Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

PADRE ALDO SERÁ CANDIDATO A DEPUTADO

EXCLUSIVO - Fontes ligadas ao prefeito de São Bento do Una, padre Aldo Mariano, revelaram hoje ao repórter que o peemedebista está inclinado a disputar um mandato de deputado estadual. O próprio senador Jarbas Vasconcelos, maior líder do PMDB no Estado, tem insistido na candidatura do religioso. Assessores do deputado federal Raul Henry também tentam "fazer a cabeça do prefeito sãobentense". Os partidários do sacerdote já fazem as contas: ele sairá com uma boa votação do município que administra, terá apoios importantes em diversas cidades do Agreste, inclusive Garanhuns e ainda conseguirá aliados na Região Metropolitana do Recife. O prefeito de Abreu e Lima, Flávio Gadelha, tudo indica também ficará com Pe. Aldo. Inicialmente o prefeito de São Bento do Una ia apoiar a candidatura de Marcoantônio Dourado, mas como este não decolou na terra dos Valença, o dirigente poderá aceitar a convocação do seu partido.

O SALVADOR DA PÁTRIA


Quando Fernando Campos e Bastinho abandonaram o barco do Governo Municipal escrevi no blog um artigo intitulado “Para onde vai o Governo de Luiz?”. A saída desses auxiliares certamente foi traumática, tanto que depois disso o prefeito assumiu uma postura ainda mais discreta do que a costumeira. E os seus auxiliares o acompanharam na Lei do Silêncio e até o Secretário de Comunicação, que em tese devia levar as informações da gestão à imprensa e ao povo tem feito isso em doses homeopáticas. O fato é que o dirigente enfrentou e enfrenta problemas de toda ordem e tendo perdido dois secretários em quem apostou alto está fazendo as coisas com muito cuidado, de modo a evitar novas frustrações.


Os fatos envolvendo o deputado Izaías Régis ajudaram a imprensa local a “esquecer” o prefeito e só agora, nos últimos dias do ano, a discussão é retomada em torno da permuta de secretários. Mas o prefeito de Garanhuns já trocou tantos auxiliares, nos dois mandatos, que essas mudanças não representam nenhuma novidade. Entram com toda pompa, currículos profissionais emoldurados pela bela locução e com pouco tempo se vê que se está diante de uma nova nulidade ou de alguém competente e bem intencionado, porém sem condições de levar à frente planos e sonhos acalentados.


Quem será o Salvador da Pátria? O capitão Udson Moura, com sua áurea de herói militar, capaz de sair-se bem no complicadíssimo Hospital Regional? Uma vez, dois ou três meses atrás, alguém ligado ao governante perguntou qual minha opinião em relação ao ingresso de Udson na equipe, mais especificamente na Secretaria de Saúde. Não sou prefeito nem entendo de administrar Garanhuns, contudo como fui consultado disse o que pensava: “Acho um bom nome. Mas na Saúde considero um risco. E se não der certo mais uma vez? Acredito que seria melhor no setor de obras, que tem sido um calo na administração. A saúde ficaria melhor nas mãos de um médico, capaz de administrar a burocracia do SUS e da própria secretaria e tendo o conhecimento das necessidades dos médicos e pacientes. Só conheço uma pessoa com credenciais para esse cargo e em condições de levantar essa área: Dr. Alcindo Menezes. O problema é que ele sempre foi um crítico da gestão...”


Os dias passaram, Fernando e Bastinho que estavam altamente prestigiados e costurando a “reforma” saíram por não aceitar Andréia Oliveira interferindo na Secretaria de Finanças e confesso ter também “mergulhado” em relação a esses assuntos paroquiais. Se preocupar para quê? Se no final das contas não chegamos a lugar algum...


Aí vem de novo a conversa: O capitão Udson, José Henrique (que Silvino não aproveitou no segundo mandato por ter considerado fraco seu desempenho), Edilene, Gabriela acumulando duas secretarias...


Ora, desse time aí só o militar pode vestir o uniforme de Salvador da Pátria, porque os outros não representam nenhum avanço em relação ao que já temos. A diferença entre Gabriela e dona Ivone Lara, digo Silva, é que a primeira parece ser uma moça educada e a segunda nem essa qualidade possui, é movida pela arrogância e desprezo pelas coisas de “cidade pequena”.


Então, sinceramente, embora eu torça muito por seu Luiz, goste do seu jeito sério e reconheça suas boas intenções, não dá para acreditar que vá mudar muita coisa. O que pode mudar mesmo a face de Garanhuns e da atual administração é em 2010 o Governo Federal começar a enviar caminhões de dinheiro - e obras, muitas obras – começarem a ser realizadas em Garanhuns. Aí o prefeito irá melhorar sua imagem, o povo esquecerá os buracos e os rombos e quem sabe Izaías, apoiado pelo atual governante, será em 2012 o seu sucessor.


