Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sexta-feira, 31 de julho de 2009

MELHORES CIDADES

A revista Você S.A., do grupo Abril, levando em conta fatores como educação e saúde, publica uma relação das cidades do Brasil que oferecem melhores oportunidades de emprego e qualidade de vida. As 10 primeiras são as seguintes: São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória, Barueri (não é à toa que o time da cidade faz bonito no Campeonato Brasileiro), São Caetano, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Macaé (RJ) e Curitiba. Do Nordeste, o Recife ficou no 12º, Salvador em 15º e Fortaleza em 21º.

PAUTA PARA PREFEITOS

Inaldo Sampaio informa hoje que o prefeito de Lajedo e presidente da Amupe, Antônio Dourado, quer reunir os colegas para discutir dois assuntos: o transporte escolar, bancado quase todo pelas prefeituras, e o censo do IBGE. É que muitos governantes desconfiam dos números do Instituto. No próximo ano, no entanto, quando teremos um novo recenseamento geral da população brasileira, os pesquisadores vão usar um pequeno computador de mão que tornará quase impossível o erro. Pelo menos é o que o chefe do IBGE em Garanhuns revelou esta semana. Era importante que alguém informasse ao dirigente da Amupe essa novidade.

EMPRESÁRIO EM CAETÉS

O empresário recifense Ricardo Brennand visita hoje o município de Caetés. Ele quer ver de perto o lugar onde nasceu o presidente Lula. Será recebido pelo ex-prefeito Sampainho, filho de Zé da Luz. É que o atual prefeito da cidade, Aécio Noronha, não apita em nada, tem apenas o título e o salário todo santo mês.

AMIGOS

Um exemplo do talento literário de Marília é este texto-poesia, que eu li hoje no seu blog, intitulado Amigos:

Não, ao contrário de Roberto Carlos eu não quero ter um milhão de amigos.
Amizade leva tempo, esforço, como eu ia cuidar de um milhão de pessoas queridas?
Não tenho muitos amigos, dá para encher uma mesa, talvez duas...
Mas como eu tenho amigos! E como aprendo com eles.
Aprendo a andar de bicicleta. Aprendo qual o melhor vinho para cada comida e como
diminuir a ressaca no dia seguinte. Aprendo a hora de falar, e a hora de só ficar lá, em silêncio.
Aprendo que é possível estar lá mesmo quando se está longe. Aprendo que tem horas de se
permanecer séria, de ser chata e até de rezar, mas sei que todo mundo gosta mesmo é quando
faço piada...
Aprendo que quando se é amigo, dar é melhor do que receber. E que pizza só é boa quando se tem alguém pra dividir.
Aprendo que amizade também é na alegria e na tristeza, na saúde e na doença - e que não há risco de divórcio.
Descubro que um abraço ou um sorriso, ou até uma lembrança, valem mais do que grandes
tesouros. E que tem horas que mais que dar um presente, basta estar lá e segurar a mão.
E se a mão está muito longe, a gente manda um e-mail, um scrap, um pensamento, uma oração.
Afinal, o importante é estar lá.

Aprendo que os amigos são um grande tesouro.

Eu só não aprendo a nadar, mas um dia eu chego lá...

Não Roberto, eu não sou rei, não tenho um milhão de amigos, mas os que eu tenho já dão uma boa cantoria.

MAIS UM BLOG DOS BONS

Eu não apenas escrevo um blog, mas adoro ler os blogs dos outros, e tem uns que já conheço muitos bons. Inaldo Sampaio está imperdível para quem gosta de política e quer ficar por dentro dessa atividade em Pernambuco. Ronaldo César tá enchendo o computador de ideias aqui em Garanhuns, o que para mim não é nenhuma surpresa. E como se fosse pouco, ele ainda dá a dica do blog da Marília Jaqueline, que tem suas origens no mesmo lugar em que nasci: a pequena Capoeiras, ex-distrito de São Bento do Una. Talvez ela nem me conheça, mas estive presente no lançamento do seu livro, através de Janduy terminei sendo um dos patrocinadores (parece que eu e o jornal tínhamos mais condições financeiras naquela época), e lembro bem que já joguei bola com seu pai, O José Nunes, embora me parece o Zé não desenvolveu tanto a paixão pelo futebol quanto eu, meu irmão Júnior e meu filho Tiago. Minha mãe, por sinal, é madrinha de um dos filhos do Zé Nunes. Porém essas ligações familiares e com a terra natal talvez não interessem aos possíveis leitores. Daí que vamos direto ao ponto: O livro que Marília lançou aos 15 anos é muito bom e ali ela já se revelava com uma capacidade incrível de escrever, produzindo coisas dignas de um Fernando Pessoa, um Bandeira, um Carlos Drummond de Andrade. Agora, já madura, pronta para atuar na área do Direito, a menina continua (não poderia ser diferente) talentosa e faz um blog cheio de criatividade. E muita poesia. Boa poesia. De Capoeiras, de Jupi (onde seus pais moram atualmente) e de Garanhuns para o mundo: Marília Jaqueline!

REVITALIZAÇÃO DA SANTO ANTÔNIO

Uma pessoa ligada ao prefeito Luiz Carlos revelou que este ficou entusiasmado com a visita ao presidente Lula e a vinda do ministro do Turismo, Luiz Eduardo. Principalmente porque aumentou a esperança da duplicação da BR-423 e por conta do projeto de revitalização da Avenida Santo Antônio. Realmente o centro está precisando de um trato. Pode ficar muito mais bonito. Agora, pelo amor de Deus, lembrem também da Periferia, da Cohab I, da Cohab II, da Bela Vista, do Indiano...
Muitos bairros nossos não têm uma pracinha sequer, a maioria das ruas pede calçamento e saneamento (ainda bem que na fala com Lula o prefeito pediu também dinheiro para saneamento), os postos de saúde deixam a desejar, as escolas deixam a desejar... E os jovens, sem praça, sem emprego, sem cultura e o mínimo de escolaridade se entregam ao álcool, à maconha, a outras drogas e vivem se matando. Uma lástima. A Avenida Santo Antônio linda não vai resolver o problema da periferia. Então, que se faça a revitalização, mas que se invista também no lazer e no conhecimento dos jovens da periferia. Como diria o João Paulo, não o meu filho, mas o ex-prefeito do Recife: "A maior obra é cuidar das pessoas".

quinta-feira, 30 de julho de 2009

NADA DE PADILHA

Escrevi tudo de cabeça, de um golpe só, sem consultar as anotações que tinha feito. Pode ser um defeito, mas gosto de fazer as coisas assim, na emoção. Mas aí a gente erra mais e depois tem de se corrigir. Quem me salvou dessa vez foi o Ronaldo César, que ligou e lembrou o sobrenome do ministro: Barreto no lugar de Padilha. Este último era uma personagem engraçadíssimo feito pelo Jô Soares na televisão. Um tonto que deixava a mulher em casa e ia conversar besteira na rua. O ministro é careca, como o tipo criado pelo JÔ, porém não tem cara de Padilha. Então tá: Luiz Eduardo Barreto.

GABRIEL O PENSADOR

E para desopilar da política, mais uma citação ao novo CD de Fagner. O disco traz um rapp, com participação de Gabriel o Pensador, que é um verdadeiro chute nos "culhões" dos políticos e da sociedade. Denuncia as mazelas sociais, a violência, as arbitrariedades da polícia e lança uma frase instigante: "Tenho pena das crianças que morreram, tenho pena das crianças que vão nascer. Que futuro elas vão ter nesse sistema?". É mais ou menos assim. Uma porrada, mas que não deixa de ter beleza na voz dos dois cantores. E para não falar mais nesse CD, que traz o Fagner dos bons tempos: a abertura do disco é feita com um tango com uma letra lindíssima falando de amor.

DR. DIMAS

O médico e vereador Dimas Carvalho, que também é secretário de Saúde em Capoeiras, foi uma das pessoas que foi ao aeroporto de Garanhuns, recepcionar o ministro e voltou chateado. Ele e mais uma porção de autoridades cumpriram sua parte, mas não receberam um mísero aperto de mão do auxiliar de Lula, do prefeito ou do deputado.
Dr. Dimas, por sinal, confessa estar um tanto decepcionado com o Legislativo, que não atende os seus anseios de realizar alguma coisa a mais pela população. O vereador esclarece: decepcionado é diferente de arrependido. Isto ele não está e vai continuar lutando para viabilizar projetos voltados para o bem estar dos garanhuenses.

A PALAVRA DE PADILHA

No final falou o ministro Luiz Eduardo Padilha. Foi simpático, conciso, preciso nas palavras. Demonstrou ter conhecimento da nossa realidade e disse estar em Garanhuns por recomendação do presidente Lula. Considerou de um simbolismo muito forte a viagem, por ter oportunidade de conhecer a "terra do presidente". Sinalizou para o atendimento dos pleitos que foram feitos e se comprometeu a voltar a cidade na 20ª edição do Festival de Inverno.

IZAÍAS

O deputado petebista Izaías Régis fez o pronunciamento mais curto, com ênfase na visita do ministro a Garanhuns. Elogiou os governos municipal, estadual e federal e terminou com um lembrete a Luiz Eduardo: que ele não esquecesse a solicitação feita para viabilizar recursos destinados a revitalizar a Avenida Santo Antônio, no centro de Garanhuns.

O SECRETÁRIO

O secretário de Turismo do Estado, Silvio Costa, tem cara de menino. A cabeça, contudo, está totalmente amadurecida e nos pareceu lúcido e com feeling político. Procurou em meio aos elogios a cidade, ao prefeito e ao ministro vender seu peixe, apresentando um DVD com o programa "Pernambuco conhece Pernambuco", que incentiva o turismo interno. Fez elogios também a secretária municipalGabriela Valença, esta também na mesa das autoridades.

LUIZ CARLOS

O primeiro a falar foi o prefeito Luiz Carlos. Falou da audiência que teve com o presidente Lula, no dia 15 deste mês, revelou os pleitos que apresentou, dentre eles a duplicação da BR-423, fez muitos elogios a atenção que recebeu do líder petista e agradeceu pela presença do ministro, que no final da solenidade assinaria um convênio destinando R$ 5 milhões para obras de infra-estrutura no município.

NA AESGA

No auditório da AESGA, o ministrou Luiz Eduardo sentou à mesa com Luiz Carlos, Izaías Régis, o secretário estadual Silvio Costa Filho, o prefeito Eudson Catão (CODEAM), o vereador-presidente Silvio Sabino e outras pessoas com cargo importante nos governos federal ou estadual. O recinto ficou lotado e pelos menos 10 prefeitos estavam presentes, dentre eles Marco Calado (Angelim), Judith Alapenha (Bom Conselho) e Alexandre (Terezinha). Alguns municípios, cmo Capoeiras, mandaram representantes.

A VISITA DO MINISTRO

O ministro do Turismo, Luiz Eduardo Padilha, chegou a Garanhuns mais tarde do que o previsto. Depois das 15h. Mas cumpriu sua agenda na cidade, dentro do programado. Saiu do aeroporto com o prefeito Luiz Carlos e o deputado estadual Izaías Régis sem tempo para cumprimentar as mais de 50 pessoas que estavam no local para recepcionar a autoridade. O pessoal ficou chateado. Padilha, porém, que nem ao menos percebeu a gafe, esteve no Palácio Celso Galvão e visitou pontos turísticos do município. Já começava a escurecer, quando chegou ao auditório da AESGA.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

MINISTRO EM GARANHUNS

O ministro do Turismo, Luiz Eduardo Barreto, visita Garanhuns, nesta quarta-feira, dia 29, a partir das 14h. O auxiliar do primeiro escalão do Governo Lula terá um encontro com o prefeito Luiz Carlos de Oliveira, no Palácio Celso Galvão, às 15h e depois irá à AESGA para uma reunião com autoridades diversas da região. Na oportunidade o ministro dará uma coletiva à imprensa local e regional. Vamos aguardar o que de bom Luiz Eduardo está trazendo para o nosso Agreste.

terça-feira, 28 de julho de 2009

FAGNER LANÇA NOVO CD

O cantor Raimundo Fagner, que completa 60 anos em outubro deste ano, acaba de lançar um novo CD, intitulado "Uma Canção no Rádio". A música que dá título ao trabalho foi composta em parceria com Zeca Baleiro, que também canta na abertura desta canção. Há ainda uma parceria com Chico César, a primeira entre o cearense e o paraibano. O CD traz melodias românticas, composições ligadas a realidade do Nordeste e mais uma vez a participação de Fausto Nilo como letrista. Este compositor trabalha com Fagner desde o primeiro disco, ainda em vinil, no início dos anos 70. Detalhe: o álbum do artista já está nas lojas e foi gravado pela Som Livre, que pertence ao Sistema Globo de Comunicações.

RONDA POLICIAL

Hoje almoçei ao som da Ronda Policial. Não há como não lembrar do Aluízio. Mas enquanto engolia meu feijão, arroz, bife e salada sem sal, era o Ariston Brito que entrevistava um rapaz chamado Marconi. Ele mesmo disse que não tinha vulgo, nenhum apelido. O cara falava com muita tranquilidade e revelava ter matado uma pessoa como quem diz que foi ali, pagar o carnê do Grupo Pérola. Não parecia ter nenhum sentimento, nenhum remorso. Como se matar um homem fosse tão natural quanto comer tomar um suco numa franquia da Amazônia Mix. O pior da história é que o Marconi deixou um irmão sete meses preso, pagando pelo crime que ele cometeu. Achando pouco, ainda dedurou o avô a polícia, que tinha cometido um assassinato há 12 ou 15 anos e que nunca tinha sido descoberto. Ouvir o programa da Rádio Jornal é altamente pedagógico. A gente aprende que existem certos seres humanos que já viraram outra coisa.

