ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

terça-feira, 21 de julho de 2009

ULISSES PIINTO

Ulisses Peixoto Pinto, 84, nasceu em Garanhuns, na Praça Jardim, em 1925. Irmão do ex-prefeito do município, Aloísio Souto Pinto, dedicou sua vida ao jornalismo do interior, tendo publicado artigos, notas e reportagens durante 67 anos de sua vida. Ulisses morreu ontem à tarde, no Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e o seu corpo está sendo velado na Câmara Municipal e recebendo muitas visitas, das autoridades, colegas da imprensa, familiares e do povo em geral. Ele receberá diversas homenagens do Exército, instituição que amava, da Prefeitura e de diversas instituições. O seu sepultamento acontece à partir das 15h, no cemitério de São Miguel, na Boa Vista. Dentre as comendas mais importantes que Ulisses recebeu em vida estão as medalhas do Pacificador, do Mérito Militar e do Centenário de Garanhuns. O jornalista era casado com a professora Maria do Socorro Mendes Lima Pinto e tinha um único filho, o engenheiro Ulisses José Mendes, que lhe deu a neta Thainá Cavalcanti.
O primeiro artigo de Ulisses Pinto num jornal de Garanhuns foi publicado em 1942. De lá pra cá não parou mais. Escreveu muito para O Monitor, Jornal Pequeno, Garanhuns Jornal, Correio Sete Colinas, A Gazeta, Jornal Cidade, Diario de Pernambuco e Jornal do Commercio, os dois últimos do Recife. Um dos fatos mais marcantes da vida do profissional de comunicação, foi a cobertura do assassinato do bispo Dom Expedito Lopes por padre Hosana, em 1957. Ele enviou as notícias para os jornais da capital e, um fato curioso, achou a cápsula da bala disparada contra a autoridade religiosa. Guardou esta consigo até o final da vida. Por esse breve esboço da vida de Ulisses Pinto, dá para perceber que ele leva consigo parte da história do jornalismo e da política de Garanhuns. Além da atividade jornalística, foi funcionário público e se aposentou como servidor dos Correios, um órgão federal.

Um comentário:

  1. Aloisio Souto Pinto Neto16 de maio de 2010 19:33

    Ulisses Pinto foi uma pessoa que exalava notícias, e não se cansava de expor sua opinião sobre assuntos de nossa vida cotidiana, principalmente a política nacional. Além disso, sempre foi uma pessoa bem humorada e atenciosa com seus entes queridos. Quando pequeno, eu adorava sua chegada lá em casa, que vinha acompanhada de boas histórias sobre nosso dia a a dia.

    Saudades do seu sobrinho neto,

    Aloísio

    ResponderExcluir