Ou teremos isso ou a oposição com o nome de Silvino assumirá o poder e aí não teremos mudança nenhuma, será a volta do gênio da “casa arrumada”, calçamentos, praças, asfalto e a cidade com um aspecto melhor, pelo menos mais limpa.


Pobre Garanhuns! Quando a gente pensa que José Queiroz sem receber um centavo do Governo Lula, porque pegou a prefeitura no SPC, já pintou miséria em Caruaru, em termos de ações administrativas...


Mas vamos ser otimistas. Quem sabe teremos um Salvador da Pátria e nos outros três anos de administração seu Luiz Carlos vai dar um verdadeiro show e sairá da prefeitura consagrado. E ninguém mais terá saudades de Silvino, Bartolomeu, Ivo Amaral, José Inácio, Amílcar Valença, Souto Dourado...

COMO SERÁ 2010

A nova enquete do blog deseja saber dos garanhuenses, da população do Agreste e de todos que nos acessam em qualquer lugar do país ou do mundo, como será 2010? Qual a sua expectativa em relação ao Ano Novo. Será ainda pior do que 2009, com mais crise? Será igual ou um pouco melhor? Ou será um ano muito melhor em relação ao que passou...? Vamos votar, quanto mais gente participar mais significativa será a enquete para saber se os garanhuenses, pernambucanos e brasileiros estão pessimistas ou otimistas com o que vem pela frente.

----------------------------------------
ENQUETE DÁ VITÓRIA À IMPRENSA
----------------------------------------

Na enquete anterior, feita por esse blog, a questão colocada foi a respeito da credibilidade dos políticos, médicos, profissionais de imprensa, religiosos, jogadores de futebol, juízes e promotores. Tivemos 65 vontantes e poderia ter sido muito mais. O blogspot, no entanto, passou uma semana com problemas técnicos, dificultando o acesso e aí nós blogueiros perdemos uns votinhos e um pouco do nosso público leitor. Mas já está tudo normal, ainda bem.

O resultado da enquete: Os profissionais de imprensa venceram bem a enquete, com 22 votos ou 33% das menções; políticos, médicos e religiosos foram escolhidos por 11 internautas como os que merecem mais crédito da população, significando 16%. Juízes ou promotores tiveram 6 votos ou 9%, ficando na lanterna os jogadores de futebol com 4 menções ou 6%. O que mais chama a atenção é o descrédito do Judiciário e do Ministério Público, perdendo até para a famigerada classe política. Seria interessante uma pesquisa num universo maior para ver se a justiça está mesmo desacreditada assim entre os populares.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

DUAS NOVIDADES PARA O DIA 1º


Aviso aos navegantes: O Eldorado não é anunciante do blog nem do jornal. Mas como gosto muito do cinema e segundo meu amigo Rafael Brasil sou lulista, faço questão de ilustrar a nota com esse cartaz que a direção do estabelecimento me enviou por e-mail

Garanhuns começa o mês de janeiro, na próxima sexta-feira, com duas novidades. A primeira é a estreia do aguardado "Lula, o Filho do Brasil", no Cine Eldorado. A segunda, menos simpática, é o reajuste da tarifa dos ônibus urbanos. A partir do Ano Novo, para viajar três ou cinco quilômetros pelas ruas da cidade, o cidadão ou cidadã vai desembolsar R$ 1, 80. Isso se for no coletivo dos pobres. No dos "ricos", o Garoinha, fica um pouquinho mais salgado: R$ 2,20. O reajuste foi autorizado pelo Conselho Municipal de Transportes. Feliz Ano Novo!

SALVE GARANHUNS!


Beleza pura o relógio de flores.

Formosa a Avenida Rui Barbosa,

as flores sorrindo nos canteiros...

E tem a praça da fonte luminosa, graciosa,

O Colégio Quinze,

Santa Sofia,

Diocesano,

pertinho o Mosteiro de São Bento.

Ah! O Alto do Magano, o cristo,

Columinho,

O Santuário da Mãe Rainha;

com orações decoradas pelas hortências...

O Alto do Pirulito,

Castelo de João Capão,

Pau Pombo

e o Parque dos Eucaliptos.

Artesanato na "Mãos da Terra",

Fé na matriz de Santo Antônio,

Igreja de São Sebastião na Boa Vista,

celebração de Deus nas curiosas formas

da igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

É Garanhuns que encanta e enternece

moradores bairristas e turistas,

neste final de ano.

Solicitando que fiquemos

a cantar, fotografar, amar

cada vez mais a "cidade jardim".

Cidade única e plural.

Garanhuns de Luís Souto Dourado,

Luiz Inácio, Luiz da Farmácia,

Luiz Jardim.

Salve a Garanhuns do poeta,

dos anuns,

do belo hino.