RONDA POLICIAL

O FESTIVAL DOS SONHOS

Ronaldo César fez uma seleção no seu blog de artistas para o próximo Festival de Inverno de Garanhuns. Pegando carona na ideia do inteligente colega, vou tentar sugerir também alguns nomes. Seria interessante que todo mundo da mídia local fizesse isso. Lembrando da importância do próximo FIG, quando se comemora 20 anos da festa, justamente no último ano de mandato do governador Eduardo Campos (que hoje está com tudo para se reeleger).
Por hoje vou me limitar a programação da Guadalajara, que é a grande vitrine do evento:

Quinta-feira, abertura, tributo aos 100 anos de Luiz Gonzaga (sugestão do próprio Ronaldo): Dominguinhos, Gláucio Costa, Mourinha, Flávio José, Alcymar Monteiro, Assisão, Maciel Melo, Jorge de Altinho e Trio Nordestino.
1ª Sexta-feira - Grandes nomes da música baiana: Edson Gomes, Daniela Mercury e Caetano Veloso.
1º sábado - A força dos pernambucanos: Reginaldo Rossi,Geraldo Azevedo e Alceu Valença
domingo - Tributo aos cearenses: Amelinha, Belchior, Ednardo e Fagner
Segunda-feira: a música sertaneja: Almir Sater, Renato Teixeira e a dupla Zezé de Camargo e Luciano.
Terça-feira - grandes cantoras: Adriana Calcanhoto, Marisa Monte e Ana Carolina
Quarta-feira - Homenagem aos paraibanos: Elba Ramalho, Chico César e Zé Ramalho
Quinta-feira - grandes vozes: Emilio Santiago, Aguinaldo Rayol e Aguinaldo Timóteo
2ª Sexta-feira - A vez do samba: Leci Brandão, Beth Carvalho e Zeca Pagodinho
2º sábado - grandes ídolos da Jovem Guarda: Ronnie Von, Erasmo e Roberto Carlos
Antes de cada grande medalhão desses, se apresentaria, como já acontece, um artista de Garanhuns como Karla Sybele, Leo Noronha, Nostalgia, Gláucio, Zezinho de Garanhuns, etc.
Claro que esses ídolos todos representam um sonho. Mas não custa sonhar num Festival arrasador nos seus 20 anos e que pelos menos algumas dessas ideias pudessem ser aproveitadas, de acordo com a agenda dos cantores e da grana da Fundarpe. Uma coisa eu sei: nessa seleção aí tem mais novidades e consequentemente menos repeteco.

O CLÁSSICO CENTENÁRIO

Quando escrevi sobre o clássico Náutico e Sport, disputado no último domingo, dei a entender que era a centésima partida jogada entre os dois grandes clubes pernambucanos. Na verdade a data comemorou 100 anos, ou seja um século de confrontos. Os dois não estão muito bem no Campeonato Brasileiro, mas pior faz o Santa Cruz, que dá vexame até na série D.

MUDANÇA EM CAETÉS

O ex-prefeito Zé da Luz, que continua mandando no município de Caetés, conseguiu a adesão do vereador Gilvan de Jota e agora passa a ter maioria na Câmara Municipal. Os comentários na cidade é que o parlamentar mudou de lado por conta de uma proposta irrecusável. Ele pode até ter feito um bom negócio, mas não consegue evitar a hostilidade dos partidários de Lindolfo, Galego e Armando. A mudança em Caetés é bem diferente da que aconteceu em Capoeiras.

TROPA DE ELITE DOIS

Um dos maiores sucessos de bilheteria dos últimos anos, o filme Tropa de Elite terá uma continuação. O longa começa a rodar em janeiro, tendo o novamente José Padilha na direção e Wagner Moura como ator principal, vivendo o truculento capitão Nascimento. O sucesso deve ser repetir no cinema, DVDs originais e cópias piratas. Alguém duvida?

segunda-feira, 27 de julho de 2009

ESCLARECIMENTO

O Secretário Executivo da CODEAM, advogado Alexandre Marinho, escreve o seguinte esclarecimento ao blog:

"Gostaria de fazer uma pequena correção: A CODEAM terá o seu próprio site, que em breve estará sendo lançado - www.codeam.org.br
Porém a Academia de Educação para o Desenvolvimento, criada por mim e um grupo de amigos é que lançará no dia primeiro de setembro o Portal do Agreste, que pretende ser um grande banco de informações sobre a região".

LIVRO SOBRE A HECATOMBE

A Hecatombe de Garanhuns, que aconteceu em 1917, é um dos fatos mais trágicos já registrados na cidade. Muitos inocentes foram mortos em um só dia, por conta de desencontros, motivações políticas e o assassinato do deputado Júlio Brasileiro, praticado pelo capitão Sales Vila Nova. Essa história, que já foi contada de forma magistral por Márcio Santos de Almeida, no livro "A Hecatombe de Garanhuns - A Anatomia de uma Tragédia", agora é mostrada num romance escrito pelo professor garanhuense José Cláudio Gonçalves de Lima, da rede estadual de ensino. O trabalho dele é muito interessante e pela primeira vez a tragédia é contada com a mistura de realidade e ficção, de certo modo facilitando a leitura, que ficou mais atraente.

ENQUETE

O jornalista Fernando Rodolfo sempre gosta de promover enquetes no Jornal da Sete 2º Edição, na FM Sete Colinas. Hoje ele pesquisou junto ao ouvintes quem deverá ser o deputado federal de Garanhuns, na próxima eleição. Tivemos 20 telefonemas e 13 revelaram estar dispostos a votar em Ana Arraes (fará dobradinha com Zé da Luz), 4 em Sílvio Costa (apoiado por Izaías), 1 em Maurício Rands (se for o candidato do prefeito) e l em Fernando Ferro. É preciso observar que a eleição está longe, Luiz Carlos e Izaías Régis ainda não arregaçaram as mangas e se estiverem juntos no apoio ao federal isso pesará muito. Um ouvinte que considerou cedo essa discussão ainda questionou: O que foi que Zé da Luz fez por Garanhuns para estar com esse prestígio todo?

O CLÁSSICO CEM

Náutico e Sport se enfrentaram pela centésima vez, neste domingo, no estádio da Ilha do Retiro. O jogo foi digno da data, tão redonda, por isso bem explorada pelos cronistas. O timbu esteve perto de vencer, o leão reagiu, virou e por pouco não mata a partida no 4 a 2. Mas o velho Carlinhos Bala foi lá e num gol sensacional deixou tudo igual: 3 x 3. Os dois times continuam na zona do rebaixamento e o técnico Leão foi demitido. Futebol mexe mesmo com os nervos.

A SEXTA VENCE O SÁBADO

Quase sempre o último dia do Festival de Inverno pega o maior público do evento. Porque acontece no sábado e principalmente por conta da atração escolhida, normalmente um nome ou uma banda de grande apelo popular. Este ano, ao contrário, teve muita mais gente no polo central do evento do que no sábado. Por que? Muito fácil: O Rappa tem muitos mais fãs, atualmente, do que Jorge Ben Jor. Este último fez uma boa apresentação, quem foi conferir gostou. E tem uma coisa incrível: garotos de 16/17 anos ficaram horas esperando só para ouvir ele cantar "Fio Maravilha", que já recebeu versões diversas em todos os grandes estádios de futebol do país e por isso é conhecida por gerações diversas.

O CORDEL TAMBÉM ENCANTA

Escrevi que Maria Rita tinha encantado o público da Guadalajara. Muitos jovens com quem conversei concordam, mas fazem questão de afirmar: "O Cordel do Fogo Encantado também arrasou". Anne, que mora em Lajedo, disse que foi simplesmente emocionante quando houve a queda de energia e Lirinha começou a declamar uma das músicas do grupo sendo acompanhado pelos fãs presentes à praça. Embora muita gente por aqui só queira saber de Saia Rodada e outras coisas piores, é ótimo saber que existe uma juventude antenada sabendo da importância dos artistas de Arcoverde, que hoje têm reconhecimento até internacional.

AS LIÇÕES DO FESTIVAL

Este foi o título do editorial do Correio Sete Colinas que começou a circular sábado, no encerramento do Festival de Inverno. Já recebi pelos menos uns três telefonemas de cabeças pensantes da cidade concordando com o teor do artigo. Em síntete, o texto elogia o FIG, reconhece que a 19ª edição do evento teve muita coisa boa, mas pondera que é possível melhorar ainda mais a festa, fortalecendo o polo da Guadalajara, o Pau Pombo e o Euclides Dourado, principalmente. Isso significa trazer boas atrações. Esse festival que passou deixa muito claro isso: quando tivemos boas atrações a praça lotou. Quanto os artistas eram fracos, desconhecidos ou figuras carimbadas em Garanhuns, o povo sumiu. Para quem quiser se aprofundar recomendo ler o editorial na íntegra. O jornal está nas bancas.

SALMO 23

Minha proposta é sempre aos domingos começar o blog com uma oração. É um dia em que a grande maioria não trabalha, muitos ficam em casa vendo TV, ouvindo música, lendo jornais ou se plugando na internet. Outros vão à missa, ao culto, praticam alguma atividade esportiva. Enfim, é mesmo o dia ideal para uma reflexão. Nos dois primeiros domingos cumpri minha missão. Ontem, porém, devido a outras atividades, não tive como abastecer o blog. O Salmo 23, que tantas vezes ouvi quando menino no salão nobre do Colégio Quinze, pela voz do reverendo Gerson, fica registrado hoje. Com certeza é um dos textos bíblicos mais belos que se escreveu:

O senhor é o meus pastor, nada me faltará.
Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas.
Refrigera minha alma, guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.
Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.
Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.
Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias. (Salmo de Davi).

sábado, 25 de julho de 2009

ERROS

De vez em quando escapa um errinho de ortografia ou de outro tipo porque redigimos e revisamos tudo com uma certa pressa. Mas erros todo mundo comete, o que nos consola um pouco. No site da Fundarpe, por exemplo, escreveram Parque Asa Branca com Z. A não ser que tenham registrado o nome do espaço erroneamente, como aconteceu com Pitú, que não deveria ter acento, mas tem.

JOSÉ DE ALENCAR TEM RAÍZES EM EXU

Já que falamos em Exu, a cidade sertaneja famosa por ser terra de Luiz Gonzaga, vamos aqui a um informação que pouca gente sabe: o escritor José de Alencar, autor de Iracema, o Guarani, Senhora, Lucíola, Diva, dentre outras obras-primas do romantismo brasileiro, era neto de Bárbara Alencar, que nasceu no mesmo lugar do nosso rei do baião. Ela era uma mulher à frente do seu tempo e foi uma revolucionária, tendo participado das revoluções libertárias de Pernambuco do século XIX. Depois das insurreições foi que mudou para o Ceará e um dos seus filhos, José Martiniano, terminou senador. Era o pai de José de Alencar.

PARQUE ASA BRANCA

O site da Fundarpe informa que a estatal assinou um convênio para recuperação do Parque Asa Branca, monumento construído por Luiz Gonzaga no município de Exu . O espaço está deteriorado e corria riscos. Já estava até se falando que o governador de São Paulo, José Serra, iria fazer uma visita ao local e bancar a reforma. A tempo socialista Eduardo Campos evitou o vexame.

O ENCERRAMENTO

O encerramento do 19º Festival de Inverno também não decepcionará. Hoje, com shows de Mundo Livre S.A., Oto e Orquestra Popular da Bomba do Hemetério e Jorge Ben Jor, a praça deve ficar novamente lotada. Até porque é sábado e muita gente já ficou de ontem para continuar curtindo a festa logo mais. É como eu escrevi anteriormente: os últimos dias vão dar uma falsa impressão de que tudo correu as mil maravilhas, quando tivemos quatro noites com os pólos do FIG esvaziados. Queremos o Festival como sempre foi: com atrações cuidadosamente escolhidas para cada dia, de modo que o público seja sempre satisfatório. É preciso entender que quando a Guadalajara tem boas atrações, aparece gente de todo lugar e todos os pólos são beneficiados.

O RAPPA SALVA O FESTIVAL

Se faltou público nos outros dias do Festival de Inverno, sobrou da sexta para o sábado, graças sobretudo ao grupo o Rappa, que arrastou mais de 60 mil pessoas para a Esplanada Cultural Guadalajara. Pessoas de todas as idades, mas principalmente jovens ocuparam todos os espaços de Garanhuns e foi bonito ver lotados o Parque Euclides Dourado, o Pau Pombo, a Avenida Santo Antônio e por fim o principal pólo do evento. O show foi aplaudido o tempo inteiro e deixou a certeza de que boas atrações no FIG são garantia de sucesso. E não precisa apelar para cantores de vaquejada, tipo Edu e Maraial.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

PORTAL DA CODEAM

A Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional, CODEAM, terá logo logo um portal na internet. Trará informações dos municípios da região, divulgará o trabalho que está sendo feito pela associação municipalista e ainda terá colaboradores independentes. Um deles será a colunista social Kitty Lopes. Este blog também deverá entrar no portal da CODEAM, segundo entendimentos mantidos com o Secretário Executivo da Comissão, advogado Alexandre Marinho.

BOLSA-FAMÍLIA

O economista Maurício Canêdo, do IBRE (Instituto Brasileiro de Economia), conseguiu descobrir que o bolsa-família deu 3% de votos ao presidente Lula, em 2006. Como o petista venceu a eleição com uma diferença de 11 milhões, fica claro que o petista não derrotou Geraldo somente por conta dessa ajudinha aos pobres. Mais um mito cai por terra.

