicos), Epaminondas Borges (Agricultura), Marcos Renato (Meio Ambiente), Giane Lira (Presidência da AESGA) e César Brasil (Diretoria de Esportes). O Secretário de Finanças será uma pessoa que teve um importante papel na campanha vitoriosa, da inteira confiança de Izaías e do senador Armando Monteiro.

Izaías revelou sua intenção de anunciar a equipe somente depois de diplomado a um vereador da sua base de apoio na Câmara Municipal. O prefeito eleito chegou a pensar em dar uma coletiva para informar o secretariado antes da viagem aos EUA, mas parece ter optado definitivamente pelo dia 20 ou 21 de dezembro, quando tudo estará definido.

Até o momento os nomes anunciados extraoficialmente - poderá haver uma ou outra mudança até dezembro - estão sendo bem recebidos pela população de Garanhuns, principalmente pelo perfil técnico de cada um. 

(Na foto a futura Secretaria de Educação, Janecelia Marins e o seu esposo José Carlos, funcionário do Banco do Brasil).

DANILO GODOY ANUNCIA SECRETARIADO

O prefeito eleito de Bom Conselho, Danilo Godoy (PSDB), convocou uma entrevista coletiva para a segunda-feira, dia 10 de dezembro, às 8h30, para anunciar os nomes das pessoas integrantes da sua equipe de governo. Secretários, diretores e ocupantes do 3º escalão serão conhecidos todos de uma vez, nesse encontro do tucano com os profissionais de imprensa de seu município e região. O ato está sendo organizado pelo blogueiro e radialista Cláudio André, profissional que teve uma atuação importante na campanha vitoriosa do futuro gestor.

Apesar de não ter sido feito ainda o anúncio oficial, alguns nomes dos futuros secretários já são especulados nos meios políticos de Bom Conselho. A professora Claudete Matos está cotada para assumir a Secretaria de Educação e Fabrício Bejoino tem sido apontado como o titular da área de Saúde. No dia 10, na coletiva, Danilo Godoy poderá confirmar ou não se esses dois vão realmente trabalhar com ele.

O representante do PSDB obteve no dia 7 de outubro uma das vitórias mais expressivas na região do Agreste Meridional. Ele derrotou por larga margem a atual prefeita, Judith Alapenha (PDT), que disputou a reeleição, o petista Washington Azevedo e o socialista Capitão Boanerges.

JOÃO SANTANA LANÇA LULA PARA O GOVERNO DE SP

marqueteiro João Santana propôs uma chapa do PT para disputar o Governo de São Paulo, em 2014, que a seu ver tem todas as condições de ganhar a eleição estadual. “Você já imaginou Lula para governador, tendo Gabriel Chalita (PMDB) como vice?”, disse Santana, sorridente, numa entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

Para a disputa de presidente da República, Santana  defende a candidatura de Dilma Roussef, que hoje segundo todos os institutos de pesquisa é ampla favorita.

Na última pesquisa, feita pelo IBOPE, a petista obteve 26% das intenções de voto no levantamento espontâneo. Lula vem em seguida com 19%. O terceiro foi José Serra (4%), Aécio Neves ficou em quarto (3%) e Marina Silva na quinta colocação 2%). Eduardo Campos ainda não ultrapassa 1%.

João Santana é o marqueteiro do momento. Depois que Duda Mendonça “caiu em desgraça”, por conta do mensalão, ele assumiu o comando das campanhas petistas e sempre tem se saído bem. Esteve à frente da reeleição de Lula (2006), fez os programas eleitorais de Dilma (2010) e também os de Fernando Haddad em São Paulo (2012).

O publicitário acredita que a presidenta Dilma tem boas condições para ser reeleita no primeiro turno e acha que Eduardo Campos (PSB) poderá ter chances em 2018.

SECRETÁRIA MOSTRA EFICIÊNCIA EM CAPOEIRAS

A Secretária de Educação de Capoeiras, Josevalda Cavalcante, confirma informação divulgada neste blog, que o Governo de Dudu vai deixar para sua sucessora, Neide Reino (PSB), mais de 2 milhões de reais para compra de ônibus e outros bens para os estudantes e as escolas do município. No total são R$ 2. 392,490,02, que deverão ser aplicados da seguinte forma:

1. R$ 1. 654.280,00 : - 9 ônibus (Programa Caminho da Escola) 

2. R$  100.375,00  - 55 computadores  (Programa: Proinfo) 

3. R$ 46.126,02  - 25 aparelhos de ar condicionado ( R$ 42.166,46) + 44 ventiladores de parede ( R$ 3.959,56) 

4. R$ 591.709,00  - Mobiliário escolar ( Conjunto para aluno, em 3 tamanhos: 3.738 ) ; (Conjunto para professor: 106 ) ; ( mesas para pessoas em cadeira de rodas: 55 ). Os recursos já estão depositados numa conta específica do FNDE,  na Agência do Banco do Brasil de Capoeiras.