Salve a terra das Sete Colinas.

O CARRO DE SOM


Tá no blog de Rafael Brasil: "Passa o carro de som da prefeitura, avisando sobre as festividades do natal, até aí tudo bem. Porém, na hora de anunciar o nome do prefeito, ouve-se: “Patrocínio da prefeitura de Caetés,. com o apoio de Zé da Luz e Sampainho”. Cadê o nome do nobre prefeito Aércio? Parece que o rapaz gosta mesmo é de comprar carros para brincar com seus amiguinhos, de preferência jovens. Ele sabe que é laranja e já se habituou com o papel. Que coisa!"

A SAÚDE EM GARANHUNS

Dr. Dimas Carvalho (foto) foi secretário de Saúde do primeiro governo de Luiz Carlos de Oliveira. Fez um trabalho reconhecido por todos e se elegeu vereador com a segunda votação do município. Mais de três mil votos. Hoje, como parlamentar da base governista, tem conversado pouco com o prefeito. Não sabe o nome de um secretário novo que será nomeado pelo pedetista. Embora tenha sido informado por ele de que serão feitas algumas trocas. Dimas torce para que tudo dê certo, mas no momento confessa estar preocupado com os rumos de Garanhuns.

A SAÚDE EM GARANHUNS II

Garanhuns recebeu R$ 23 milhões só para o setor de saúde, este ano. É muito dinheiro. Mesmo assim as coisas não andaram muito bem na Secretaria e andou faltando muita coisa nos postos de saúde, hospital e ambulatórios da prefeitura. Em Capoeiras, com R$ 1,8 milhão em 2009, o município colocou para funcionar oito PSFs (o atual prefeito encontrou dois funcionando precariamente), reequipou o hospital, abarrotou a farmácia básica de medicamentos e contratou 24 profissionais de saúde. E tem mais: está pagando ao médico do Posto de Saúde da Família o mesmo salário de Garanhuns, na faixa de R$ 5 mil mensais.

O BLOG NAS RÁDIOS


O rádio surgiu no Brasil no início da década de 20, do século passado. E mesmo com a TV, o videocassete, o DVD, a internet continua sendo o grande veículo de comunicação de massa do país. Assim como o jornal impresso, o rádio não morre nunca.


O pioneiro foi o Jonas Lira, com "A Hora do Blog". Mas outros companheiros foram gostando das notinhas e sempre a gente recebe um força do Marcos Cardoso, na Marano, do Pereira Filho, na 87 FM, do Eduardo ou do Ariston na Rádio Jornal. Temos também o Vando Pontes lendo o que escrevemos na Jovem Cap, de Capoeiras, e o Glácio Dória valorizando o material do blog na Rádio Papacaça, de Bom Conselho. Uma vez eu escrevi: "blogueiros do mundo, uni-vos!". Podemos acrescentar: "Blogueiros e radialistas do Agreste e do mundo, uni-vos".

LEITORES DE SAMPA


O blogspot anda sobrecarregado. Pela manhã a gente consegue o acesso, à tarde e à noite está ficando difícil. Mesmo assim mantemos a fidelidade de muitos leitores e vamos sendo descobertos por mais gente de fora. Temos agora mais uma seguidora em São Paulo, a pernambucana Elisabeth Santana, ou simplesmente Beth, que fez questão de aparecer na foto com uma linda criança. Acredito que seja seu netinho. Ela, a Márcia Arruda, o Eraldo, a Tatiana... Tem muitos longe da terra natal matando a saudade pelo blog. Seja bem vinda Beth! E quando quiser mande notícias de Sampa.

Além da imagem acima, que tal fazer uma leitura de "Sampa", uma das mais belas músicas desse Brasil, com letra de Caetano Veloso:

Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João
É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi
Da dura poesia concreta de tuas esquinas
Da deselegância discreta de tuas meninas

Ainda não havia para mim Rita Lee
A tua mais completa tradução
Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João

Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto
Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto
É que Narciso acha feio o que não é espelho
E à mente apavora o que ainda não é mesmo velho
Nada do que não era antes quando não somos mutantes

E foste um difícil começo
Afasto o que não conheço
E quem vende outro sonho feliz de cidade
Aprende depressa a chamar-te de realidade
Porque és o avesso do avesso do avesso do avesso

Do povo oprimido nas filas, nas vilas, favelas
Da força da grana que ergue e destrói coisas belas
Da feia fumaça que sobe, apagando as estrelas
Eu vejo surgir teus poetas de campos, espaços
Tuas oficinas de florestas, teus deuses da chuva

Pan-Américas de Áfricas utópicas, túmulo do samba
Mais possível novo quilombo de Zumbi
E os novos baianos passeiam na tua garoa
E novos baianos te podem curtir numa boa