NOVELAS

O povo brasileiro gosta mesmo de novelas, pelo menos as que são produzidas pela Rede Globo. Não é que "Senhora do Destino", que está sendo reprisada num horário ingrato, depois das duas da tarde, tem atingido picos de 36% de audiências nos Estados do Sudeste. No resto do País não deve ser diferente. Se com um repeteco se consegue um resultado desses, como não estará a audiência de "Caminho das Índias", o folhetim das mocinhas dançantes?

POSSE

A posse do ex-prefeito João Paulo na Secretaria de Articulação Regional do Estado será na próxima segunda-feira, no Palácio do Campo das Princesas. Na oportunidade, o governador Eduardo Campos estará empossando também a ex-prefeito de Olinda, Luciana Santos, como Secretária de Ciência e Tecnologia. O Dudu dos olhos verdes é sabido que é danado. Também, neto de Arraes, não poderia ser diferente.

GOVERNADOR DÁ UMA CANJA A JOÃO PAULO

Prefeito do Recife durante oito anos, tendo feito uma gestão amplamente reconhecida pela população, o petista João Paulo não podia ficar no ostracismo, sem mandato e sem ocupar um cargo de importância na política. O governador Eduardo Campos, numa jogada de mestre, convocou JP para ocupar a Secretaria de Articulação Regional do Estado, cargo que já foi do prefeito de Lajedo e presidente da Amupe, Antônio João Dourado. Com esse espaço, João Paulo poderá continuar a exercer com maestria a arte da política, ficará conhecido também no interior e irá fortalecer seu nome como um dos candidatos ao senado federal na chapa do neto de Arraes.

CORRIDA DA GALINHA

Começa hoje, em São Bento do Una, a 12ª Corrida da Galinha. As competições entre as aves ficam para o domingo, mas os shows em praça pública movimentam a cidade a partir desta sexta. Teremos nomes como Gilberto e Banda, Asas da América, a tradicional Banda Santa Cecília e o consagrado Alceu Valença, que é filho natural da terra. Amanhã, sábado, o governador Eduardo Campos estará em São Bento, prestigiando o evento, sendo recebido pelo vice-prefeito José Almeida. Inaldo Sampaio, no seu blog de hoje, dá o maior "pau" na festa em torno das aves. Acho que está equivocado. Primeiro não é o maior evento de São Bento como diz e sim a tradicional Festa de Reis, com mais de 100 anos. Segundo, não expõe a cidade ao rídiculo, como insinua e sim de forma descontraída e festiva chama a atenção para o peso da avicultura no município governado por padre Aldo Mariano. Não estou querendo "brigar', com o Inaldo, que admiro muito e é um profissional sério, mas acho que ele tem de ver a questão por esse outro lado que estou mostrando.

POR QUE EDU E MARAIAL?

Ronaldo César, leitura obrigatória deste bloqueiro, acerta na mosca, hoje, quando esclarece que a dupla Edu e Maraial foi escalada de última hora para que o FIG pudesse garantir um bom público na Guadalajara. É que já eram quatro noites de praça quase vazia: domingo, segunda, terça e quarta. Isso mostra que a atual diretoria da Fundarpe ainda não sabe o que é o Festival. Não precisa de apelação para juntar gente. O que se precisa é saber montar uma grade eclética que agrade segmentos diversos, sem com isso sacrificar a qualidade. Maria Rita dá público, a velha Rita Lee ainda traz gente para o pátio de eventos, o Rappaa e Jorge Ben Jor também não irão decepcionar. Agora, Oldair José só juntaria 10 mil pessoas num show nos anos 70, mas aí nem havia ainda o sonho ou o projeto de um festival na cidade. Wanderléia? Gosto muito dela, mas também não é capaz de mobilizar seus fãs, hoje todos sessentões. Quando fizerem a programação, é preciso critérios para o artista do sábado, do domingo, da segunda, etc. E isso vale para a Guadalajara, o Pau Pombo e o Euclides Dourado. Isso já foi feito, de maneira inteligente, por ex-dirigentes da Fundarpe.
Estamos nos 19º FIG, então é lamentável esse pessoal do Governo do Estado ainda está improvisando porque não fez até agora - com três anos de administração - um estudo do evento. Depois que terminar a festa deste ano, que dará uma falsa impressão de sucesso por conta dos shows de final de semana, comecem a planejar. E conversem com os profissionais de comunicação de Garanhuns que terão muito a aprender. Que tal ouvir a opinião de Jonas Lira, Marcos Cardoso, Tony Duran, Fernando Rodolfo, Eduardo Peixoto, Ronaldo César, Roberto Sampaio, Marcelo Jorge (um cara inteligente que não pode ser somente o apresentador, ele tem algo a dizer), Carlos Janduy, Fernandinho DJ, Zezinho de Garanhuns, Gláucio Costa e muita gente mais.

O FESTIVAL NA RETA FINAL

Como já cantávamos no blog desde quarta-feira, o público do Festival começaria a melhorar novamente a partir da quinta-feira. Não deu outra. Edu e Maraial, dupla que se apresentou na festa de São José de Capoeiras e tem estado presente em várias cidades da região, atraiu setores expressivos do povão e Nação Zumbi e a as outras bandas, mais a participação de Arnaldo Antunes, garantiu a presença de roqueiros, amantes da música pop e do movimento mangue beat. Hoje, com o grupo o Rappa como atração principal, devemos ter a praça cheia novamente. Vem mais gente para a Guadalajara, e consequentemente para os parques. Nesta sexta e amanhã Garanhuns deve estar comos nos grandes dias do Festival de Inverno. O movimento na cidade, principalmente à tarde, já deixa claro que a noite será muito prestigiada.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

SOBRE ULISSES

A nova edição do Correio Sete Colinas, que já está na gráfica, traz capa e página inteira dedicada ao jornalista Ulisses Pinto. É para ler e guardar, devido a importância do velho homem de imprensa, que durante 67 anos escreveu para os jornais de Pernambuco. Há também no Correio um artigo fazendo uma avaliação do 19º Festival de Inverno. Verdade que a festa não terminou ainda, mas já dá muito bem para comentar alguma coisa.

SILVIINO PARA FEDERAL?

O jornalista Inaldo Sampaio passsa duas informações importantes, hoje, relacionadas com a região do Agreste Meridional. Primeiro, informa que o deputado Adelmo Duarte (DEM), que tem em Lajedo a sua principal base eleitoral, não será candidato à reeleição. Depois, revela que Sérgio Guerra está tentando convencer Silvino a disputar um mandato de deputado federal. A ex-primeira dama, Aurora Cristina, também seria candidata, só que a uma vaga na Assembléia Legislativa. Vai ter muita novidade até chegar 2010.

A HOMENAGEM A TOINHO

Ronaldo César, meu compadre e blogueiro dos bons, lamenta que a homenagem a Toinho Alves tenha se limitado ao dia da abertura do FIG. O problema é que esqueceram de avisar os artistas e Rita Lee chegou no palco homenageando Vitalino, o grande mestre de Caruaru. É como já registrei antes, neste espaço: Garanhuns não cultiva os seus ícones ou não os têm.

O PAI DO FESTIVAL

Surgiu mais um pai para o Festival de Inverno. O artista plástico recifense Paulo Bruscky. Ele jura que foi dele a ideia de realização do evento. O que sei é outra história: Ele foi contratado pela Prefeitura para coordenar a festa, fez uma série de trapalhadas e no outro ano não quiseram saber dele em Garanhuns. Então o cara foi à justiça e exigiu uma grana de 300 milhões de cruzeiros (moeda da época) por "direitos autorais". O negócio rolou um bocado de tempo mas ele perdeu. Não podia ganhar, pois quem levou a proposta do FIG ao prefeito Ivo Amaral foi o jornalista garanhuense Marcílio Reinaux e quem bancou o evento hoje tão badalado foi o governador de Pernambuco em 1991, Joaquim Francisco.

NAÇÃO ZUMBI

A banda recifense é a principal atração de hoje à noite, na Esplanda Guadalajara. Vamos esperar que o público melhore em relação aos últimos dias. De todo modo, com o Rappa, amanhã, e Jorge Ben Jor, no sábado, deveremos ver a praça lotada novamente no final de semana. Nos parques o movimento é apenas normal, mas no sábado e domingo melhora muito também.

NÁUTICO SEGURA A LANTERNA

O Náutico até que chegou perto de uma vitória contra o Botafogo, ontem à noite, nos Aflitos, mas no final do jogo cedeu um empate numa bobeira da defesa, quando da cobrança de uma falta. O jogo ficou em 2 x 2 e o timbu segurou a lanterna do campeonato. No próximo domingo, o alvirrubro enfrenta o Sport, num clássico que está completando 100 anos. O leão, que também está na zona do rebaixamento do brasileirão, joga hoje à noite contra o Coritiba, na capital paranaense. A verdade é que os dois times de Pernambuco ainda precisam melhorar muito, se não quiserem cair para a segunda divisão.

IRMÃO DE COR

O prefeito de Capoeiras, Luiz Claudino de Souza, o Dudu, foi muito discriminado nas duas campanhas políticas das quais participou, por conta de sua cor escura. Hoje, no poder, ele permanece com o mesmo jeito simples, tratando de forma carinhosa as pessoas do povo, os mais humildes. Outro dia, no Sítio Imbé, Dudu saiu-se com esta: "Nós dessa corzinha aqui (mostrando o braço) somos muito discriminados, humilhados. Mas agora vocês tem na prefeitura um irmão, um primo, um amigo. E ninguém vai mais persegui-los"

quarta-feira, 22 de julho de 2009

O PÚBLICO DO FESTIVAL

Apesar da voz bonita, boa presença de palco e um repertório que merece atenção, Wanderléia não atraiu grande público, ontem à noite, no palco da Guadalajara. Outros cantores se apresentaram antes, mas a Wandeca era o maior nome da terça-feira. Até agora tivemos boa participação popular na quinta-feira, na sexta e sábado, assim mesmo aquém de festivais passados. Como a quinta nunca deu muita gente mesmo, podemos considerar de certo modo o melhor dia da festa. Por que? Ora, tinha o Quinteto fazendo a homenagem a Toinho, a participação do Lenine e principalmente a Maria Rita. Depois de cinco dias de shows, você abre a página da Fundarpe e vê o quê? O vídeo da filha de Elis Regina é o mais acessado. Tudo isso que está acontecendo só cobre o repórter de razão quando alertou a direção da Fundarpe, antes do início do FIG, que era preciso dar mais atenção ao palco da Guadalajara. Hoje à noite O Cordel do Fogo Encantado vai se apresentar pra pouca gente também e só na sexta e no sábado, com O Rappa e Jorge Ben Jor, a praça vai pegar bom público novamente. A secretária de Cultura e a presidente da Fundarpe têm de admitir que nós estávamos certos quando questionamos as escolhas da Guadalajara, que queiram ou não queiram é a vitrine do FIG. Como bem diz o colega blogueiro Ronaldo César, em seu espaço, tem de mesclar os veteranos com a turma nova que está surgindo na MPB. No próximo ano, quando for realizado o 20º Festival, tragam Ana Carolina, Van Der Lee, Seu Jorge, Zeca Pagodinho, Renato Teixeira, grandes artistas que nunca vieram e outros nomes que estão despontando, que vocês irão ver a resposta do público. Ninguém é bobo para sair do Recife ou mesmo de sua casa aconchegante em Garanhuns para assistir Oldair José estreando no FIG ou Nação Zumbi na cidade pela décima vez.

NOVA EDIÇÃO DO CORREIO

No próximo final de semana sai a edição de nº 248 do Correio Sete Colinas, que completou 10 anos de circulação ininterrupta neste mês de julho. O jornal vem com matéria completa sobre Ulisses Pinto, acompanhada de fotos. Traz ainda uma avaliação do 19º Festival de Inverno e uma reportagem a respeito do Centro de Convenções do SESC, que foi prometido e até hoje não se concretizou, apesar da doação do terreno feita pela prefeitura.

EMOÇÃO NA CÂMARA

Antes da saída do corpo de Ulisses Pinto da Câmara Municipal, algumas pessoas usaram da palavra para fazer a última homenagem ao jornalista. Falaram o prefeito de Garanhuns, Luiz Carlos de Oliveira, o presidente da Academia de Letras, João Marques, o comandante do 71 BI, coronel Fernando Sávio, a professora Glorinha Luna e o radialista Rossini Moura. Todos enalteceram as qualidades de "Ulissinho", como era chamado carinhosamente por alguns, sua capacidade de fazer amigos e suas grandes paixões: o jornalismo e a instituição militar. Muitos se emocionaram, principalmente quando discursou Rossini, que tem uma bela voz e parece tirar as palavras lá dentro do coração.