O projeto para obtenção desses recursos foi feito pela atual secretária e os convênios serão assinados por Dudu. O novo governo não poderá alterar a destinação, sob pena de ter problemas na prestação de contas junto ao FNDE. As propostas elaboradas pelo município de Capoeiras foram tão bem justificadas que a prefeitura não precisará nem pagar contrapartida, o dinheiro utilizado na compra dos nove ônibus, computadores, aparelhos de ar condicionado e mobiliário escolar será exclusivamente do Governo Federal.
Por conta do bom trabalho realizado em Angelim e principalmente em Capoeiras, depois da eleição a professora Josevalda já foi procurada por alguns prefeitos eleitos, interessados no seu trabalho. A profissional chegou a ter uma conversa com Izaías Régis (PTB) e poderá vir a dar assessoria a futura secretária Janecélia Marins; também esteve com Rossine, em Lajedo e tudo indica dará apoio ao futuro secretário (a) do novo prefeito. Por fim, foi convidada por Ricardo Alves (PMDB) para ser Secretária de Educação em Saloá e já está tudo acertado.
Em Capoeiras a atual Secretaria de Educação é a principal responsável pelo PCC que triplicou o salário dos professores. Além disso, conseguiu recursos para aquisição de 14 ônibus no total. Nenhum outro município do Agreste conseguiu tantos veículos.

domingo, 25 de novembro de 2012

NÁUTICO GARANTE PERMANÊNCIA NA SÉRIE A

O Náutico empatou com o Bahia em 1 x 1, jogando fora de casa, e garantiu matematicamente sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. O Alvirrubro de Rosa e Silva jogou muito desfalcado e ainda perdeu dois titulares nos primeiros 10 minutos da partida. Nessas condições, o resultado foi comemorado como uma vitória. O Timbu encara o Sport nos Aflitos, na próxima rodada, pensando em vencer para garantir uma vaga na Sul-Americana.

SPORT – O Leão da Ilha do Retiro saiu atrás no placar contra o Fluminense, empatou e partiu pra cima querendo vencer o jogo. Esbarrou nas boas defesas do goleiro Diego e na competência dos zagueiros, que tiraram duas bolas praticamente de cima da linha. O mesmo 1 x 1 que favoreceu o Náutico foi ruim para o Sport. Agora os rubro-negros precisam vencer o Timbu, na última rodada e ainda torcer pela derrota da Portuguesa ou do Bahia, que jogam respectivamente contra Ponte Preta e Atlético de Goiás.

GOIÁS É CAMPEÃO – O Goiás garantiu sua volta à elite do futebol brasileiro, ao vencer o Joinville, no Serra Dourada, por 2 x 1. Com esse resultado o Verdão foi o campeão da Série B. Os outros times que subiram para a Série A foram o Criciúma (SC), o Vitória (BA) e o Atlético (PR) .

EDUARDO CONVERSA COM EMPRESÁRIOS VISANDO 2014

Governador com a maior taxa de aprovação em todo o País, o pernambucano Eduardo Campos, do PSB, pode ser o fiel da balança na disputa presidencial em 2014. No segundo mandato, e, portanto, sem a possibilidade de reeleição, ele parece decidido a entrar de vez no jogo nacional. Para isso, tem se aproximado cada vez mais de grandes empresários.

Reportagem deste domingo do jornal Estado de S. Paulo revela que, nos últimos meses, ele se reuniu com pesos pesados do PIB nacional, como Jorge Gerdau, da Gerdau e do Movimento Brasil Competitivo, André Esteves, do BTG Pactual, Lázaro Brandão, do Bradesco, Carlos Jereissati, da Oi, Roberto Setubal, do Itaú, Marcelo Odebrecht, da Odebrecht, e Cledorvino Bellini, da Fiat.
A todos tem oferecido incentivos para investimentos no Estado e falado sobre sua gestão. A Fiat, por exemplo, decidiu investir R$ 4 bilhões numa fábrica em Goiana, na divisa com a Paraíba. O banco de investimentos BTG abriu escritório em Recife e o Bradesco recebeu Campos para uma conversa reservada em São Paulo. A Oi, por sua vez, ajuda a financiar um projeto de investimento em empresas digitais na capital pernambucana.
Ao mesmo tempo, Campos procura um marqueteiro para dirigir os programas do PSB que serão exibidos no início de 2013 -- todos centrados em programas implantados em Pernambuco. Um dos destaques será o "Pacto pela vida", que ajudou a reduzir a violência no estado.
Agindo discretamente, sem dizer que sim nem que não, Campos deixa correrem soltas as especulações sobre sua candidatura, que agrada até ao tucano Aécio Neves. "É uma divisão no campo deles", tem dito o senador mineiro, que vê essa terceira via como um caminho para facilitar um segundo turno.
O governador pernambucano também resgatou a Brasília o deputado Beto Albuquerque (PSB-RS), que era secretário do governador Tarso Genro e reassumirá seu mandato na Câmara. "Vamos pôr o PSB no debate nacional", diz ele.
Campos está hoje numa posição de força. Num interessante artigo, João Bosco Rabello, do Estadão, afirma que, se concorrer em 2014, ele poderá forçar o segundo turno. Se desistir, poderá cobrar o lugar de vice na chapa de Dilma Rousseff, desalojando o PMDB, de Michel Temer. (Fonte: Brasil 247. Na foto o empresário Jorge Gerdau e o governador Eduardo Campos).