TAMANDARÉ


Chegou o tempo de algumas dezenas ou centenas de garanhuenses pegarem o caminho da praia. Um dos destinos preferidos, já se sabe, é Tamandaré, no litoral Sul do Estado e uma das mais simpáticas e bonitas praias do Brasil. Não tem a exuberância nem a fama de Porto de Galinhas, mas encanta pela simplicidade. A gente chega lá e sente: "É como se aqui fosse o meu lugar..."
E tem mais, neste mês de janeiro, para os jovens que gostam de dançar, de ouvir um som, acontece mais uma "Tamandaré Fest". Logo no dia dois tem Ivete Sangalo, dia nove "Chiclete com Banana "e dia 16 "Asa de Águia". Vai ser uma garanheta na bucólica Tamandaré.

PATRIMÔNIO CULTURAL


Recife tem de volta a beleza do Cine São Luiz

Houve um tempo em que era o máximo. no Recife, assistir um filme num dos cinemas do centro da cidade. Veneza, Moderno, Art Palácio, Trianon, São Luiz... Todos fecharam. Assim como os de bairro, viraram igrejas evangélicas, lojas, supermercados. A sétima arte sobrevive nos shoppings. O último a fechar era o mais belo, mais emblemático, acredito até o mais antigo. O São Luiz, na Rua da Aurora, margeado pelo Capibaribe. Encerrou as atividades em 2006, ano em que o neto de Arraes devolveu a Jarbas a derrota imposta ao avô, Lula ganhou o segundo mandato, Sport e Náutico voltaram à primeira divisão, o jornalista que vos escreve foi à mesa de operação, buscando na fé a esperança de voltar a rever os filhos...
Esta semana, graças ao governador eleito três anos atrás, o Cine São Luiz volta a funcionar. Será quase uma escola de cinema, terá uma função mais cultural. Dará mais espaço a produção nacional e pernambucana. Que bom, um governante preocupado em construir hospitais, reduzir a violência, melhorar as escolas e também em preservar um patrimônio cultural de Pernambuco. Talvez seja por essa soma de realizações, mais até de que pela propaganda, que o socialista está sem adversário para 2010.

MEGA SONHOS

As apostas podem ser feitas até às 14h desta quinta-feira, último dia do ano. Quando chegar o primeiro dia do ano, você pode acordar tão rico que se dará ao luxo de rasgar umas notinhas de cem reais só para esnobar. Ou que tal fazer algo mais prático: comprar quatro mil carros 0 km, centenas de apartamentos em qualquer capital do país, investir em terras, gado da melhor qualidade, conhecer o mundo sem medo de avião ou se preocupar com a diária dos hotéis? Se virar milionário e permanecer com o coração bom, não custa nada também ajudar muitas pessoas carentes, dessas que nas comemorações do Ano Novo não têm nem comida na mesa. Mas tudo isso só pode se realizar se o amigo ou amiga acreditar, jogar, transformar o sonho e a ilusão e ganhar o prêmio da mega sena acumulada desta virada 2009/2010. As estimativas são de que a bolada poderá ultrapassar os 120 milhões de reais. Dá até para dividir com outro sortudo e mesmo assim ainda ficar "podre" de rico. Vai arriscar? Só tem até amanhã...

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

O EXEMPLO DE CAPOEIRAS


Na edição do Correio, os prefeitos de São Bento, Pe. Aldo e de Capoeiras, Dudu. No centro o governador Eduardo Campos

Comerciante bem sucedido em Garanhuns, o prefeito de Capoeiras, Luiz Claudino (Dudu), tem dispensado o salário de R$ 12 mil que recebe da prefeitura todo mês. Diante da necessidade da população, prefere redistribuir essa quantia para quem precisa de remédios, exames médicos, cirurgias, viagens, comida em casa e por aí vai. E tem mais: como pegou uma prefeitura complicada financeiramente, com 11 pendências junto ao Governo Federal, o governante não comprou carro para o prefeito, preferindo usar seu próprio automóvel para trabalhar. Como se isso fosse pouco, quando tantos por aí metem a mão no dinheiro público, já por duas ou três vezes usou recursos dos próprios negócios para pagar um serviço urgente ou um fornecedor angustiado.

O DISCO PROIBIDO


A capa do disco proibido de Roberto Carlos

Muita gente não sabe. Roberto Carlos, que censurou a excelente biografia de sua vida escrita pelo historiador Paulo César Araújo, também não permite que o seu primeiro LP, gravado em 1961, seja relançado em CD. É o único dos seus discos fora do catálogo. A obra, produzida quando o cantor tinha pouco mais de 18 anos, não é muito diferente dos trabalhos posteriores e já se pode antever o artista que estouraria entre 62 e 65, quando "Quero que vá tudo pra o inferno" tocou mais do que qualquer música no país. O disco proibido de Roberto Carlos se chama "Louco por Você" e traz boleros, sambas, rocks, foxtrots e até iê-iê-iê. É muito melhor do que certos trabalhos que o rei colocou no mercado na década de 80.