HONRAS MILITARES

O jornalista Ulisses Pinto, 84, que morreu na última segunda-feira, em Garanhuns, foi sepultado com honras de um Chefe de Estado. O enterro foi realizado nesta terça à tarde, no cemitério de São Miguel, com a presença de familiares, políticos, jornalistas, radialistas, funcionários públicos e muitos amigos que o profissional da imprensa escrita fez em vida. Estavam presentes ainda o comandante do 71 BI, outros oficiais do Batalhão Duarte Coelho, soldados, enfim um contingente expressivo da unidade do Exército Brasileiro. A Banda do 71 BI Motorizado acompanhou o cortejo, executou o hino nacional no cemitério de São Miguel e depois ficou tocando músicas fúnebres. O comandante do Batalhão, coronel Sávio, justificou que Ulisses é digno de todas as homenagens recebidas porque sempre foi um grande amigo da instituição militar.

terça-feira, 21 de julho de 2009

CANDIDATOS

Dois candidatos devem polarizar os votos de Garanhuns na próxima eleição: Izaís Régis (PTB) e Zé da Luz (PSB). Correndo por fora devem obter uma votação razoável no município o peemedebista Claudiano Martins e o pedetista Marcantônio Dourado (no último pleito chegou perto dos mil votos no município). Confirmada a candidatura de Eudson Catão ele também deve receber uma bela fatia, assim como Leonardo Dias (filho de Romário) e Alberto Feitosa. Este último tem o apoio de muita gente da Polícia Militar, inclusive do soldado Gabriel, suplente de vereador. O prefeito de Capoeiras, Dudu, com muitas amizades em Garanhuns, também deve dar uma força a Feitosa na Suíça Pernambucana. Caso Silvino Andrade entre na disputa, para fazer o palanque de Serra e do candidato a governador da oposição, a disputa esquenta ainda mais, uma vez que o ex-prefeito ainda tem muitos adeptos.

CHATEADOS

Algumas pessoas muito conhecidas na cidade, comoFlávio Ramos, do Chocolate Sete Colinas e Ronaldo César, da 87 FM, estão chateados porque tentaram falar com a secretária de Cultura, Ivone Silva, mas não foram nem recebidos. Outros comerciantes, que a exemplo de Flávio têm uma história na cidade e junto ao Festival, passaram pelo mesmo constrangimento.

DISPUTA POR ESPAÇO

Uma fonte revelou ao blogueiro que existe uma disputa por espaço entre as secretárias de Turismo, Gabriela Valença, e a de Cultura, Ivone Silva. O ano passado, a primeira esteve à frente do FIG e este ano a segunda tomou conta de tudo. Esse é o principal motivo do conflito que precisa ser mediado pelo prefeito Luiz Carlos.

FESTIVAL

O Festival teve um público fraco no domingo do frevo. Os mais jovens não valorizam tanto esse tipo de música, autenticamente pernambucana. Também a noite em que se apresentaram Claudinor Germano, Nonô Germano, Getúlio Calvanti, Moraes Moreira e outros choveu demais, fez muito frio, o que contribuiu para afastar o público. Na segunda-feira Oldair José levou um pouco mais de gente ao principal palco da Guadalajara. Duas, três mil pessoas cantaram com o veterano artista os grandes sucessos que ele emplacou na década de 70. Hoje, a "ternurinha" da Jovem Guarda, Wanderléia, deve atrair mais pessoas a principal vitrine do FIG. Ela está com música numa das novelas globais e deve se beneficiar ainda da grande badalação em torno dos 50 anos de música de Roberto Carlos. Nos parque a movimentação não é tão boa quanto no final de semana, até porque nesses espaços não temos artistas muito conhecidos do grande público.

ULISSES PIINTO

Ulisses Peixoto Pinto, 84, nasceu em Garanhuns, na Praça Jardim, em 1925. Irmão do ex-prefeito do município, Aloísio Souto Pinto, dedicou sua vida ao jornalismo do interior, tendo publicado artigos, notas e reportagens durante 67 anos de sua vida. Ulisses morreu ontem à tarde, no Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e o seu corpo está sendo velado na Câmara Municipal e recebendo muitas visitas, das autoridades, colegas da imprensa, familiares e do povo em geral. Ele receberá diversas homenagens do Exército, instituição que amava, da Prefeitura e de diversas instituições. O seu sepultamento acontece à partir das 15h, no cemitério de São Miguel, na Boa Vista. Dentre as comendas mais importantes que Ulisses recebeu em vida estão as medalhas do Pacificador, do Mérito Militar e do Centenário de Garanhuns. O jornalista era casado com a professora Maria do Socorro Mendes Lima Pinto e tinha um único filho, o engenheiro Ulisses José Mendes, que lhe deu a neta Thainá Cavalcanti.
O primeiro artigo de Ulisses Pinto num jornal de Garanhuns foi publicado em 1942. De lá pra cá não parou mais. Escreveu muito para O Monitor, Jornal Pequeno, Garanhuns Jornal, Correio Sete Colinas, A Gazeta, Jornal Cidade, Diario de Pernambuco e Jornal do Commercio, os dois últimos do Recife. Um dos fatos mais marcantes da vida do profissional de comunicação, foi a cobertura do assassinato do bispo Dom Expedito Lopes por padre Hosana, em 1957. Ele enviou as notícias para os jornais da capital e, um fato curioso, achou a cápsula da bala disparada contra a autoridade religiosa. Guardou esta consigo até o final da vida. Por esse breve esboço da vida de Ulisses Pinto, dá para perceber que ele leva consigo parte da história do jornalismo e da política de Garanhuns. Além da atividade jornalística, foi funcionário público e se aposentou como servidor dos Correios, um órgão federal.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

O POEMA DE DRUMMOND

Se você já ouviu a música ou leu o poema várias vezes não importa. "E Agora José", é sempre lindo. Tanto toca a gente quando se escuta a melodia, com a voz rouca do Paulo Diniz, quanto quando nos debruçamos sobre o livro. Então, para quem já conhece ou para quem vai apreciar agora pela primeira vez, aí segue a letra de Drummond, que foi musicada pelo cantor de Pesqueira:

"E agora, José?
A festa acabou,
A luz apagou,
O povo sumiu,
A noite esfriou,
E agora, José?
E agora, você?
Você que é sem nome
Que zomba dos outros,
Você que faz versos,
Que ama protesta,
E agora, José?
Está sem mulher,
Está sem discurso,
Está sem carinho,
Já não pode beber,
Já não pode fumar,
Cuspir já não pode,
A noite esfriou,
O dia não veio,
O bonde não veio,
o riso não veio,
não veio a utopia
e tudo acabou
e tudo fugiu
e tudo mofou,
e agora, José ?
E agora, José ?
Sua doce palavra,
seu instante de febre,
sua gula e jejum,
sua biblioteca,
sua lavra de ouro,
seu terno de vidro,
sua incoerência,
seu ódio - e agora ?
Com a chave na mão
quer abrir a porta,
não existe porta;
quer morrer no mar,
mas o mar secou;
quer ir para Minas,
Minas não há mais.
José, e agora ?
Se você gritasse,
se você gemesse,
se você tocasse
a valsa vienense,
se você dormisse,
se você cansasse,
se você morresse…
Mas você não morre,
você é duro, José !
Sozinho no escuro
qual bicho-do-mato,
sem teogonia,
sem parede nua
para se encostar,
sem cavalo preto
que fuja a galope,
você marcha, José !
José, pra onde ?

PAULO DINIZ

Há poucos anos atrás Paulo Diniz, pernambucano de Pesqueira, esteve no Palco da Guadalajara. Já estava bem doente, teve de cantar o tempo todo sentado e muitas vezes a voz falhou. Uma pena. Principalmente porque o artista tem valor e é responsável pela divulgação de dois dos poemas mais bonitos da literatura brasileira: "E Agora José", de Carlos Drummond de Andrade, e "Vou Embora pra Passárgada", do nosso Manoel Bandeira. Paulo merece muito carinho e amor. É um aperitivo gostoso, hoje à noite no palco da Esplanada, antes do Oldair José.

O CANTOR DAS EMPREGADAS

"Deixa essa vegonha de lado, pois nada disso tem valor, por você ser uma simples empregada, não vai modificar o meu amor". Esse é um dos trechos de uma das músicas de Oldair José que fez mais sucesso na década de 70. Ela gravou muitas outras na mesma linha e não foi à toa que ganhou o título de "cantor das empregadas". Depois vieram os roqueiros, o axé, o forró estilizado e por último essa música que não tem classificação, tipo a produção de Saia Rodada e Cavaleiros do Forró. O Oldair, como muitos outros, sumiram. O Benito de Paula, outro cantor badalado da mesma época, que fazia um samba abolerado, caiu tanto no ostracismo que chegou a passar por dificuldades. Mas hoje o Oldair José ressuscita, volta a brilhar e até a música contra a pílula anticoncepcional, outro grande sucesso do brega, deve ser entoada na praça. Acho que o atuor de "Minhas Coisas" (a primeira música do artista estava mais para Roberto Carlos) merece um bom público, afinal de contas ele representa um determinado período da MPB e principalmente o segmento das discriminadas empregadas domésticas, ainda hoje tratadas como escravas na maioria das cidades do país.

CULTURA E QUALIDADE DE VIDA

Tudo é cultura. Música, teatro, literatura, religião, esporte, cinema, uma determinada forma de pensar, os conhecimentos adquiridos, etc. Existe até a cultura do nada: as pessoas vazias, os homens que procuram como válvula de escape o álcool, as mulheres drogadas, as prostitutas. É preciso, porém, separar o joio do trigo e estar do lado do bem. Para que não floresça a cultura da bárbarie, como aconteceu com o nazismo, o fascismo, o comunismo de Stalin, a política das ditaduras na Argentina, no Chile e Brasil. Precisamos fazer e espalhar cultura como sinônimo de conhecimento positivo, jogar esse saber para todas as pessoas, investir em educação. Só assim caminharemos cada vez mais no rumo da civilização, seremos pessoas, cidadãos e a vida será melhor.

MARIA ALMEIDA

Sempre gentil, a professora e comadre Maria Almeida elogia de forma elegante o conteúdo deste blog. Acha que sou iluminado e culto. Uma palavra, uma frase, dita asssim, com tanta generosidade, enriquece demais quem está apenas querendo servir, a partir dos conhecimentos adquiridos ao longo da vida. Maria é uma mulher de fé e de fibra, que conseguiu logo cedo tornar minha segunda-feira um dia muito especial.

ENCONTRO DO PR

O Partido da República, PR, deve promover um grande encontro regional em Capoeiras, no próximo dia 16 de agosto. Estarão presentes os deputados republicanos, prefeitos, presidentes dos diretórios municipais, secretários, diretores, vereadores de municípios diversos e todos que comungam com os ideais da agremiação política. As principais estrelas da reunião serão os deputados Inocêncio Oliveira e Alberto Feitosa, sendo o prefeito Luiz Claudino (Dudu) o anfitrião.

domingo, 19 de julho de 2009

SEGUNDA-FEIRA

Hoje comecei com o Sermão da Montanha, passei por Vinicíus e fiz mais de uma menção a Rita Lee, a nossa "Ovelha Negra" da MPB. Agora à noite falei da chuva e do frio, lamentei as campanhas de Sport e Náutico, arranjando um jeito ainda de chegar perto dos jovens, ao comentar o mais novo filme de Harry Potter. Domingo tem umas coisas boas, a melhor delas o tempo longo para produzir mais, almoçar com a família, passear, namorar, dormir. Duro é saber que amanhã é segunda-feira, um dia ingrato, quando caímos na realidade outra vez.

HARRY POTTER BATE RECORDE

"Harry Potter e o Enigma do Princípe", sexto filme com o bruxinho mais famoso do mundo está agradando em cheio público e crítica. Esta última considerou o longa o melhor da série. Nos Estados Unidos o filme bateu recorde de bilheteria e somente em cinco dias arrecadou a bagatela de R$ 160 milhões de dólares. Os americanos não podem nos matar de inveja: o filme já está passando aqui em Garanhuns também, no Cine Eldorado. Harry e sua turminha são simpáticos e gosto deles desde o primeiro livro, que li com prazer de adolescente. Depois achei os outros meio repetitivos (o impacto da novidade acabou) e os últimos não consegui chegar até o final da história. No cinema as aventuras são legais, embora o ator principal, Daniel Radcliffe, deixe um pouco a desejar. Mas eu sou um adulto exigente e chato. Com olhos de criança e adolescente o Harry certamente é visto como um verdadeiro super herói.

NÃO TEM JEITO PARA SPORT E NÁUTICO

O Sport, campeão da Copa do Brasil do ano passado e tetra campeão pernambucano, está mal das pernas no Campeonato Brasileiro da série A. Hoje perdeu em casa para o Avaí, de Santa Catarina, e a torcida no segundo tempo gritou até olé, enquato o adversário vitorioso tocava a bola. Pior ainda está o Náutico, o vice estadual. Levou de três do surpreendente Barueri, que ocupa as primeiras posições da tabela e se garantiu na lanterninha. É, parece que o Geninho ainda vai ter muito trabalho.

A CHUVA NÃO GOSTA DE RITA

Nas duas vezes que cantou no Festival de Inverno de Garanhuns a cantora Rita Lee pegou a noite sem chuva e com pouco frio. Mas foi só ela ir embora e o tempo virou. Neste momento, às 20h16, chove que dá para ouvir o barulho característico da água batendo nas telhas. Lá fora, esfriou bastante, arrisco dizer que estamos com menos de 15 graus. Mais tarde, na Esplanada Cultural Guadalajara, quando o frevo começar a tomar conta do palco, deve ficar pelo menos na faixa de 12 graus. Mas a música de Claudinor, Silvério e Moraes Moreira deve esquentar tudo. A chuva da terra das sete colinas não gosta da Rita. Mas também quem mandou ela chegar aqui falando de Caruaru? Vitalino é um nome de prestígio internacional, todos nós pernambucanos e brasileiros o amamamos. Custava, porém, a artista falar de Dominguinhos, Toinho ou Luís Jardim pra nos prestigiar um pouquinho?

A GRIPE II

A gripe está chegando com força. Mas tenha esperanças. Estão anunciando que em 2010 o Brasil terá uma vacina contra essa doença. E se for só para "os porcos de Brasília"?, para usar aqui a expressão irônica da Rita Lee.

BLOGS QUE EU RECOMENDO

Tem dois blogs que eu recomendo: o do Inaldo Sampaio, ex-colunista do Jornal do Commercio, e o de Ronaldo César. O primeiro só fala de política, mas o cara é bem informado e não se prende só ao Recife. Fala do Agreste, Sertão e Zona da Mata. Ao contrário dos jornais da capital, que mal enxergam Olinda e Jaboatão. Já o Ronaldo, é eclético. Hoje mesmo foi legal a sua nota sobre a Rita Lee (diferente da minha, mas de certa maneira complementar). Para completar ainda teve um brilhante comentário do Alcindo. Garanhuns tem gente inteligente, infelizmente não são os que estão com o poder. Importante diferenciar: existem muitos espertos, inteligência é outra coisa. Ainda sobre o blog do Ronaldo: eu não afirmei que Luiz Carlos já escolheu os candidatos para 2012, eu escrevi que o prefeito levou para a conversa com o presidente Lula o empresário Mário B. Filho e Moura, o primo do petista. E que por isso já se estava especulando na cidade que essa é a chapa do prefeito para a próxima eleição municipal. Em política não existem certezas, principalmente a três anos de uma eleição. Mas que isso deve estar passando pela cabeça de "Seu Luiz da Farmácia", isso tá.

O DOMINGO DO FESTIVAL

Desde que foi anunciada a programação do Festival de Inverno, dois dias na Guadalajara me chamaram a atenção: A quinta-feira, com o Quinteto homenageando Toinho Alves (e mais a Maria Rita), e o domingo (hoje) com a reunião dos melhores cantores de frevo de Pernambuco e mais o baiano Moraes Moreira. Vai ser uma noite perfeita, estou convencido disso: Audejan, Nonô e Claudinor Germano, Getúlio Cavalcanti, Silvério Pessoa, Orquestra Popular do Recife... Muita gente não sabe ou esqueceu, mas o frevo tem muito da alma de Pernambuco. A praça bem merecia ficar lotada hoje à noite.

JOAQUIM FRANCISCO

Agora deixemos a beleza das orações e das flores para entrar no terreno árido da política. Joaquim Francisco, que já foi prefeito do Recife e governador de Pernambuco, mas devido a sua arrogância na última eleição não se elegeu nem deputado federal, resolveu trocar o DEM pelo PSB. Estava com Eduardo Campos, nos camarotes do Festival de Inverno, selando aqui em Garanhuns a aliança futura. O socialista, ao explicar a presença do ex-pefelista (o pai de Joaquim foi grande amigo de Arraes, que sempre quis bem ao novo aliado do neto) no seu camarote, saiu-se com esta: "Eu trouxe ele para conferir a grandeza do festival que criou". O primeiro FIG aconteceu quando Joaquim Francisco era governador, Rubinho Valença presidente da Fundarpe e Ivo Amaral prefeito de Garanhuns.
A oposição em Pernambuco está desaparecendo.

A PALAVRA É RANCHO

O título da poesia de Vinícius é "Rancho das Flores" e não Racho, como saiu errado duas vezes. Fiz uma revisão rápida, mas não sei porque "diacho'" engoli o n. Desculpem. Mas o importante é que "Rancho das Flores" é um poema lindo, não?

O SÁBADO DO FESTIVAL

O sábado continuou muito concorrido. Muita gente de fora na cidade e tanto o Parque Euclides Dourado quanto o Pau Pombo lotaram ontem à tarde e à noite. Pelo menos neste final de semana o público é bem maior do que o do ano passado. À noite, na Guadalajara, uma multidão. A principal atração da noite, Rita Lee, veio muito parecida com a cantora de 2002. Um show no mesmo estilo, com o seu repertório conhecido pelos fãs e muitas falas. Como da outra vez, ela pegou um dia sem chuva e que não estava tão frio. E estranhou: "Não é Festival de Inverno?" Podiam levar a"vovó do rock" para o Alto do Magano de bermuda e camiseta pra ver se ela ainda sentia calor. Além de alguns hits bonitinhos, a artista contou uma boa piada. Ela perguntou se a gripe suína já tinha chegado em Garanhuns. Quando o público respondeu que não, ela atacou: "É que os porcos todos ficaram em Brasília".

RACHO DAS FLORES

Já que estamos no clima de poesia (o sermão é muito poético, não?) e em pleno Festival de Inverno, com sua overdose de música e cultura, lembremos aqui os belos versos de Vinícius de Moraes intitulado "Racho de Flores". A poesia foi musicada por Fagner, em 2005, que usuou a melodia de Bach, mas propriamente de "Jesus Alegria dos Homens", fazendo com que a canção ficasse muito bonita. Os versos são esses:

"Entre as prendas com que a natureza
Alegrou este mundo onde há tanta tristeza
A beleza das flores realça em primeiro lugar
É o milagre do aroma florido
Mas lindo que todas as graças do céu
e até mesmo do mar.

Olhem bem para a rosa
Não há mais formosa
É a flor dos amantes
É a rosa-mulher
Quem em perfume e nobreza
Vem antes do cravo
E do lírio e da hortênsia
E da dália e do bom crisântemo
E até mesmo do puro e gentil malmequer.

E reparem no cravo, o escravo da rosa
Que flor mais cheirosa
Que enfeite sutil
E no lírio que causa o delírio da rosa
O martírio na alma da rosa
Que é a flor mais vaiodosa e mais prosa
Entre as flores do nosso Brasil.

Abram alas pra Dália garbosa
A flor mais vaidosa
Do grande jardim da existência das flores
Tão cheia de cores sutis
E também para a hortência inocente
A flor mais contente
No azul do seu corpo macio e feliz.

Satisfeita da vida
vem a margarida
Que é a flor preferida dos que têm paixão
E agora é a vez da papoula vermelha
A que dá tanto mel pras abelhas
E alegra este mundo tão triste
Com a cor que é do meu coração.

E agora que temos o bom crisântemo
Seu nome cantemos em verso e prosa
Porém que não tem a beleza da rosa
Que uma rosa não é só uma flor
Uma rosa é uma rosa, é uma rosa
É a mulher recendendo de amor.

Antes de produzir essa maravilha, através dos versos de Vinícius, Fagner já tinha musicado Cecília Meirelles, Ferreira Gullar, a postuguesa Florbela Espanca, dentre outros. Quem quiser conferir a música na voz agreste do cearense é procurar o CD ou simplesmente fazer uma busca na internet, que deve ser bem mais fácil.

SERMÃO DA MONTANHA

Umas das passagens mais bonitas do novo testamento é quando Cristo prega o Sermão da Montanha, que é belíssimo e a meu ver sintetiza toda a filosofia do cristianismo. É uma oração muito forte, capaz de abalar as estruturas até dos ateus. E foi durante esse sermão, tão citado, que Jesus rezou pela primeira vez o "Pai Nosso", que a Igreja Católica lembra sempre ser "a oração que Jesus nos ensinou".
Para começar este domingo, aí vai o trecho inicial do Sermão da Montanha:

"Bem aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus.
Bem aventurados os que choram, porque eles serão consolados.
Bem aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra.
Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos.
Bem aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia.
Bem aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus.
Bem aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.
Bem aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.
Bem aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disseram todo mal
contra vós por minha causa.
Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão no céu, porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós.
Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor?
Para nada mais presta senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens".

Muito do que pregou Cristo é perfeito do ponto de vista teórico e reconfortante confirmada a existência de um Deus, que seria seu pai. Infelizmente, em nome desse pai e desse filho se praticam os maiores abusos e absurdos. Matam, roubam, mentem. Muitos vão às igrejas somente para aliviar as consciências. Mesmo os padres na maioria dos casos são um poço de hipocrisia. A mensagem cristã é bela e levada à risca levaria a um mundo melhor. A maioria, porém, fala só de boca pra fora. E quase todos estão interessados mesmo é no dinheiro ou no poder. Quem está disposto a oferecer a outra face? Quem tem a grandeza de perdoar e dar a mão as Marias Madalenas?

Essa pregação toda é pra começar o domingo, quando tantos estão nas igrejas, enquanto eu filosofo na frente da tela do computador. Um bom dia pra todos que acessarem este blog.

sábado, 18 de julho de 2009

A GRIPE

Há suspeitas de que a gripe suína pode ter chegado a Caruaru. Durante o FIG, foi possível ver algumas pessoas se protegendo com máscaras. Essa doença está assustando mesmo. Como diria a personagem da novela: é a treva!

MARINHO E O PRIMO DE LULA

Conforme o blog noticiou em primeira mão, na quinta-feira à tarde, Luiz Carlos esteve e Brasília acompanhado do empresáro Mário Barbosa Filho, o Marinho do Grupo Pérola, e do primo do presidente Lula, conhecido como Moura. Na sexta, numa coletiva, o prefeito confirmou a notícia e as rádios e jornais espalharam mais a novidade. Depois de toda divulgação, corre a especulação na cidade que Marinho e Moura seriam os candidatos a prefeito e vice de Luiz em 2010. Faz sentido. Por que levá-los à capital federal para o encontro com o presidente? O pedetista, aliás, está sendo muito sabido. Mário B. Filho é um empresário forte e popular, com muita credibilidade no município. Quanto a Moura é do PT e primo de Lula, precisa mais?

SEGURANÇA

O esquema de segurança do Festival de Inverno está fortíssimo. Muito policiamento e rigor extremo, o que é um fato positivo, pois impede que ocorram furtos e outros tipos de crimes. E o governador Eduardo Camos, na sua passagem pela cidade, estava cercado por tantos PMs que só se viu igual nos tempos de Moura Cavalcanti.

FORRÓ E POP

O Parque Euclides Dourado voltou a ter bom movimento neste sábado à tarde, mas a festa continua à noite, no espaço cercado por eucaliptos centenários. No palco pop as atrações são Pernamuamba, Escurinho, Flor de Cactus, o Sabam dos Véio Mangaba e Bonsucesso Samba Clube. No espaço destinado ao forró pé-de-serra vamos ter Os Três do Cariri, Benedito da Macuca, Gean Mota e Mourinha do Forró. É pra virar a noite.

VIRTUOSI

Hoje tivemos durante o FIG o início de mais um "Virtuosi na Serra", com a execução da música clássica e erudita na Catedral de Santo Antônio. A primeira apresentação foi às 16h e às 21h vamos ter uma sonata para cello e piano, com Antônio Menezes, seguido de concerto com violino, viola, cello, piano e contrabaixo. Participação de Benjamin Sung, Eliseo Salazr, Antônio Menezes, Catalin Rotaru e Victor Asuncion. Imperdível.

O FESTIVAL AQUECE A CIDADE

Apesar da chuva e do frio destes últimos dias, o Festival de Inverno de Garanhuns, em sua 19º edição, aquece a cidade e deixa o povo mais animado. Tivemos já bons shows com O Quinteto, Maria Rita, Fernanda Abreu, Lenine e hoje teremos Rita Lee e o grupo Cachorro Grande. Na sexta-feira à tarde o Parque Euclides Dourado recebeu um público muito bom, superior ao do ano passado. Neste sábado e domingo não deve ser diferente. Muitos turistas estão circulando no município, os hotéis estão lotados e isto é muito bom, pois um evento do porte do FIG não pode ser feito somente com o público local. Apesar das atrações da principal vitrine do Festival - a Esplanada Cultural Guadalajara - deixarem a desejar, pelo menos em relação a outros anos, tudo indica que a festa vai ser um sucesso, possivelmente superando as duas últimas edições, quando houve uma queda de público.

QUANTO CUSTA O FESTIVAL?

A presidente da Fundarpe, Luciana Azevedo, disse em Garanhuns que o Governo do Estado estava gastando R$ 6 milhões no Festival de Inverno deste ano. Hoje, no Jornal do Commercio, as cifras saltaram para R$ 8 milhões. Ora, por favor me expliquem, a mim e a população do Estado, onde estão gastando essa grana toda? Jorge Ben Jor, Rita Lee, Lenine, Oldair José e mesmo Maria Rita, que cantou numa quinta-feira não cobram esse cachê todo. Então seria a despesa com hoteis, com palcos, decoração...? E tem mais, no Governo Jarbas, em anos em que tivemos aqui um time de estrelas, as despesas eram de R$ 1 milhão, no máximo R$ 1,5 milhão. Que inflação danada é essa? Alguma coisa está errada ou estão mentindo pra nós. Seis ou oito milhões é dinheiro pra cacete. Acho que dava para calçar quase todas as ruas da cidade. É preciso mais transparência ou cuidado com as palavras.

QUANTO CUSTA O FESTIVAL?

ESTRADA DE JUCATI

Jucati era um simples distrito de Jupi. Há menos de 18 anos virou cidade, começou a se desenvolver, junto com o distrito de Neves e agora deve sair ainda mais do isolamento do passado. É que o governador Eduardo Campos estará assinando hoje à tarde a ordem de serviço para o asfaltamento da estrada que liga Jupi a Jucati, num trecho de aproximadamente 10 km. Ganham os dois municípios e os outros que ficam no entorno desta obra, como Capoeiras, Lajedo, Calçado, Ibirajuba e Garanhuns.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

AOS LEITORES

Aos poucos os leitores vão descobrindo o blog. Se faz o boca a boca, quem gosta passa para o outro e de repente já são muitos os que estão nos espiando diariamente, neste espaço. Nos camarotes da Guadalajara, ontem à noite, pude perceber isso. Doutor Alcindo elogiou o nível e recomendou aos amigos que o cercavam. Um cara inteligente como ele dizendo que estamos no caminho certo é um atestado de idoneidade. Fernando Rodolfo, colega de profissão, também disse que está gostando muito, assim como o ex-vereador Joaci Laurindo e Ronaldo César, que também está escrevendo um blog gostoso de se ler. Nos comentários, recebi mensagens simpáticas de Wagner e de Amanda, esta última tão querida quanto uma filha, embora esteja tão distante - só fisicamente. A todos que acompanham estas notas o meu abraço. E peço que escrevam, telefonem, passem informações, deem sugestões. Só assim poderemos melhorar cada vez mais.