CARUARU TAMBÉM SAI DO SPC

Assim como Bom Conselho e Capoeiras, o município de Caruaru estava com o nome sujo no CAUC (uma espécie de SPC das prefeituras). Por conta da irresponsabilidade dos ex-gestores, nenhuma dessas cidades pôde receber recursos federais no ano de 2009. A Capital do Agreste, por ser uma cidade de maior parte, com IPTU, ISS e ICMS robustos, conseguiu apesar dessa dificuldade realizar muitas ações de peso no ano que termina. Por conta disso, o prefeito José Queiroz (foto) reuniu seus principais assessores, agora em dezembro, para agradecer a colaboração.
Em Garanhuns, mesmo sem a prefeitura está suja na praça, pois Luiz Carlos herdou o governo dele mesmo, as ações por parte do município foram mais tímidas. E não se tem nenhuma notícias de reunião do gestor com seus auxiliares.

DIOCESANO SEMPRE


O Diocesano Sempre, jornal do tradicional colégio garanhuense, que regularmente chega à casa dos ex-alunos, neste final de ano está de "cara nova". Na edição foi usado um papel de melhor qualidade e todas as páginas foram feitas em polocromia (com o uso da cor). No destaque, o informativo informa da parceria do educandário com o Sistema COC de ensino, consierado o mais moderno do país. "Escolhi essa parceria porque o sistema agrega tecnologia à educação, com um plantão online que dá oportunidade aos alunos de ter ao mesmo tempo os melhores professores do Brasil a sua disposição", explicou o professor Albérico Fernandes (foto), diretor do "Gigante", ao explicar as inovações pedagógicas.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

GRANDES NOMES DA MPB II


Clicando no nome da artista, no início do texto, você ouve um dos grandes sucessos da cantora natural de Salvador

SIMONE BITTENCOURT DE OLIVEIRA, ou simplesmente Simone, começou a despontar no início da década de 70, tendo gravado seu primeiro disco para o grande público em 73. Nos primeiros trabalhos, músicas de Ivan Lins, Lô Borges, Chico Buarque, João Bosco, Milton Nascimento, Gonzaguinha, Roberto Carlos e outros compositores já consagrados da MPB. O sucesso mesmo veio a partir de 1977, quando gravou o disco “Face a Face”, que incluía a canção “Jura Secreta”, de Sueli Costa, compositora também da música título do LP.


Antes de se tornar cantora, Simone foi jogadora de basquete e estudou educação física. Chegou a ser colega dos jogadores Emerson e Pelé, quando morou em Santos. A artista nasceu em 1949, na Bahia, e só aos 17 anos emigrou para São Paulo, inicialmente se fixando em São Caetano do Sul. Depois passou uma temporada na cidade que consagrou o rei do futebol brasileiro, se mudou para a capital e quando começou a cantar não parou mais. Ao lado de Maria Betânia, Gal Costa, Zizi Possi, Joana, Rita Lee e Alcione está entre as grandes cantoras surgidas nos anos 60 e 70.


Com um repertório impecável esses anos todos, boa voz, grande intérprete e uma forte presença no palco, Simone Bittencourt já escreveu com letras maísculas seu nome na Música Popular Brasileira.


(Estamos escrevendo uma série com grandes nomes de compositores, cantores e intérpretes da Música Popular Brasileira de todos os tempos. O primeiro nome da relação foi Nélson Gonçalves, que você pode acessar em nossos arquivos).






.


ENCANTAMENTO E INTERROGAÇÃO


Turistas que visitaram Garanhuns, neste final de semana, ficaram encantados com as belezas da cidade. Gostaram da arquitetura dos prédios dos colégios XV e Diocesano, apreciaram o Mosteiro de São Bento e a Praça Souto Filho e ficaram deslumbrados com o bem cuidado e vistoso Santuário da Mãe Rainha. No giro que deram pela cidade, só não conseguiram entender o lixo espalhado (principalmente sacolas) do lado de fora do santuário católico e os buracos que estão tornando praticamente intransitável à avenida onde está localizada o estádio do Sete de Setembro e o Caic. Por sinal, com relação a este último, ao verem o péssimo estado de conservação, perguntaram: "E isso ainda está funcionando?". (Na foto de David Melo, toda beleza do Santuário da Mãe Rainha. Fora, em algumas ruas da cidade, um enorme contraste).