RESSACA

O movimento no comércio estava fraco, hoje pela manhã. Acho que a maioria das pessoas acordaram tarde, estavam de "ressaca", por conta dos shows de ontem à noite. Agora à tarde a badalação deve recomeçar, até porque à noite tem Fernanda Abreu e Lenine, na Guadalajara, e tem início a animação dos outros polos.

GOVERNADOR CUMPRE AGENDA NA CIDADE

O governador Eduardo Campos cumpre extensa agenda, hoje à tarde, em Garanhuns e outras cidades do Agreste Meridional. Às 15h o socialista tem um encontro com o prefeito Luiz Carlos, no gabinete do Palácio Celso Galvão. Uma hora depois inaugura a primeira etapa do novo sistema de abastecimento d´água, que inclui duas estações elevatórias e ampliação do serviço de tratamento. Às 17h40 visita as instalações da Delegacia da Mulher (até que enfim vai funcionar!) e às 18h inaugura uma farmácia de medicamentos excepcionais, na Geres. Eduardo inaugura ainda a Academia das Cidades, no Parque Euclides Dourado e tarde da noite comparece ao camarote oficial do Governo, no Festival de Inverno.

TÁXIS

Os táxis de Garanhuns estão circulando com bonitos paineis dos pontos turísticos da cidade na lateral dos veículos. Dependendo do lugar de estacionamento de cada automóvel eles trazem o Centro Cultural, o Cristo do Magano, o Santuário da Mãe Rainha, o Pau Pombo, etc. A boa iniciativa é da Prefeitura, que também traz sua logomarca nos carros.

MOVIMENTO NAS RUAS

Garanhuns está novamente transformada. Na tarde da quinta-feira o visual da cidade já era outro. Saiu de cena a pacata cidade do interior e ocupou espaço na mídia um município com ares de pequena metrópole. O trânsito fluiu com dificuldade a partir das 14h nas ruas e avenidas Rui Barbosa, Júlio Brasileiro, Quinze de Novembro, Doutor José Mariano, Barão do Rio Branco e Santo Antônio. Visitei o Parque Euclides Dourado por volta das 15h30. O aspecto era de desorganização, como se um monte de coisa estivesse sendo concluída de última hora. Hoje à noite tudo estará pronto a estrutura na área dos eucaliptos é superior a dos anos anteriores. Acredito que os moradores da cidade e os turistas vão gostar. Encontrei andando pelo parque, como se fosse uma pessoa comum, a presidente da Fundarpe, Luciana Azevedo, no final das contas a grande responsável pelo sucesso ou fracasso deste 19º FIG. Andava sozinha, alheada, como se ela própria ainda não tenha acordado para a dimensão deste evento. A mulher passa a impressão de ser boa gente, muito mais simpática de que o Bruno, que era chato mais realizou grandes festivais. Espero que até o final da gestão de Eduardo Campos a Luciana ainda passe o Bruno pra trás.

MARIA RITA ENCANTA

De volta a Garanhuns depois de quatro ou cinco anos, Maria Rita surpreendeu quem viu sua primeira apresentação no FIG. É que da outra vez ela veio contida, com um vestido longo e mostrando uma certa inibição no palco, apesar de ter deixado encantada a plateia com sua bela voz. Nesta madrugada da sexta-feira, porém, ela entrou com um vestido cheio de brilho, curtíssimo, exibindo um par de coxas e pernas capaz de fazer inveja a Ivete Sangalo. Os homens, sem exceção, ficaram babando e por isso não sabiam se olhavam para o rosto bonito, se escutavam as músicas ou se fixavam no corpo da filha da Elis. Visual bonito a parte a artista fez um show impecável, iniciando com sambas eletrizantes e depois desfilando canções mais suaves do seu bom repertório. Nos camarotes, já perto do fim, alguém ainda comentou: "Essa mulher já valeu por todo o Festival". Difícil vir coisa melhor até o final.

EMOÇÃO NO INÍCIO DO FESTIVAL

Começou bem o 19º Festival de Inverno de Garanhuns. Noite fria, chuva fina, um público de regular pra bom na Guadalajara e boas apresentações. Primeiro o artista da terra, Paulinho Groove, e depois o Quinteto Violado, que fez um dos mais significativos shows de sua carreira, quem sabe inspirado pelo homenageado da festa, Toinho Alves. Repertório bem escolhido, os arranjos já característicos do grupo pernambucano e muita emoção com as imagens de Toinho atrás do palco, num enorme telão. A entrada dos Aboiadores de Serrita e de Lenine, já no final, só engrandeceram mais ainda o espetáculo. Foi uma noite da Festival para não ser esquecida.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

NÁUTICO E SANTOS

O Náutico e o Santos têm em comum o seguinte: os dois tiveram grandes times na década de 60, quando colecionaram títulos regionais, nacionais e internacionais (pelo menos o clube paulista). Os santistas tinham Pelé, Coutinho, Pepe, Edu, Gilmar... Era uma seleção. O timbu vinha de Bita, Lala, Lula Monstrinho (o goleiro), Salomão, Nino... era outro timaço. Um dia, na Vila Belmiro, os pernambucanos venceram de 5 a 3, neste dia Pelé ficou vendo Bita, apelidado de "o homem do rifle" brilhar. E atualmente, o que os dois têm em comum? Fazem péssima campanha no Campeonato Brasileiro, ambos demitiram seus técnicos recentemente e contrataram dois nomes de peso para tentar salvá-los do vexame do rebaixamento. O Náutico agora tem Geninho, para reacender as esperanças dos torcedores e o Santos fechou com Muricy Ramalho, que deu tantos títulos ao São Paulo e outros clubes. Aliás, a estrela de Muricy começou a brilhar quando passou pelo time de Rosa e Silva. Outra coisa a ligar os dois tradicionais times de futebol.

BAIRROS DA CIDADE

Assim como a Bela Vista, vários bairros de Garanhuns só existem na boca dos populares. Ainda não foram oficializados pelo Poder Público. Pelo que eu sei só existem de fato e de direito a Boa Vista, Heliópolis, Aluízio Pinto, Magano, São José e Santo Antônio. Está na hora de se mandar um projeto para a Câmara reconhecendo que a realidade de hoje é muito diferente daquela de 20/40 anos atrás. Assim, precisamos urgentemente do reconhecimento oficial do Indiano, Brasília, Bela Vista, Novo Heliópolis, Brahma, Manoel Chéu, Várzea, Massaranduba, Dom Hélder Câmara, Novo Mundaú, Mãe Rainha, Francisco Figueira, Parque Fênix e outras áreas da cidade. Como "a voz do povo é a voz de Deus", nada melhor do que o prefeito atender de uma vez só ao Povo e ao Criador.

INAUGURAÇÃO DAS CASAS

O prefeito não informou se fez o convite ao presidente Lula para conhecer o Festival de Inverno. Revelou, no entanto, que o chamou para vir à cidade em dezembro, para o ato de entrega das mil casas populares que estão sendo concluídas no bairro Bela Vista, também chamado de Cohab III e batizado oficialmente de "Conjunto Nilo Coelho". Aliás, como não se resume mais a um conjunto de casas da Inocoop, como no começo, devia mesmo ser oficializado como bairro Bela Vista, que é um nome de muito bom gosto.

CALL CENTER

Na audiência com o presidente Lula, o prefeito Luiz Carlos de Oliveira tratou também da possível instalação de um "Call Center" em Garanhuns, uma empresa que teria ligações com a Caixa Econômica Federal. Se o município conseguir o centro de atendimento poderá garantir a geração de pelo menos 600 empregos diretos na cidade.

LUIZ CARLOS EM BRASÍLIA

Conforme informamos ontem, neste blog, o prefeito Luiz Carlos de Oliveira foi recebido em audiência pelo presidente Lula. Hoje vamos dizer como foi o diálogo entre os dois governantes, o de Garanhuns e o do Brasil. A conversa entre eles durou 40 minutos e o dirigente local aproveitou para tratar de vários assuntos, dentre eles a proposta de duplicação da BR-423, no trecho ligando São Caetano a Garanhuns. O presidente se mostrou rececptivo e o prefeito até usou uma frase forte: "Se não for agora, com o Sr., essa obra não sai nunca mais".

quarta-feira, 15 de julho de 2009

QUINTETO

O Quinteto Violado surgiu no início da década de 70 e surpreendeu público e crítica desde o primeiro disco em vinil, lançado em 72. A obra, hoje uma raridade de colecionadores, trazia uma versão única de Asa Branca, elogiada pelo próprio Luiz Gonzaga e mais uma porção de artistas de respeito. Acauã, também do "Rei do Baião", também integra o trabalho além de outras canções da autêntica música nordestina. Pouco depois Gilberto Gil, já famoso, fez elogios públicos ao Quinteto, que então passou a ter reconhecimento nacional. Há mais de 40 anos na estrada, o grupo pernambucano tinha no garanhuense Toinho Alves o seu grande líder. O ano passado, o coração traiu o músico, que nos deixou órfãos do seu talento. O segundo disco da banda segue a mesma linha, com ênfase para os nossos ritmos ("Cavalo Marinho chega mais pra gente...") e uma música que tocou bastante celebrando a grande vaquejada realizada anualmente em Surubim. O terceiro vinil foi A Feira, por sinal o primeiro disco que comprei na minha vida. Traz uma bela versão de A Procisssão, de Gilberto Gil, Pau de Arara, de Luiz Gonzaga, e na capa do disco uma visão do alto da feira de Caruaru. E mesmo sem Toinho o Quinteto continua vivo e abre o 19º Festival de Inverno de Garanhuns, nesta quinta-feira, dia 16.

ADESÕES A EDUARDO

O prefeito de Jurema, conhecido como "Galego do Bolo" (era um coitado e vendia bolos de cidade em cidade, antes de se eleger), filiado ao Democratas, já anunciou sua adesão ao governador Eduardo Campos. Também podem ficar com o socialista, em 2010, o peemedebista padre Aldo Mariano, de São Bento do Una, e Ozano de Brito (PSDB), este último prefeito de Gravatá. Do jeito que vai não vai sobrar quase ninguém para apoiar o candidato da oposição. Difícil Jarbas Vasconcelos entrar nessa roubada.

LULA RECEBE LUIZ

O jornalista Inaldo Sampaio registra no seu blog, hoje, a audiência em Brasília entre o presidente Lula e o prefeito de Garanhuns, Luiz Carlos de Oliveira. Eleitor do petista em 2006, "Seu Luiz da Farmácia" deve ter aproveitado a conversa para convidar o filho ilustre da terrinha para vir ao Festival de Inverno.

ESTRELAS DO RÁDIO

Se Jonas Lira é o cara, em termos de bom gosto para música popular brasileira, Marcos Cardoso é o grande comunicador das manhãs, num programa variado que inclui notícia, entrevistas, boa música e muita prestação de serviços. Na Rádio Jornal, Eduardo Peixoto e Ariston Brito fazem um trabalho parecido. Esses caras todos, citados nesta nota, prestam muito serviço a Garanhuns e região. E ainda tem Fernando Rodolfo, Zezinho de Garanhuns, Tony Duran, Dalton, Pereira...

BOA MÚSICA

Os programas 100,5 Brasil e Travessia, na FM Sete Colinas, continuam tocando o melhor do que existe na música nacional. Hoje eu estava na estrada e fiquei encantado com a seleção de estrelas da MPB. Luiz Melodia intepretava uma canção linda ("Amor meu grande amor...") que eu conhecia pela Ângela Ro Ro e depois veio uma versão de "Negro Amor", já gravada por Gal Costa e Zé Geraldo, mas na voz de um artista que não reconheci. Sei que estava demais. Que tal nomear Jonas Lira para escolher os cantores do Festival de Inverno de Garanhuns?

SOBRE O LULISMO

O professor Rafael Brasil, citado no blog, elogia o novo espaço criado a serviço do Agreste, mas critica meu "lulismo". Deve ser por conta da nota que escrevi considerando o petista melhor presidente de que FHC, Sarney, Collor, os gorilas militares e outros que os antecederam. Mas tenho visão crítica a respeito de Luiz Inácio. Basta ler a nota SARNEY E O JUIZ PEDÓFILO. Só que ele acertou mais do que os doutores que vieram antes dele, tem mais sensibilidade ou esperteza e colocou tucanos, democratas, professores universitários, teóricos e mais meio mundo de gente no bolso. Discordo do aparelhamento da máquina pública, do fisiologismo, da concessão a figuras como Renan Calheiros e de outras coisas do atual governo. Isso, porém, não apaga as coisas boas que foram feitas. FHC teve coisas boas também, inclusive com a criação do Real da época do Itamar. Mas Lula o superou até na política internacional e até ele sabe disso. E não consegue aceitar que um pau de arara que mal sabia ler assuma ares de estadista. A história lembrará muito mais de Lula de que de Fernando Henrique, não tenho nenhuma dúvida disso. Aliás, o governador José Roberto Arruda (DEM), filiado a um partido que faz oposição cerrada ao presidente define muito bem o petista na entrevista que deu a Veja desta semana. É ler e conferir.

ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA

CULTURA - José Saramago, escritor português, é o único que escreve no nosso idioma que ganhou o prêmio Nobel de Literatura. Os seus livros não são de leitura fácil. "Memorial do Convento" e "Ensaio sobre a Cegueira" são dois exemplos. Este último foi transformado em filme pelo diretor brasileiro Fernando Meirelles. O próprio autor, que a princípio não queria vender os direitos de sua obra, aprovou o trabalho do cineasta tupiniquim. Mas o filme também merece muita atenção, não é fácil de acompanhar como a média das produções americanas ou brasileiras. Meirelles dirigiu "Domésticas" (2001), "Cidade de Deus" (2002) e "O Jardineiro Fiel" (2005). Atualmente está também na TV, com a mini-série "Som e Fúria", na Globo. Ensaio sobre a Cegueira é do ano passado e circula nas locadoras da cidade em cópias piratas.

IMPULSO NA ECONOMIA

A informação que tenho é que os hotéis estão com os leitos todos reservados para os finais de semana do Festival de Inverno. Há também uma boa procura por casas. Durante a semana não é a mesma coisa, mas a expectativa é positiva entre os organizadores do FIG e comerciantes. Este evento de Garanhuns não é uma simples festa e sim um acontecimento cultural de grande dimensão, capaz de impulsionar a economia da cidade.

QUINTETO

O Quinteto Violado surgiu no início da década de 70 e surpreendeu público e crítica desde o primeiro disco em vinil, lançado em 72. A obra, hoje uma raridade de colecionadores, trazia uma versão única de Asa Branca, elogiada pelo próprio Luiz Gonzaga e mais uma porção de artistas de respeito. Acauã, também do "Rei do Baião", também integra o trabalho além de outras canções da autêntica música nordestina. Pouco depois Gilberto Gil, já famoso, fez elogios públicos ao Quinteto, que então passou a ter reconhecimento nacional. Há mais de 40 anos na estrada, o grupo pernambucano tinha no garanhuense Toinho Alves o seu grande líder. O ano passado, o coração traiu o músico, que nos deixou órfãos do seu talento. O segundo disco da banda segue a mesma linha, com ênfase para os nossos ritmos ("Cavalo Marinho chega mais pra gente...") e uma música que tocou bastante celebrando a grande vaquejada realizada anualmente em Surubim. O terceiro vinil foi A Feira, por sinal o primeiro disco que comprei na minha vida. Traz uma bela versão de A Procisssão, de Gilberto Gil, Pau de Arara, de Luiz Gonzaga, e na capa do disco uma visão do alto da feira de Caruaru. E mesmo sem Toinho o Quinteto continua vivo e abre o 19º Festival de Inverno de Garanhuns, nesta quinta-feira, dia 16.

terça-feira, 14 de julho de 2009

CADÊ OS ÍCONES DE GARANHUNS?

Ronaldo César fala em seu blog que assistiu no canal por assinatura GNT um documentário sobre Vitalino, o famoso artesão de Caruaru, que está sendo lembrado pelo seu centenário. Tenho acompanhado pela nossa TV Asa Branca toda a badalação (justa) que está se fazendo em torno de Vitalino. E fico pensando: Caruaru tem seus ícones, sabe valorizá-los. Tem José Condé, o escritor; a Banda de Pífanos, a feira, as festas juninas, a movimentação da Semana Santa, que acontece colada com a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, e agora essa enorme divulgação do competente artesão.
E os ícones de Garanhuns? Onde estão? O que se faz na cidade para lembrar o nome de Luís Jardim, o grande escritor? E Dominguinhos, basta homenageá-lo, duas três vezes no Festival de Inverno? Tem o presidente Lula, Toinho Alves, Luzinete Laporte (que poderia receber uma grande homenagem em vida), Humberto de Moraes. Que tal pensar num Espaço Luiz Inácio Lula da Silva, para abrigar a história e a política? Um museu Dominguinhos, que poderia reunir o acervo dos artistas de forró pé-de-serra tendo como figura central o nosso famoso instrumentista. E Cristina Tavares, não poderia também ser o mote de um centro, uma fundação, alguma coisa que além de homenageá-la servisse para valorizar as mulheres, mostrar o papel delas na política, na vida de uma cidade e de um país. Precisamos de Vitalinos ou Vitalinas (com perdão do trocadilho) e na verdade já os temos. Só que ninguém os valoriza, os expõe na mídia. Preferem, por incompetência, ou porque só pensam nos seus próprios interesses, jogá-los dentro de um baú.

NA TERRA DO PRESIDENTE

O professor de história Rafael Brasil, um dos caras mais inteligentes que eu conheço, devora livros e tem um ótimo gosto para música popular brasileira. Poderia estar brilhando em qualquer capital do país, mas optou por morar em Caetés, terra que foi governada por seu pai em mais de uma oportunidade. Crítico do socialista Zé da Luz, que sucedeu o velho Rafael e não largou mais o osso, parece ter desistido de bater nas mazelas de sua cidade. Ele avalia que está tudo do mesmo jeito, só que mudou o laranja: saiu Sampainho e entrou Aécio, considerado uma espécie de "rainha da Inglaterra do Agreste". Reina, mas não governa. Na opinião do "velho Faé" quem manda mesmo é a ex-primeira dama do município.

SARNEY E O JUIZ PEDÓFILO

O blog tem procurado ser leve e faz opção pelas coisas boas - de Garanhuns, do Agreste, do Brasil e do mundo. Filmes, músicas, livros, pessoas bacanas têm sido a nossa praia. Mas não podemos esquecer as mazelas - daqui ou de lugares distantes. Não dá para ignorar por exemplo o comportamento do presidente do senado, José Sarney, que já infelicitou o país quando estava no Palácio do Planalto, e continua a nos fazer mal. E Lula - coisas da política - continua poupando o homem quando até o companheiro José Dirceu de certa forma foi abandonado, na época do mensalão. Tem também o caso do juiz do trabalho Antônio Carlos Branquinho, do município de Tefé, no interior do Maranhão. O cara foi filmado e fotografado praticando os maiores crimes contra menores. Um pedófilo que não merece perdão. Contudo está sendo protegido pelos coleguinhas do judiciário e pelo que se lê da situação não vai sofrer porra nenhuma. Se um pobre roubar um pão ou uma galinha para matar a fome, vocês já sabem: tá lascado e vai sofrer muito mais do que esse juiz, a quem devem aposentar com um salário de mais de R$ 20 mil. As crianças continuarão correndo perigo. É um filho da... Deixa pra lá, pode até ser que a mãe desse sujeito preste.

BELEZA E INTELIGÊNCIA

Ulisses Pinto, o jornalista mais antigo em atividade no interior pernambucano, sempre gostou de elogiar a beleza das mulheres. Como ele não está mais circulando, por conta da saúde frágil, vou neste momento assumir seu papel. E escrever o seguinte: muita gente critica alguns secretários de Luiz Carlos, há muita reclamação contra determinados assessores do prefeito de Garanhuns. Mas pouca gente lembrou até agora de um fato raro no município: O Governo do pedetista tem quatro belas mulheres no primeiro escalão da administração. A primeira é a titular da pasta da Cultura, Ivone Silva, que também me parece competente, precisando só estar preparada para questionamentos e críticas, já que exerce um cargo público. A segunda em beleza é Gabriela Valença, Secretaria de Turismo, uma pessoa que passa a impressão de ser discreta. As outras beldades não são tão novinhas quanto as primeiras, mas merecem o elogio: Rosa Quidute, esposa do ex-prefeito Bartolomeu e atual Ouvidora do município, e Eliane Simões, presidente da Aesga. Mulher quando junta beleza e inteligência é o máximo.

FESTIVAL EM GRAMADO

De 9 a 15 de agosto acontece em Gramado, no Rio Grande do Sul, mais uma edição de um dos mais importantes festivais do cinema nacional. Este ano o número de inscrições de longas metragens bateu o recorde e serão homenageados o diretor Ruy Guerra (parceiro de Chico Buarque em alguns momentos da carreira) e o ator Reginaldo Faria. Este último, pra quem nem desconfia, já está com 73 anos de idade e tem em seu currículo filmes como "Assalto ao Trem Pagador" (1962), Pra Frente Brasil (1982) - que denuncia as torturas da ditadura militar - e Memórias Póstumas de Brás Cuba (2000), este baseado no célebre romance de Machado de Assis. Reginaldo faz também televisão e atualmente interpreta um coronel do interior na novela Paraíso, exibida na Globo no horário das 18h.

CORRIDA DA GALINHA

Padre Aldo Mariano está em Brasília, tentando recursos para São Bento do Una. O prefeito peemedebista chega de volta na próxima sexta-feira para ver como estão os preparativos da 12ª Corrida da Galinha, que este ano acontece entre os dias 24 e 26, com muitas atrações, inclusive shows gratuitos em praça pública.

ALIANÇA COM SATANÁS

O texto a seguir está hoje no blog do jornalista Inaldo Sampaio, um dos melhores de Pernambuco. Ele escreveu o seguinte:
"Como disse o deputado cearense Ciro Gomes, após um encontro em São Paulo com Paulo Maluf, 'para realizar a obra de Deus faz-se aliança com satanás'. É sob essa ótica do interesse eleitoral que se deve encarar as seguintes alianças ocorridas no Brasil, recentemente:

1 - José Serra (PSDB), com Orestes Quércia (PMDB), e Gilberto Kassab (DEM);
2- O presidente Lula com Sarney e Renan Calheiros;
3 - O governador Eduardo Campos (PSB) com Inocêncio Oliveira (PR);
4 - Sérgio Guerra com Pedro Correia e Severino Cavalcanti;
5 - Jarbas Vasconcelos com Marco Maciel e Roberto Magalhães;
6 - O ex-prefeito João Paulo (PT), com Inocêncio Oliveira (PR);
7 - O ex-comunista Roberto Freire com o Democratas de São Paulo.

É por essas e outras que o povão costuma dizer que os políticos são todos iguais, que todos calçam 40, que são "farinha do mesmo saco". O comentário é meu, não do Inaldo.

FRASES GENIAIS

E pra terminar essa primeira rodada de notas desta terça-feira, citemos aqui o frasista genial que é Millor Fernandes. Esta semana ele nos brindou com estas duas pérolas: 1ª)"De repente comecei a acreditar em Deus. Tá impossível acreditar em qualquer outra coisa"; 2ª) "O cara está mesmo velho quando transa com uma mulher de 40 anos e é acusado de pedofilia".

CONTROLADORES

E agora deixando um pouco o Festival de Inverno de lado (depois voltaremos ao assunto, inclusive falando do que rola nos outros pólos do FIG), vamos a algumas informações de interesse público.
Dois municípios do Agreste Meridional de Pernambuco já escolheram quem vai ser o Controlador Geral da Prefeitura. Em Garanhuns, o nome definido foi o de Fernando Campos, secretário de Finanças na época do prefeito Ivo Amaral, mas que já integra a equipe de Luiz Carlos há algum tempo. Na vizinha Lajedo, governada por Antônio João Dourado (do mesmo PDT de Luiz), o cargo será ocupado por João Campos, que foi secretário de Finanças na gestão anterior de Dourado e secretário de Administração de Garanhuns durante alguns meses). Toda prefeito agora tem de nomear um Controlador, que terá status de Secretário e deverá fiscalizar os possíveis desvios da administração pública. É importante que sejam escolhidos para esta função pessoas sérias e competentes, pois assim também o governo terá boas chances de ser sério e eficiente.

AMANDA

Eu sei que Amanda Fonseca, leitora do blog, está morrendo de saudade da gente - principalmente de Jô, Mirelle e Vitória-, lá no seu "exílio" voluntário nos Estados Unidos. Principalmente agora, que chega o Festival de Inverno, que ela sempre amou. Mas acompanhe tudo pelo blog e pelas rádios de Garanhuns, via internet, e tenha certeza que estamos com você bem pertinho, no coração. Quero mais leitores nos states. Quem sabe um dia o próprio Obama não dá uma espiadinha aqui?

DOMINGO É FREVO

Não é saudosismo não, o frevo é belo, tem a cara de Pernambuco e especialmente do Recife. Então no domingo, dia 19, devemos ver uma coisa muito bonita no palco da Guadalajara, com a participação de Claudinor Germano (nosso maior cantor de frevos de todos os tempos), Nonô Germano, Orquestra Popular do Recife, Expedito Baracho, Getúlio Cavalcanti (grande compositor do gênero), Audejan e Moraes Moreira. Alguém tem dúvida de que vai ser eletrizante?

RITA LEE

Aos 62 anos de idade, Rita Lee ainda é um nome que merece respeito na música popular brasileira. Durante um bom tempo foi quase a única representante de peso do rock nacional. Depois dela é que surgiram muitos roqueiros de valor. Ela é a grande atração do sábado, dia 18 e vamos esperar que faça menos caretas e trejeitos do que em 2002. O artista quando fala demais ou tenta inventar corre riscos. Assim, o melhor é cantar e músicas de qualidade não faltam no seu repertório.

LENINE

Lenine volta ao Palco da Guadalajara, na sexta 17, antecedido por Lula Queiroga e Fernanda Abreu. Promessa de outra noite com bons shows. Apesar de já ter vindo outras vezes ao FIG, o cantor pernambucano sempre é bem vindo. E aliás, nesta apresentação deste início do final de semana, estará mostrando um trabalho novo aos garanhuenses e visitantes.