FESTA DE REIS

Começa hoje e prossegue até o dia 7 de janeiro de 2010 a tradicional Festa de Reis, no município de São Bento do Una. Parques de diversão, barracas de comidas típicas, bailes no clube da cidade, shows populares em praça pública, lançamento de CD de artistas da terra e a "Festa do Filho Ausente", que homenageia sãobentenses espalhados pelo mundo e reaparecem nesse dia, estão entre os atrativos da festa, comandada pelo prefeito José Aldo Mariano em parceria com a Igreja Católica, do qual faz parte como paróco licenciado.

HOMENAGEM JUSTA


O proprietário da Rádio Papacaça de Bom Conselho, Hélio Urquisa, teve uma atitude de grandeza: ao promover uma grande festa para inauguração da nova sede da emissora, neste dia 28, enviou convite ao jornalista Rui Sarinho, que trabalha na capital pernambucana. Rui foi o primeiro diretor da rádio e receberá uma homenagem especial dos diretores, funcionários e bomconselhenses. Quem conhece a bela figura do profissional de imprensa sabe que a homenagem é das mais justas. Sarinho já está na terra de Pedro de Lara desde ontem à tarde, acompanhado da esposa Cláudia e da pequena filha Letícia. (Na foto uma das praças de Bom Conselho).

FESTA EM BOM CONSELHO


A equipe da Rádio Papacaça será reforçada com novos nomes

Bom Conselho está em festa, hoje, com a inauguração da nova sede da Rádio Papacaça Am. O prédio, em estilo moderno, foi construído na entrada da cidade, mesmo em frente ao portal de acesso à cidade. Estúdios, sala de redação e edição, escritório de comercialização, mesa de som e computadores novos... Enfim, os proprietários da emissora investiram em tudo para que a Rádio seja motivo de orgulho para os bomconselhenses. Após os discursos festivos, uma grande festa irá tomar conta da terra de Pedro de Lara, com artistas regionais e nacionais se apresentando num pátio espaçoso próximo à emissora.

domingo, 27 de dezembro de 2009

A MISS GARANHUNS


O jornalista Jodeval Duarte, em seu blog, me fez voltar exatamente 38 anos no tempo. É que ele sacou dos seus arquivos a escolha da estudante Dilene Maria Roberta de Araújo como Miss Pernambuco, em 1971. A matéria sensibilizou este repórter, sobretudo, porque Edilene fazia parte da minha turma do antigo curso ginasial, no Colégio Quinze de Novembro. Lembro ainda do impacto que foi para seus colegas e todo educandário, naquele ano, a indicação dela como a mais bela do Estado. O concurso de miss, 30/40 anos atrás era muito prestigiado.

Da turma do Colégio XV, no início dos anos 70, ainda lembro de alguns: Adelma, filha do proprietário da loja de roupas Suíça Pernambucana, na Avenida Santo Antônio, Sady Costa, filho do assumido comunista garanhuense Amaro Costa, Alfredo Farias, hoje um bem sucedido empresário, Adja, prima de Adelma, se não estou enganado a esposa de Manoel Bahia, Ariadne, filha de Aguinaldo Barros e atualmente odontóloga, Douglas, que ainda mora na cidade e é advogado, Dino e Clodoaldo Silva, os dois últimos com muita vocação para engenharia.. Grande Dilene, que nos encantava com sua beleza e nunca mais revi depois dos seus dias de glória!

(Na foto acima, publicada no Jornal do Commercio em 1971, a antiga colega de escola que o Jodeval Duarte resgatou, fazendo o jornalista lembrar dos seus 14 anos, no Colégio XV. "Belos tempos, belos dias...").

MAIS UM LIVRO DE JORGE AMADO NO CINEMA


Cena do filme "Capitães de Areia"


O escritor baiano Jorge Amado produziu uma obra importante na literatura brasileira e mundial. Foram muitos livros e a qualidade também está presente na maioria dos romances, embora alguns críticos o acusassem de machismo e de ser popularesco. No cinema e televisão já tivemos adaptações de obras suas, como “Gabriela, Cravo e Canela”, “Dona Flor e Seus Dois Maridos” e “Tieta do Agreste”.

No próximo ano, mais um livro de Jorge Amado ganha uma versão no cinema. Desta vez será adaptado o romance “Capitães de Areia”, publicado no distante ano de 1937 e que ainda está atualizado ao tratar do drama dos meninos de rua. O filme será dirigido por Camila Amado, neta do escritor e contará com atores ainda desconhecidos vivendo personagens importantes. Mil e duzentas crianças foram convocadas inicialmente para uma seleção e 90 foram escolhidos, participando de oficinas de interpretação. O romance é muito bom, poético, e se espera que renda um longa também de qualidade. A trilha sonora do filme será do músico baiano Carlinhos Brown.