TUDO PRONTO PARA O FESTIVAL

Começa depois de amanhã, quinta-feira, o 19º Festival de Inverno de Garanhuns. O evento tem boas opções, principalmente nos primeiros dias. A abertura, no dia 16, é imperdível: O Quinteto Violado faz sua primeira apresentação na cidade depois que perdeu seu grande líder, o garanhuense Toinho Alves, por sinal o homenageado pelo FIG em 2009. Na mesma noite ainda tem Lenine e Maria Rita. Possivelmente esta abertura na Guadalajara valerá pela semana inteira.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

INVEJA

Fernando Henrique Cardoso, o ex-presidente, não consegue esconder a inveja que sente de Lula por ser melhor governante do que ele. O primeiro é poliglota, publicou livros e nasceu em berço de ouro. O segundo saiu de Caetés num Pau de Arara, foi operário, morou em casa simples com sofá rasgado. Até preso foi, quando começou a carreira de líder sindical. Pois bem, agora é um presidente respeitado mundialmente, super popular aqui no Brasil e um dos melhores gestores que já tivemos, como atestam até adversários. É isso aí que FHC não engole. Mas não dá pra ter pena.

ABERTURA

Durante o Festival de Inverno, que já começa nesta quinta-feira, dia 16, a Prefeitura estará flexiblizando os espaços públicos de modo que os comerciantes vão poder usar um pedacinho da calçada. Mais tudo de acordo com regras formuladas pelo Executivo, dependendo de requerimento e com planejamento do que será feito e oferecido à população e aos turistas. A informação foi dada hoje cedo pelo Secretário de Abastecimento e Agricultura, Rafael Lima, entrevistado pelo radialista Marcos Cardoso.

MEDIDAS CORRETAS

Muitos criticaram o prefeito Luiz Carlos de Oliveira por duas medidas que ele tomou no início do segundo mandato: a mudança na forma de estacionamento na Avenida Santo Antônio e a proibição de bares e lojas comercializarem seus produtos nas calçadas. A meu ver as duas medidas estão corretíssimas e atendem ao interesse público, ao interesse da maioria. Contraria apenas o desejo de grupos particulares, que não se importam com a causa maior da cidade. O prefeito estaria ainda mais certo se remanejasse os estacionamentos privilegiados de táxis do centro. Esses profissionais, com todo respeito que merecem, ocupam 40% da avenida e se comportam em muitos casos como os "donos da rua".

VITÓRIA DA COHAB

Aqui neste blog não se fala só de medalhão. Tanto pode aparecer o Ronaldo Fenômeno e seu time, quanto os times tradicionais de Pernambuco ou mesmo o Sete de Setembro ou um time de qualquer cidade do Agreste. A região, por sinal, realiza um campeonato envolvendo clubes de Jupi, Lagoa do Ouro, Garanhuns, Caetés e Capoeiras. Neste último município, no domingo, o São Paulo da Cohab venceu Lagoa do Ouro por 2 x 1. O time está bem na tabela e é o líder da chave.

E VIVA O SANTA

Futebol é uma atividade mesmo apaixonante. E quando o torcedor ama o seu clube não importa se ele está na séria A, B, C ou D. É o caso do Santa Cruz, que depois de cair tanto nos últimos anos continua a ter uma legião de fiéis no Recife e no Estado inteiro. Neste último sábado, levou mais de 50 mil pessoas ao mundão do Arruda para prestigiar o time contra o Central. Alguns comentaristas imaginam até que tinha 60 mil torcedores no estádio, embora o público oficial tenha sido de 45 mil.

NÁUTICO MUDA TREINADOR

A segunda começa com futebol. Como cantamos desde o sábado, o Náutico perdeu novamente e o técnico Márcio foi demitido. Um cara que comanda um time seis partidas e não consegue um ponto ou é muito azarento ou incompetente. Mas são águas passadas. O timbu agora contratou Geninho, que é um dos grandes treinadores do Brasil e as esperanças de melhorar a posição no brasileirão renascerão. O Sport venceu o Goiás no sufoco e saiu da área de degola. Vamos torcer para que os dois representantes de Pernambuco façam bonito no Campeonato. E nada de ninguém desesperar, porque ainda há muito tempo pela frente.

domingo, 12 de julho de 2009

LAJEDO CITY

Estou em Lajedo, no bairro do Planalto. Parte das ruas estão intransitáveis, com crateras enormes e muita lama. A Prefeitura ainda não chegou aqui. Ao meu lado está Mirelle e sua mãezona, Jô. Amanda, infelizmente, está bem longe, nos Estados Unidos. Por lá certamente não tem buracos e ruas sem calçamento e saneamento. Ela (Amanda) e eu acreditamos no Obama. Estou postando esta nota de um cyber. Em casa ficaram minhas filhas queridas Vitória e Carolina, de 10 e 9 anos, além da minha neta Luana, de 8 anos, filha do meu querido Luiz Fernando, o Lulinha. Quando perguntam quantos filhos tenho respondo na bucha: sete, a conta do mentiroso. E as pessoas tomam um susto. Mas posso dizer sinceramente que não me arrependo dessa prole enorme para os padrões atuais. Roberta, Lula, João Paulo, Dani, Tiago, Vitória e Carolina são fruto de dois casamentos e do meu relacionamento com a Jô. Coisa de artista, né? Só que um artista pobre. Bem queria ser um Caetano, Chico ou Roberto, cheio de grana para dar aos meus babys tudo que eles querem e ainda ser papeado em Paraty ou encher o Maracanã. Estou brincando, caro leitor (a), afinal de contas hoje é domingo.

INADIMPLÊNCIA

Acusado pelo deputado federal Inocêncio Oliveira de ter deixado o município inadimplente junto ao Governo Federal, o ex-prefeito Nenen disse que é tudo mentira, que a casa foi entregue em ordem. Ora, as afirmações do parlamentar do PR podem ser confirmadas através de documentos que estão na contabilidade e no setor jurídico da Prefeitura. Deixou diversas pendências sim e até o "Dinheiro Direto na Escola", que beneficiava meia dúzia de escolas do município foi perdido por falta de prestação de contas. Daí o prefeito Dudu, em resposta as declarações de Nenen na FM Sete Colinas, ter chamado o seu antecessor de "malandro".

PARANATAMA

Isaac barbeiro é de Paranatama, tem parentes e até um sítio por lá. Ele acompanha também a política de sua terra natal. Acha que Chau, João e Reginaldo Leonel foram péssimos prefeitos, que entravaram o desenvolvimento do município. Está animado com José Texeira (PTB), que na sua opinião em seis meses já fez mais do que o seu antecessor em quatro anos. A saúde mesmo, segundo ele, melhorou bastante.

NUNCA VOTEI EM LADRÃO

Garanhuns tem muitas figuras interessantes, personagens que merecem uma certa atenção de um repórter, um catador de notícias ou um observador das cenas diárias. Um deles é Isaac, um barbeiro que trabalha num dos boxes do colunata, no centro da cidade. Ele esta semana, dentro do seu estilo bem peculiar, soltou uma de suas frases interessantes: "Eu nunca votei em Garanhuns em nenhum ladrão. Todos eram homens de bem. Agora, se depois de eleitos eles resolvem mudar, eu não tenho culpa nenhuma".

O SHOW NO MARACANÃ

O Maracanã estava bonito, lotado, os fãs comportados e o artistas ocupando o imenso palco com elegância. O repertório foi bem escolhido e incluiu desta feita algumas músicas que costumas ficar de fora dos especiais de fim de ano. Agora, a voz de Roberto não é mais a mesma, está mais grave, levemente rouca. E a garra do jovem dos anos 60 e 70 foi trocada pela excessiva prudência. O "rei" está cada vez mais contido. Uma música que toca fundo no meu coração, Vida Minha, ele só cantou um pequeno trecho, não sei se esqueceu o resto da letra, como aconteceu no Jornal Nacional. Não assisti tudo, dormi, por isso não deu pra ver Wanderléia e Erasmo, a primeira ainda bonita e o tremendão com cara de "velhinho".

GOLEADA

O milagre não aconteceu e o Náutico perdeu mais uma. Desta vez foi de 4 a 1, para o Palmeiras. Agora o alvirrubro de Rosa e Silva despencou de vez e vamos ver se aparece um novo técnico, que tenha competência para salvar o timbuzinho.

ORAÇÃO

O domingo começa com uma oração, um poema do Monsenhor Adelmar da Mota Valença, um dos maiores ícones de Garanhuns, no dia em que completou 94 anos de idade. A "oração", que me parece inspirada no Sermão da Montanha, de Jesus Cristo, foi enviada num cartão ao professor Evando Lustosa.
Para quem só via no padre um homem excessivamente severo e fechado, devem surpreender esses versos de uma pessoa tão sensível:
"Felizes os que me olham com simpatia
que compreendem o meu caminhar cansado
e que falam com voz alta e clara
para minimizar a minha surdez.
Felizes os que apertam com calor
as minhas mãos trêmulas,
que se interessam pela minha logínqua juventude
e não se cansam de ouvir as minhas histórias,
já tantas vezes repetidas.
Felizes os que compreendem
a minha necessidade de carinho,
que se lembram da minha solidão
e me presenteiam com fragmentos do seu tempo.
Felizes os que alegram
os últimos dias de minha vida
e o momento de minha passagem
para a eternidade.
Quando eu entrar na vida sem fim
lembrar-me-ei de todos eles
junto ao Senhor Jesus Cristo!".

sábado, 11 de julho de 2009

MILAGRE

Pode ser que aconteça, hoje à noite. E assim o Náutico vencerá o Palmeiras em São Paulo, saindo da situação vexatória em que está no Campeonato Brasileiro da série A. Sem milagre, o timbu sofrerá a sexta derrota seguida e talvez assuma a lanterninha da competição. E aí o técnico azarento, ou incompetente, terá de ser despachado.

ROBERTO CARLOS

Hoje Roberto faz o show dos 50 anos de carreira, no Maracanã lotado, como no dia de grandes jogos. A Globo transmite ao vivo. Por falar em sua majestade, o Globo Repórter de ontem à noite foi apenas razoável, superficial, como costumam ser os programas de televisão. Só mostrou as virtudes do artista (que são muitas), evitando falar dos seus erros (por exemplo os altos e baixos dos anos 80 e 90). Sobre a censura de RC a um filme na época do Governo Sarney e a proibição de sua ótima biografia de Paulo César Araújo, nem uma palavra.

INFÂNCIA ROUBADA

Para quem prefere ficar em casa e ver um bom vídeo, o blog recomenda o filme "Infância Roubada", direção do inglês Gavin Hood, mas interpretado por atores africanos, alguns pela primeira vez num set. A Produção é de 2005 e ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro. Lembra muito o nosso "Cidade de Deus", mas temos de reconhecer que é superior. Em termos de direção, por fazer pensar mais, pela dramaticidade, que não descamba em nenhum momento para o melodrama. Nas boas locadoras da cidade.

CINEMA

Agora vamos falar de cinema. Nas salas do Eldorado, em Garanhuns, estão em cartaz os seguintes filmes: "Mulher Invisível", com a bela Luana Piovani, sessões às 19 e 21h; "A Era do Gelo 3", a partir das 15h e a última sessão às 20:50; e finalmente "Transformer", às 16h30, para quem gosta de ação e aventura.

ATRÁS DO PORTO

No artigo citado anteriormente, lembro do disco em vinil "Atrás do Porto tem uma cidade", de Rita Lee e Tutti Frutti. É um trabalho antológico, inesquecível, que foi seguido no ano seguinte pelo LP com a "pérola" Ovelha Negra, ainda hoje umas das músicas mais conhecidas da artista. Em Garanhuns só conheço por enquanto duas pessoas além de mim que já ouviram "Atrás do Porto": Jonas Lira e Paulo Ferreira. Por sinal o Paulinho está aparecendo muito no blog...

REPERCUSSÃO

Por onde ando recebo cumprimentos pelo artigo "Artistas em fim de carreira". É uma avaliação da programação do FIG na Praça Guadalajara, mostrando a importância de Rita Lee, Moraes Moreira, Wanderléia e Jorge Ben Jor na música popular brasileira, sem deixar de registrar que cada um deles já teve os seus melhores momentos, acenando para o fato de que existe muita gente boa nova que foi esquecida pelos organizadores do Festival, diga-se Fundarpe. Não é uma crítica ao evento e sim uma defesa da maior festa realizada na cidade, que tem um forte conteúdo cultural.

ROQUEIRO ROMÂNTICO

O músico Paulo Ferreira é roqueiro dos bons, mas não despreza a música romântica ou mesmo brega. Ele confessou ao jornalista que está ansioso pela segunda-feira do FIG, quando o quase esquecido Oldair José irá cantar. "Vai ser uma noite arretada", acredita Paulinho. Pra quem não lembra ou é muito jovem para saber de quem se trata o artista, Oldair começou na Jovem Guarda, imitando de leve Roberto Carlos. Nos anos 70 se firmou como brega e seu maior sucesso foi Pare de Tomar a Pílula (ou simplesmente A Pílula) , um protesto contra o uso do anticoncepcional pela mulher amada.

BOAS OPÇÕES

No Festival de Inverno deste ano, na grade de programação da Guadalajara, temos pelos menos três dias que prometem muito. A abertura, com a homenagem a Toinho Alves e a participação de Maria Rita; a primeira sexta-feira, com Fernanda Abreu e Lenine e o domingo de frevo, com presença de artistas pernambucanos e do baiano Moraes Moreira.