BATATA REVELA APOIO A MENDONCINHA

O ex-deputado Carlos Batata, que vive atualmente em Brasília, reapareceu neste sábado em Garanhuns e foi entrevistado pelo radialista Tony Duran, na Rádio Marano. Na oportunidade, o ex-parlamentar falou da política nacional, do Agreste Meridional e de Capoeiras, onde iniciou sua carreira como prefeito, eleito em 1988. Ele elogiou a gestão do prefeito Dudu e revelou seus candidatos a deputado este ano: Mendonça Filho (foto) para a Câmara Federal e Alberto Feitosa (PR), como postulante a uma vaga no Legislativo do Estado. Batata é filiado do DEM, mas irá apoiar o republicano à Assembléia Legislativa por conta do seu esforço para viabilizar o asfalto ligando os municípios de São Bento do Una e Capoeiras.

PREDESTINADO

Embora seja oposição ao Governo Lula, Batata disse na Marano que o presidente da República é um homem predestinado e que em mil anos não surgirá no Brasil um líder político com igual carisma e capacidade igual a do petista. O ex-deputado, no entanto, frisou que Luiz Inácio da Silva conseguiu fazer o país avançar por ter dado continuidade as políticas iniciadas por Fernando Henrique Cardoso. Por outro lado, criticou a candidatura da ministra Dilma Roussef, condenando esta por ter participado de ações da luta armada, na década de 60/70.

OSCAR NIEMEYER





O arquiteto Oscar Niemeyer e suas obras em Brasília, Curitiba e na Espanha


Oscar Niemeyer, o arquiteto que fez os projetos dos palácios de Brasília e de muitas outras obras importantes em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife (Parque Dona Lindu, em Boa Viagem), completou há pouco 102 de idade. Está lúcido, se revela cético em relação à vida, mas não para de produzir e ainda tem muitos planos a realizar. Uma curiosidade desse personagem é que apesar do colapso do comunismo no mundo quase todo ele permanece um crítico do capitalismo e acreditando na utopia de uma sociedade igualitária.

O "BOLSA BODE" NO CEARÁ

A principal vitrine do município de Tejuçuoca (CE) que tem o título de “capital estadual do bode”, agora é alvo de um programa criado pela prefeitura: o Bolsa Bode. No último dia 10, foram apresentados os 20 jovens selecionados para participar do programa. Metade do grupo ganhará dez cabras. A outra metade, dez ovelhas. Um auxílio mensal de R$ 100 ajudará a cobrir gastos com vacinas e ração, por exemplo. Os jovens passarão por oficinas para aprender a criar os animais, e a prefeitura promete comprar a carne e o leite produzidos. (Portal da Globo).
O Bolsa Família se consolidou, o Vale Cultura está sendo implantado e a criatividade nordestina criou essa pérola aí, com a distribuição de bodes entre os moradores do pequeno município cearense. Na verdade, Arraes teve um programa parecido, tempos atrás, distribuindo cabras com pequenos proprietários de terra. Só que o nome bolsa ainda não estava na moda. Se fosse hoje, seria o “Bolsa Cabra” e da fusão dos projetos de Pernambuco e Ceará quem sabe nasceria o “Bolsa Cabrito”. (R.A.).

BRUNA SURFISTINHA NO CINEMA



A atriz Deborah Secco, acima, será no cinema
a ex-garota de programa Bruna Surfistina, na foto abaixo

Bruna Surfistinha, foi uma garota de programa, mas acabou largando a “profissão”, depois de ter feito sucesso com as suas histórias. Em 2006 ela lançou o livro O Doce Veneno do Escorpião“, aonde ela conta diversos casos que ocorreram durante o tempo em que ela fazia sexo por dinheiro. O verdadeiro nome de Bruna Surfistinha é Raquel Pacheco, e ela já chegou até a fazer um filme pornográfico, aonde ela aparece praticando sexo com alguns atores. Porém, a loira diz que se arrependeu de ter feito o filme, pois ele não deu retorno algum para ela. O sucesso da ex-prostituta e do seu livro vão ganhar mais combustível, em 2010, com a conclusão do filme baseado em sua história. A atriz Déborah Secco está cotada para viver o papel principal.

LAN HOUSE REDUZ EXCLUSÃO DIGITAL

Dos 15 milhões de computadores que devem ser vendidos este ano no Brasil, só 400 mil são destinados às lan houses. Apesar disso, elas representam 50% do total do acesso à internet no país. O número aparentemente alto de computadores – que deve chegar a cem milhões no final de 2010, deixando o Brasil atrás apenas dos EUA e da China – mostra que a inclusão digital ainda é um dos maiores desafios do setor.
Dados do Comitê para Democratização da Informática (CDI) estimam que existem 108 mil estabelecimentos pelo país. No Norte e Nordeste, as lan houses representam 70% do acesso à internet. Mesmo assim, capacitação e infraestrutura na área ainda são desafios, já que, na maioria dos casos, ficam restritos às classes A e B. (fonte: Bluenet).

O ESPECIAL E A TRAGÉDIA


Como era de se esperar, o especial de Roberto Carlos, na TV Globo, não teve muitas novidades. O repertório foi bem escolhido, o artista não tem a voz tão “limpa” como alguns anos atrás, mas mesmo assim interpretou bem algumas músicas, como “Detalhes” e “A Mulher que eu Amo”. Por sinal essas foram duas canções que levaram o público ao delírio. A primeira por ser uma das mais belas criações do rei e a outra por ser nova e estar fazendo sucesso como tema de uma novela. Boa a participação de Ana Carolina, Daniel não chegou a comprometer, Dira Paes estava muito bem vestida e bonita e Calcinha Preta é aquilo mesmo: brega de doer. O vocalista é ruim e a cantora da banda não fica atrás na mediocridade. Eles nem têm noção do quanto são fraquinhos, embora muito populares. No mesmo dia que o show foi ao ar, o diretor artístico e baixista do grupo, conhecido como Gilson Batata, (foto) morreu de um infarto agudo do miocárdio, aos 48 anos de idade. Uma tristeza, os artistas sergipanos nem puderam comemorar direito a participação no especial global e veio essa tragédia, que os fez cancelar toda agenda de shows.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

É NATAL...

FELIZ NATAL!

Clique na frase Feliz Natal e tenha acesso a um linda mensagem neste dia 25 de dezembro, quando celebramos o nascimento de Jesus Cristo, o filho do Criador, o próprio Deus.

ORGANIZA O NATAL


"O Pensador na Praia de Copacabana", obra que homenageia
Carlos Drummond de Andrade

---------------------------------------------------------------------------------------------

Alguém observou que cada vez mais o ano se compõe de 10 meses; imperfeitamente embora, o resto é Natal. É possível que, com o tempo, essa divisão se inverta: 10 meses de Natal e 2 meses de ano vulgarmente dito. E não parece absurdo imaginar que, pelo desenvolvimento da linha, e pela melhoria do homem, o ano inteiro se converta em Natal, abolindo-se a era civil, com suas obrigações enfadonhas ou malignas. Será bom.


Então nos amaremos e nos desejaremos felicidades

ininterruptamente, de manhã à noite, de uma rua a outra, de continente a continente, de cortina de ferro à cortina de nylon — sem cortinas. Governo e oposição, neutros, super e subdesenvolvidos, marcianos, bichos, plantas entrarão em regime de fraternidade. Os objetos se impregnarão de espírito natalino, e veremos o desenho animado, reino da crueldade, transposto para o reino do amor: a máquina de lavar roupa abraçada ao flamboyant, núpcias da flauta e do ovo, a betoneira com o sagüi ou com o vestido de baile. E o supra-realismo, justificado espiritualmente, será uma chave para o mundo.


Completado o ciclo histórico, os bens serão repartidos por si mesmos entre nossos irmãos, isto é, com todos os viventes e elementos da terra, água, ar e alma. Não haverá mais cartas de cobrança, de descompostura nem de suicídio. O correio só transportará correspondência gentil, de preferência postais de Chagall, em que noivos e burrinhos circulam na atmosfera, pastando flores; toda pintura, inclusive o borrão, estará a serviço do entendimento afetuoso. A crítica de arte se dissolverá jovialmente, a menos que prefira tomar a forma de um sininho cristalino, a badalar sem erudição nem pretensão, celebrando o Advento.


A poesia escrita se identificará com o perfume das moitas antes do amanhecer, despojando-se do uso do som. Para que livros? perguntará um anjo e, sorrindo, mostrará a terra impressa com as tintas do sol e das galáxias, aberta à maneira de um livro.


A música permanecerá a mesma, tal qual Palestrina e Mozart a deixaram; equívocos e divertimentos musicais serão arquivados, sem humilhação para ninguém.


Com economia para os povos desaparecerão suavemente classes armadas e semi-armadas, repartições arrecadadoras, polícia e fiscais de toda espécie. Uma palavra será descoberta no dicionário: paz.


O trabalho deixará de ser imposição para constituir o sentido natural da vida, sob a jurisdição desses incansáveis trabalhadores, que são os lírios do campo. Salário de cada um: a alegria que tiver merecido. Nem juntas de conciliação nem tribunais de justiça, pois tudo estará conciliado na ordem do amor.


Todo mundo se rirá do dinheiro e das arcas que o guardavam, e que passarão a depósito de doces, para visitas. Haverá dois jardins para cada habitante, um exterior, outro interior, comunicando-se por um atalho invisível.


A morte não será procurada nem esquivada, e o homem compreenderá a existência da noite, como já compreendera a da manhã.


O mundo será administrado exclusivamente pelas crianças, e elas farão o que bem entenderem das restantes instituições caducas, a Universidade inclusive.


E será Natal para sempre.

(Texto do poeta Carlos Drummond de Andrade)